Tag Archives: Nova York – EUA

Ser gay e latino em Orlando é mais do que uma luta
   Blog Diversidade   │     15 de junho de 2016   │     0:17  │  0

Orlando é uma cidade localizada no estado norte-americano da Flórida, no condado de Orange, do qual é sede. Foi fundada em 1873 e incorporada em 1875. A cidade está localizada na região central do estado, possuíndo um clima subtropical.

A Florida possui hoje uma população totalizada em 255.483.00 habitantes

A Florida possui hoje uma população totalizada em 255.483.00 habitantes

O massacre em uma boate LGBTT no domingo em Orlando desatou uma onda de solidariedade sem precedentes para com a comunidade gay, e também recordou que ainda restam muitos obstáculos a superar para este grupo, principalmente para os hispânicos.

A ajuda não para de chegar. O pessoal do Center, o maior centro de acolhida da comunidade LGBTT (lésbicas, homossexuais, transsexuais e trangêneros) está distribuindo a todo vapor a comida e a bebida que chegam, mas não está dando conta.

O McDonald’s enviou um novo carregamento, afirma, emocionada, Dee Richter, mãe de Rob Domenico, um dos administradores do centro.

No domingo, respondendo ao chamado do centro, 200 psiquiatras e psicólogos se apresentaram para atender aos familiares das vítimas ou a qualquer pessoa que precisasse de apoio.

O massacre na discoteca gay Pulse deixou 49 mortos – além do agressor – e mais de 50 feridos.

 Uma coleta para arrecadar fundos foi lançada pelos familiares e os feridos através do site gofundme. Já foram arrecadados 257.000 dólares, segundo uma medicação feita até a noite de segunda-feira.

“É incrível ver o número de ligações que recebemos de pessoas que nos perguntam como podem ajudar”, explica, entusiasmado, Rob Domenico.

“Para mim, é uma das razões pelas quais fomos um alvo. Mostramos como as duas comunidades (LGBT e heterossexuais) podem funcionar bem juntas”, observa.

Justo uma semana antes do atentado, Orlando recepcionou os “Gay Days”, um evento festivo pouco conhecido fora da comunidade, mas que atrai cerca de 150.000 pessoas de todas as partes.

O gerente do estabelecimento gay Parliament House, Tim Evanicki, disse ter notado este ano um número significativo de casais heterossexuais durante um show do “Gay Days”.

– O peso da religião –

Essa mistura e a onda de solidariedade a favor da comunidade LGBTT depois do ataque mostram um avanço. Mas o atentado assinala também que inúmeros obstáculos persistem.

“Se você está nas redes sociais, é repugnante ver como os evangélicos (protestantes radicais) postam mensagens de ódio, dizendo que merecemos o que aconteceu”, observa Domenico.

“Tenho a esperança de que tudo isso vá ajudar as pessoas a se dar conta dos danos que causa esse discurso de ódio”, explica o pastor Kathy Schmitz, da First Unitarian Church, igreja conhecida por sua abertura para os LGBTT.

Islã ou cristianismo, o peso da religião continua presente entre os gays, principalmente na comunidade hispânica, da qual faz parte a maioria das vítimas do atentado.

“Em nossos países hispânicos, as pessoas são geralmente mais fechadas em relação aos gays”, explica Angel Garmendi, gay de origem porto-riquenha que trabalha em um hospital no qual foram atendidos os feridos depois do atentado.

Geralmente entre os hispânicos, “o homem heterossexual é muito machista e o homossexual se sente ainda mais intimidado”, explica.

Garmendi perdeu onze amigos no ataque. Em três casos, as famílias souberam ao mesmo tempo da morte e da homossexualidade de seus entes queridos.

“Foi um duplo choque para eles. Eles não aceitam”, conta. “Mas esse é o problema: por que não sabiam? Sem dúvida, é a discriminação que existe em nossa famílias”.

Para Mark Krueger, militante gay do estado da Geórgia, a religião está em franca oposição aos homossexuais, principalmente no sul dos Estados Unidos.

Para ele, o problema não é o grupo Estado Islâmico. “São os cristãos daqui, que dizem que os gays são pessoas ruins”.

Ele conta que um grupo de jovens o agrediu violentamente na saída de um bar de sua cidade, Savannah, sul do estado de Geórgia, em 2000.

Seu carro é regularmente alvo de danos durante a noite e foi salpicado com tinta rosa.

“A única razão pela qual continuo lá é peo clima”, afirma, algo decepcionado.

Até mesmo a cidade de Orlando, que parece tão aberta, tem seus problemas.

“Se você pega na mão de outro homem, se mostra afeto na rua, melhor ter cuidado”, alerta.

“As coisas evoluíram um pouco, mas apenas um pouco”, conclui.

Tags:, , ,

>Link  

Vai viajar para os EUA ? Veja a nossa dica de hotéis gay friends nos Estados Unidos
   Blog Diversidade   │     23 de fevereiro de 2015   │     0:00  │  0

Pesquisas recentes mostram que os gays gastam 30% a mais com turismo do que os heterossexuais. Para não perder este nicho, cada vez mais hotéis pelo mundo estão se especializando em atender o público LGBT. Os  Estados Unidos não fica de fora, e já há muito tempo as redes hoteleira voltada ao publico gay em USA, é umas das que mais crescem, investem e acreditam no poder de compra da comunidade gay, com o pensamento de por a mão no famoso Pink money.

Pensando em proporcionar um frisson mais que positivo em sua alma, e simplificar a sua ida aos Estados Unidos, segue a baixo a nossa dica de hotéis  Gay-Friend.

hotel Park Hyatt Washington

hotel Park Hyatt Washington

Localizado no centro da cidade de Washington, este hotel de luxo fica perto do aeroporto e perto de Francis Pool e Hospital da Universidade George Washington. George Washington University (0,7 km) e Casa Branca (1,5 km). Park Hyatt Washington oferece um restaurante e piscina interna, além de um spa de serviço completo e um bar/lounge. Os quartos oferecem TVs de tela plana com canais a cabo premium, além de banheiras, acesso de cortesia à internet sem fio e acesso de cortesia à internet de alta velocidade (com fio).  É um Hotel de luxo 5 estrelas em Washington (Dupont Circle), perto de George Washington University.

The Quincy Hotel

The Quincy Hotel

Localizado no coração de Washington, este hotel ideal para famílias fica perto de Farragut Square, Charles Sumner School Museum and Archives e Catedral de São Mateus Apóstolo. Francis Pool (1 km) e Lafayette Park (0,7 km). The Quincy oferece um restaurante, um bar/lounge, acesso de cortesia à internet sem fio e um mensageiro. Além de cozinhas americanas e acesso de cortesia à internet sem fio, os quartos também têm acesso de cortesia à internet de alta velocidade (com fio), geladeiras e micro-ondas a sua disposição.

Capitol Hill Hotel

Capitol Hill Hotel

Este hotel ideal para a família fica em Washington (Capitol Hill), perto de Biblioteca do Congresso, Eastern Market e United States Botanic Garden. Sewall-Belmont House and Museum (0,7 km) e Bartholdi Fountain (0,8 km). Capitol Hill Hotel oferece acesso de cortesia à internet sem fio, acesso de cortesia à internet de alta velocidade (com fio), um mensageiro e serviço de lavanderia e lavagem a seco. Nos quartos, você tem cozinhas americanas, acesso de cortesia à internet sem fio, acesso de cortesia à internet de alta velocidade (com fio), geladeiras e micro-ondas a sua disposição.

The Ritz Carlton New York

The Ritz Carlton New York

Situado na Madison Avenue, no coração de Manhattan, o The Carlton fica a poucos passos de muitas atrações de Nova York como o Empire State Building, o Central Park e a 5ª Avenida. Elegância e requinte caracterizam este hotel, que recebe seus hóspedes com uma cachoeira no lobby e tem móveis e decorações que fazem de cada um de seus quartos uma obra de arte. As diárias com café da manhã num quarto com cama queen-size e TV de 42 polegadas custam em media R$ 690.

The Out NYC Hotel

The Out NYC Hotel

Este resort urbano está localizado no bairro de Hell’s Kitchen, possui um pátio, casa noturna e quartos com TV de tela plana. Está situado a 10 minutos de caminhada da Avenida Times Square, da área de Theater District e da Estação de Metrô 42nd Street. Os quartos de estilo contemporâneo do Out NYC contam com roupa de cama macia, mesa de trabalho e base para iPod. Além disso, os banheiros privativos oferecem amenidades de banho de cortesia e roupão de banho. O elegante restaurante KTCHN espera por você com pratos da culinária americana para o brunch, almoço e jantar. No The Out você pode desfrutar do centro de bem-estar com academia, sauna, sala de massagem e 2 banheiras de hidromassagem espaçosas, localizadas em um saguão coberto por uma estrutura de vidro. Destacam-se também o 42 West com 1.300 m² de entretenimento ao vivo e um jardim reconhecido internacionalmente. O saguão conta com exposições de arte contemporânea. O The Out NYC está a 1,5 km do Rockefeller Center e do Lincoln Center. Já o Central Park fica a 5 minutos de metrô da propriedade. Midtown West é muito recomendado pelos hóspedes para: Compra de Sapatos, Corridas, Degustação de Vinhos.

Sobre Chelsea Inn Hotel

Sobre Chelsea Inn Hotel

Instalado em dois prédios do século 19 renovados, Chelsea Inn tem o ar de uma antiga casa de campo. Os quartos são grandes para Nova Iorque e os studios e suítes gigantes. Chelsea Inn é um prédio de quatro andares, sem elevador, que oferece uma variedade de stuítes e studios, todos com banheiros privativos, ou dormitórios com banheiros semi-privativos (compartilhados com outro quarto). Todos os quartos possuem geladeira, cafeteira e pia. Pratos e talheres são disponibilizados sob pedido, um extra bem-vindo se você está em um orçamento apertado.  O café-da-manhã continental está incluso no preço e é servido pela Nana’s Treats, a cafeteria ao lado, das 7h às 10h, e inclui pães frescos, café, chá, suco ou frutas (recomendamos os deliciosos bolinhos de mirtilo (cranberry) e empanado de maçã). A hospedagem fica localizada em Chelsea, uma das regiões mais badaladas da cidade, com uma variedade tanto sofisticada quanto boêmia de lojas, restaurantes, bares e clubes.

Stiles Hotel South Beach

Stiles Hotel South Beach

Localizado em frente à praia e a 5 minutos a pé dos restaurantes e bares da Ocean Drive (avenida beira-mar), este hotel boutique em South Beach oferece 3 piscinas em um amplo pátio. As acomodações do South Beach Hotel Stiles são coloridas e decoradas em estilo boêmio (artístico) Os quartos são equipados com TV de tela plana e relógio despertador com uma base para iPod. O Stiles Hotel conta com 2 restaurantes no local, o The Gold Bar e o Primrose. O serviço de concierge e a recepção 24 horas estão disponíveis para sua conveniência. O Hotel Stiles fica a 10 minutos de carro do centro de Miami. O resort está situado a 20 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Miami. South Beach é muito recomendado pelos hóspedes para: Sushi, Galerias de Arte, Música ao Vivo.

The Clay Hotel

The Clay Hotel

Este hotel está situado no Bairro Art Déco, em Miami Beach, a 5 minutos a pé do Oceano Atlântico. A propriedade possui garrafa de água mineral gratuita e café da manhã continental. Os quartos do The Clay Hotel oferecem decoração branca contemporânea, geladeira, ventilador de teto e TV via satélite. Alguns quartos também dispõem de cofre e varanda. Este hotel foi originalmente construído em 1925 e inclui WiFi gratuito em todos os quartos. Para sua comodidade, a propriedade conta com serviço de mensageiro, recepção 24 horas e lavanderia. O The Clay Hotel fica a menos de 1,6 km do Flamingo Park and Pool (parque aquático), do Museu de Arte Bass e do Memorial do Holocausto em Miami Beach. South Beach é muito recomendado pelos hóspedes para: Sushi, Galerias de Arte, Música ao Vivo.

Casa Luna San Francisco

Casa Luna San Francisco

A Casa Luna San Francisco está localizada no centro da cidade, rodeada por uma variedade de restaurantes, a menos de 1 quarteirão da estação de metrô. Oferece apartamentos privativos com conforto e comodidades de uma casa. A propriedade dispõe de 2 apartamentos grandes com 2 quartos e 2 banheiros, 1 apartamento estúdio e 1 apartamento amplo com 1 quarto. Estes apartamentos privativos apresentam cozinha completa com equipamentos de qualidade. As camas possuem lençóis europeus e colchões firmes. Você pode contar também com máquina de lavar e secar roupa. Depois de um dia agitado, aproveite para assistir um DVD na TV de tela plana ou para usufruir do acesso à internet de alta velocidade. Você pode ainda relaxar na varanda térrea ou no jardim paisagístico.

Agora é só se jogar. E se poder, lembra do blogueiro aqui, trás ao menos uma lembrancinha. Pode ser um DKY Gold Delicious Million Dollar Fragrance Bottle.

Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,

>Link  

Conheça algumas das cidades mais gay freedom do planeta
   Blog Diversidade   │     13 de agosto de 2013   │     0:00  │  6

San Francisco – EUA

A cidade de São Francisco que, “conta com as 4 esquinas mais gays do mundo” encabeça o Top 10 das cidades mais tolerantes com homossexuais, segundo o jornal inglês The Independent.  Foi em Nova York, nos EUA, em frente ao bar gay The Stonewall Inn, que em 1969 aconteceu um dos mais importantes protestos pelos direitos LGBTs. Na época, bares gays eram alvos de batidas policiais e os clientes frequentemente hostilizados pelas autoridades. Na noite de 27 de junho, os frequentadores do Stonewall Inn reagiram e entraram em confronto com os policiais que tentavam fechar o bar.

Sydney – Austrália

Sydney foi eleita em 2010 a cidade mais gay-friendly em votação australiana, mas atualmente esta em segunda colocação. Os bares e restaurantes gays e simpatizantes de Sydney fizeram com que a cidade fosse escolhida o melhor destino gay-friendly em votação promovida por agências de turismo australiana em 2010.  As áreas de Darlinghurst e Newtown, além do fervido Mardi Gras, foram citadas como principais atrativos para gays em visita à cidade.

Nova York – EUA

As baladas mais glamourosas do mundo, isso é o que Nova York, cidade luz do planeta oferece aos visitantes gays. Rica com a história do Stonewall, uma comunidade viva LGBT e o fabulosity de ser a cidade que nunca dorme, Nova York é tão cheia de opções que pode ser esmagadora.  Não se preocupe, não é difícil planejar o perfeito estranha-tinerary da Big Apple.  Sete dias por semana você pode encontrar o que e, possivelmente, quem, você está depois, não importa onde você sair no continuum.  A cultura gay abriu suas asas em toda a Nova York e as áreas de gays conhecidos, como Chelsea, da cozinha do inferno e da Vila não são mais a única opção. Venture para o Upper West Side ou rainhas ou Park Slope, Brooklyn e expandir as suas possibilidades ainda mais.

Mykonos – Grécia

Mykonos (ou Mikonos ou Míconos), que significa “ilha branca”, parece que foi feita pelos deuses, por sua beleza encantadora e exótica. É uma ilha grega muito visitada por turistas que viajam para a Grécia. Você Vai ouvir por ai que Mykonos é uma ilha gay ou então cheia de baladas. Bom, isso não é mentira, mas posso dizer que ela oferece atrações para todos os gostos. Praias maravilhosas, areias mais claras que o normal já vista, um mar degradê lindo e um centrinho bem encantador. A ilha foi descoberta em 1950, por um grupo de jovens, filhos de famílias ricas, que procuravam locais para se divertirem, mas deve a sua fama, glamour e charme, em grande parte, a Jackie Onassis, que inaugurou o turismo do jet-set internacional que por ali se instalou, incrementando também o número de joalharias.

Paris – França

Paris é uma das maiores cidades da Europa e, felizmente para o turista gay, a vida noturna gay da capital francesa está concentrada em uma só área, Le Marais. A maioria dos bares e boates gays de Paris podem ser encontrados no terceiro e quarto “arrondissements”. Já algumas das festas gays de Paris acontecem em áreas um pouco mais afastadas do centro e, para chegar até essas você precisará pegar o metrô ou um taxi.  O bairro Le Marais faz parte do patrimônio histórico da Unesco. Já foi moradia de músicos, artistas, judeus, e hoje abriga a comunidade gay de Paris. O ar decadente dos casarões antigos faz do bairro o mais charmoso da cidade.  A Le Queen “Rainha da Noite” em português,  é uma das boates gay mais famosas e estabelecidas da cidade de Paris, localizada na mundialmente famosa avenida Champs-Elysées.

Barcelona – Espanha

O ambiente gay de Barcelona está progredindo a passos de gigante e, com isso, a cidade já está começando a ser considerada a capital GLS da Europa, com uma grande vantagem sobre Amsterdã, devido seu clima cálido e praias frequentadíssima pela comunidade turista gay,  que chegam ultrapassar a margem de mais de 150 mil visitantes LGBT ao ano. Carrer de Balmes e a Gran via de Los Cortes, são onde o publico encontra mais ambientes, apesar que restringir a um único bairro a noite gay desta capital, é quase impossível, devido o imenso leque de atrativos LGBT, que a cidade possui. Barcelona é considerada por muitos a cidade mais dinâmica da Espanha, se não de toda Europa. Também é considerada por muitos por ser a cidade da Espanha mais hospitaleira  para a comunidade gay, acompanhada de um clima fabuloso com dias claros e ensolarados o ano todo. Não é excepcional encontrar pessoas tomando sol na praia até no inverno. Barcelona e Marbella oferecem quilometros de praias cheias de palmeiras e gays de todas as partes do mundo.

Amsterdam – Holanda

Sendo uma das cidades mais tolerantes do mundo, Amsterdã não poderia deixar de ter uma comunidade gay bastante ativa, e a prova disso são os inúmeros bares e baladas gays que são encontrados na capital holandesa. Os holandeses prezam por qualidade, e em Amsterdã você encontrará bares gays com decorações arrasadoras, onde nada foi economizado na tentativa de deixar os seus visitantes de boca aberta. A cidade de Amsterdã é totalmente “gay-friendly” portanto há mais que somente um bairro ou rua gay, já que os bares e boates gay de Amsterdã estão espalhados por toda a cidade.

Londres – Inglaterra

Londres é uma cidade com tradição em vanguarda. Por isso, há muito tempo é vista como um polo de grandes atrações para gays, lésbicas e simpatizantes.  Se o Soho é o bairro tradicionalmente relacionado ao público gay em Londres, saiba que há muitas outras opções pra lá do distrito central. Para te ajudar a escolher o destino final da noite, existe uma vasta lista roteiro especial com os points do momento na capital inglesa. Essas informações podem ser facimente localizada no google. Se joga.

Copenhagen – Dinamarca

O amor da liberdade. Liberdade para amar. Esse foi o slogan durante a campanha gay “Mundo Outgames 2009”, em Copenhague, e nunca tem tocado mais verdadeiro em Copenhague do que hoje. Copenhageners são pessoas de mente aberta, relaxada e tolerante, e a capital tem sido um playground para tanto Danes gay e turistas.  Aqui você pode ser livre, aberta e acima de tudo si mesmo.  Hoje, um monte de países ocidentais são tolerantes com os homossexuais, mas a Dinamarca tem sido sempre na liderança quando se chegou até a aprovação de leis para garantir a igualdade para gays e lésbicas. Copenhague é uma cidade bonita e descontraída, e atitudes em relação à gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros são liberal e de mente aberta.  Os membros da comunidade LGBT tendem a misturar mais liberdade aqui do que em muitas outras grandes cidades ao redor do mundo.   Sem sobra de duvida  Copenhague é uma das cidades mais belas, relaxada e gay Freedom do planeta.

Berlim – Alemanha

Sendo a cidade mais liberal da Alemanha, você não precisará fazer muito esforço para encontrar uma balada gay em Berlim. Na verdade, a maioria das baladas mais famosas da cidade sempre são mais gay do que hétero.  A quantidade de bares e baladas gays em Berlim é realmente enorme, e lugares gays é o que não falta.  Selecionamos aqui algumas das melhores baladas e bares gays de Berlim para que você conheça um pouco mais sobre a diversa vida noturna da capital alemã e programe a sua visita.  Foi nessa Berlim que surgiu uma cena cultural e noturna das mais interessantes. Foi lá também que nasceu a primeira comunidade gay formada do mundo. E é justamente essa efervescência da cidade que encanta a todos que param por lá. Para os gays, a diversão é de sobra. A cidade reúne a combinação perfeita de festas sem hora para acabar e um roteiro sexual intenso. Com uma das sociedades mais abertas da Europa, Berlim é uma das grandes capitais gays do mundo. Até o prefeito é gay. Klaus Wowereit foi eleito pela terceira vez .  Foi ele quem criou o slogan de Berlim: “Pobre, mas sexy.

São Paulo – Brasil

Mas para se falar em comunidade LGBT, e não citar ou lembrar as paradas, não é difícil não, mas sim impossível, por isto não podemos  jamais deixarmos de ter São paulo como umas das referencias mundiais Gay Freedom. São Paulo é considerada  a Melhor Cidade LGBT do mundo, devido possuir a melhor e maior parada Gay do mundo.  Na categoria Melhor Cidade, ela disputa com cidades não citadas nesta matéria, como Toronto, Madri e Tel Aviv.  Já na categoria Parada Gay está disputando com São Francisco, berço expendido e referencia na luta pela igualdade de direitos LGBT,  Amsterdam, Toronto e Atlanta.  Pasme com a maior da vez é , ” a Parada Gay de São Paulo é o segundo maior arrecadador de imposto e gerador de emprego e renda direto e indireto da cidade de SP e do país. São paulo recebe cerca de 3 milhões de turistas, durante a parada, esses números se multiplicam, ao se levar em conta que muitos turistas não ficam na cidade, durante os 30 dias de atividades extensas antecipando a maior pride do mundo. E mais. O estado de São Paulo sedia já a quatro anos, o maior evento marítimo gay da América latina, o “Cruzeiro Freedom on Board” . O evento é considerado um dos mais caros, luxuosos e badalado da América, seus pacotes vareiam de 800,00 à  5 mil reais, incluindo 3 dias e 4 noites de muita musica, agitação e muita paquera.

Tags:, , , , , , , , , , , , , ,

>Link