Meu primeiro abraço gay: o que acontece quando um homofóbico abraça um gay
   Blog Diversidade   │     23 de março de 2014   │     0:00  │  0

Mais um daqueles vídeos emocionantes para viralizar nas redes sociais. “Meu primeiro abraço gay” parodia o vídeo “First Kiss”, onde 10 casais de estranhos se viam pela primeira vez e se beijavam. O mote do vídeo é o mesmo: 10 pessoas de diferentes origens e etnias se abraçam. Cinco delas são homossexuais; as outras cinco, são homofóbicas, conforme mostra essa reportagem do jornal USA Today

Os diálogos são fortes e comoventes: “Porque você acha pecado ser gay?”, pergunta um rapaz para uma velhinha. “Porque assim está escrito na Bíblia”, responde a senhora. Ela diz ter reconhecido de cara que o rapaz era gay: “Você é muito bonito e bem-vestido”, elogia a idosa. O rapaz agradece e ri. A conversa termina num abraço e com o rapaz beijando os cabelos brancos da mulher.

“Como você consegue beijar outro homem?”, questiona um dos homofóbicos a um rapaz. A resposta vem simples: “Do mesmo jeito que você tem prazer em beijar uma garota”. A criação do Gay Women no YouTube parte de algo corriqueiro, um abraço. Mas mostra como um gesto pode desarmar as pessoas, estabelecer uma ponte e abrir caminho para acabar com a violência. (dica do Paulo Henrique Moura).

Para assistir o vídeo “Meu primeiro abraço gay” Click aqui

Fonte: Yahoo Noticia

Foto: YouTube

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *