Papa da homossexualidade no Brasil e mais quatro brasileiros, estão na lista dos gays mais influentes da história
   Blog Diversidade   │     6 de novembro de 2012   │     0:01  │  3

Uma lista diferente foi publicada pela edição mais recente da revista americana Mate, dirigida a homossexuais. Nela aparecem os 500 gays mais influentes da História. Quem lidera o ranking é o gênio Leonardo da Vinci (1452-1519).

A publicação diz ter feito esta listagem para reduzir o preconceito contra homossexuais, já que importantes figuras da História, responsáveis por grandes feitos, eram/são gays. Além disso, defende que nem todo mundo que merece ser ouvido e ter a opinião respeitada é heterossexual.

Para definir o ranking, foram selecionadas mais de mil personalidades, que acabaram ordenadas por um júri composto por seis pessoas, líderes de opinião, de todo o mundo.

BRASILEIROS

No ranking, alguns brasileiros foram lembrados, como o empresário André Fischer (261º lugar), o dramaturgo José Celso Martines Corrêa – conhecido como Zé Celso – (358º), o antropólogo  Luiz Mott (379º) e o escritor João Silvério (422º).

VEJA ABAIXO O TOP 10 DA REVISTA MATE

1 – Leonardo da Vinci (mestre da arte Renascentista) 2 – Sócrates (filósofo) 3 – Alexandre, o Grande (rei da Macedônia) 4 – Stephen Fry (ator e roteirista) 5 – Oscar Wilde (escritor e poeta) 6 – Harvey Milk (ativista da causa gay) 7 – Peter Tchaikovsky (compositor) 8 – Júlio César (líder da Roma Antiga) 9 – William Shakespeare (escritor) 10 – Andy Warhol (artista)

Pode ate parecer algo sem importância, mais para a história de luta, informação e repasse de conhecimentos, que pessoas como, André Fischer  a frente da imprensa LGBT, João Silvério Trevizan na literatura, Luiz Mott – um dos grande guerreiro, papa da homossexualidade no Brasil, que foi perseguido politico na época da ditadura, entre outras frentes de batalha, a exemplo de denunciar as violações de direito que a população LGBT sofreram e ate hoje ainda sofrem, devido esta politica nojenta e sanguinária, fortalecida, por costumes fundamentalista, e uma cultura podre e preconceituosa, que na verdade só serve para excluir e fazer sangrar, os que para uma grande parcela da sociedade, são os pervertidos, que vieram para virar o mundo de cabeça para baixo.

Esta semana uma frase que correu as redes sociais me chamou atenção. “O mundo não precisa de igreja, mais sim de um salvador” .

Dai podemos ver a total importância deste mérito.

Se orgulhar de sua história, por todo o trabalho realizado em prol de uma minoria, é simplesmente escrever na pedra o seu repúdio, e aversão ao preconceito e a injustiça social.

 

>Link  

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. maria claudia dos santosd

    O MUNDO NÃO PRECISA DE IGREJA?????TA DE ONDA ´ SÓ PODE!!!!!! O MUNDO PRECISA DE AMOR E RESPEITO E OUVIR DEUS!!!!!!!!

    Reply
      1. Blog Diversidade Post author

        Prezado Anderson Donizeti,

        Sugiro que antes, abra ao menos o dicionario e veja o significado da palavra papa.

        Um forte abraço.

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *