Tag Archives: Recife

Grupo Metrópole inaugura mais um point LGBTQIA+ em Recife
   8 de outubro de 2021   │     17:16  │  0

Com uma proposta de reunir a comunidade e seus simpatizantes o estabelecimento funcionará de segunda a segunda e nasce com a proposta de ser um espaço de homenagens a representatividade, resistência e muita cultura.

“Nhaí, amapô! Não faça a loka e pague meu acué, deixe de equê se não eu puxo teu picumã!”. Tradução: “E aí mulher! Não faça a esquecida e pague meu dinheiro, deixe de mentira se não eu puxo seu cabelo”. A frase de abertura fez parte da prova de “Linguagens e Códigos” da edição 2018 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e é um pajubá, dialeto criado pela comunidade LGBTQIA+. Nascido na ditadura e com origem no iorubá e nagô, o vocabulário reúne apropriações linguísticas criadas no universo homossexual e das travestis. Como forma de homenagear o Grupo Metrópole inaugura nesta quinta-feira (07), o seu novo espaço o Pajubar, na Avenida Manoel Borba, 693, no coração da Boa Vista.

O Pajubar toma o lugar do Miami Pub, que durante o ápice da pandemia do Covid-19 abrigou o Delivery da Metrópole que agora mudou-se para outro lugar na casa. “Começamos com o Terraço do Delivery que deu super certo e vimos que com as restrições de distanciamento as pessoas sentiam a necessidade de se reunir em mesas com seus amigos para tomar um drink e degustar comidinhas. Os tempos são outros e a celebração a mesa está ditando a moda na noite LGBTQIA+”, explica a produtor cultural da casa Victor Hugo Bione

“Fomos produzindo o terraço com uma decoração inusitada e as ideias começaram a aflorar. Com as flexibilizações de reabertura dos bares e restaurante tiramos o projeto do Pajubar que já conta, além do Terraço, ao ar livre, e ampliamos com um interno climatizado”, revela Victor Bione.

O bar ganhou mais mesas e conta com um balcão em mármore e detalhe dourado, paredes na cor vermelha e uma galeria composta de quadros assinados pelo estilista e artista plástico Beto Kelner da Gatos de Rua. “Será uma galeria de arte moderna e estamos abertos para receber mais obras de artistas de Pernambuco para exposição”, avisa Victor Bione.

O Pajubar também tem um diferencial o seu staff é composto com 50% de homens e mulheres transsexuais. Para animar música ambiente com hits do momento. O cardápio é o quesito a parte composto por uma variedade de bebidas, como drinks especiais, espumantes, vinhos, cervejas de marcas nacionais e importadas, artesanais geladíssimas, pois houve a construção de uma câmara fria que deixa todos os produtos a ser consumido no linguajar mais apropriado um ‘véu de noiva’. Para comer petiscos diversificados. Agora é ir rumo ao PajuBar e se divertir.

”Bee anote na agenda inauguração do PajuBar quinta-feira 07/10, das 17h30 até 1h, terá muito ocó pra gente acuendar, a loka!

SERVIÇO

Inauguração Pajubar

Avenida Manoel Borba, 693, Boa Vista

Recife – PE

Das 17h30 até 1h

Tags:, , , , ,

MAMAM foi cenário de curta-manifesto de comemoração ao dia do Orgulho LGBTQIA+
   23 de junho de 2021   │     17:55  │  0

Pela primeira vez um museu tradicional do Recife, um casarão do século XIX, que possui um rico acervo de obras de Tomie Ohtake, João Câmara (com a série “Cenas da Vida Brasileira”), Aloisio Magalhães, Abelardo da Hora, Tarsila do Amaral, etc, abriu as suas portas para dar visibilidade contra a homofobia. A iniciativa faz parte das comemorações do ‘Festival Sou Assim’ da TV7Brasil do Youtube

O Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (Mamam), na Rua da Aurora, foi cenário para o vídeo manifesto contra o preconceito em homenagem ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. O curta intitulado “Eu não quero um filho gay” será lançado à 0h do domingo para a segunda-feira (28/07) e faz parte do ‘Festival Sou Assim’ para servir como instrumento de apoio na luta contra a LGBTFOBIA. A iniciativa será exibida pela TV7Brasil na web no Youtube.

O filme é baseado em fatos reais. Relembra a história de um jovem que após um desabafo em suas redes sociais, sobre o preconceito sofrido pela sua família é encontrado morto em seu quarto com sinais de enforcamento. A polícia descreveu o caso como suicídio.

A sinopse é trágica, porém é real. De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB), em 2018, houve um aumento de 284% nos casos de suicídio na comunidade LGBTQIA+. O ato depressivo é a quarta principal causa de morte no Brasil entre esses jovens de 15 a 29 anos, segundo dados do Ministério da Saúde.

De acordo com informações da revista científica “Pediatrics” (EUA), a comunidade LGBTQIA+ tem seis vezes mais chance de interromper a vida. Principalmente quando convivem em ambientes hostis à sua orientação sexual ou identidade de gênero.

O curta conta no elenco com a talentosa transex Rayssa Carraro, o bailarino Alex Carvalho e uma participação especial da atriz trans veterana dos palcos de Pernambuco Raquel Simpson. “Tudo é muito forte e traz a tragédia, mas em meio a dança, dublagem e uma interpretação inigualável dos atores. Será emocionante”, conta o diretor e produtor do curta Marcone Felix.

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL – E na semana que antecede o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, a TV7Brasil apresenta mais atrações do ‘Festival Sou Assim’ com entrevistas, shows, curta com a finalidade de servir como instrumento de apoio de luta contra o preconceito. E tudo isso o espectador pode assistir na palma da mão no seu smartphone e se quiser na Smart TV, tablet ou computador.

A programação começa na sexta-feira (25/07), às 21h com o programa “Pajubá Drag” sob o comando das mais talentosas drags queens de Pernambucano Alexia Tarantino, que será a mediadora da cena, Norman Bancks e a princesinha da TV7Brasil Mílicent.

Já no sábado (26), 21h, o clima esquenta com o programa “Pajubá Gay” sob o comando do aclamado sociólogo Acioli Neto, que receberá os convidados: o jornalista do portal IG e correspondente do jornal Estado de São Paulo Pedro Jordão; O militante Thiago Rocha; do sociólogo Rildo Veras, além da participação especial de Sivon Carvalho.

Domingo (27), às 13h, a princesinha da TV7Brasil, Tory Mílicent fará uma entrevista com a transex Raysa Carraro e o bailarino Alex Carvalho, no Mamam, para mostrar uns Spoliers do curta “Eu não quero um filho gay”.

Também no mesmo dia a partir das 19h haverá o programa divertidíssimo com o “Pajubá Trans” participarão as trans Marquesa Santos, Madonna Twins e Laleska Maria Lima.

Do domingo para a segunda, à 0h, como já informado acima haverá a exibição do curta “Eu não quero um filho gay”. Já a partir das 21h será passado o filme “Travesia” do cineasta Chico Amorim, estrelado por Risolene Lima, Bruno de Lavor e Aurélio Lima. Uma história dedicada a todos os LGBTQIA+ que morreram vítimas da homofobia no sertão nordestino.

Para encerrar o Festival Sou Assim, às 22h30, é hora de sorrir com as famosas “Beshas do Kinet”, Rita Pavone, Ágda Monteiro e Michelle de Afogados com mais peripécias e alegria e claro o cuscuz a mesa com uma manteiguinha e um café bem fresquinho. Tudo feito na hora!

Tags:, , , , , , ,

Carnaval gay ganha as ruas do Brasil
   9 de fevereiro de 2018   │     11:53  │  0

O carnaval chegou e o Brasil inteiro vira uma grande festa. Mas, para o púbico gay a folia a cada ano ganha ainda mais destaque. Grandes cidades carnavalescas como Rio de Janeiro e Salvador se firmam como destino gay friendly no carnaval e até mesmo São Paulo investe na folia voltada para esse público. Com isso, cada vez mais o turismo LGBT ganha força nesta época, tanto interno quando trazendo turistas de todos os cantos do mundo.

O Rio de Janeiro é certamente o destino para carnaval gay mais tradicional do Brasil. A cidade sempre foi reconhecida pelo seu carnaval e os foliões LGBT sempre encontraram seu espaço no destino. Mas a cada ano que passa o Rio vem se firmando com ótimas opções para se tornar um destino gay friendly ainda mais forte na festa do Rei Momo. O que antes era restrito aos cantos escondidos da cidade e aos bailes de gosto duvidoso tomou, literalmente, as ruas da cidade. Muitos blocos passaram a ser frequentados pelo público gay e a cada carnaval a agenda dos foliões LGBT no carnaval de rua se torna ainda maior (clique no link para ler a agenda dos melhores blocos gays do Rio). Além disso, o público gay costuma brincar o carnaval na rua de dia e aproveitar as festas gays da cidade (clique no link para ver a agenda) a noite. Um roteiro bem agitado, mas que ninguém quer deixar de curtir.

Se o Rio é famoso pelo carnaval, São Paulo já foi considerada o túmulo do samba. Mas que chegar na cidade no período que antecede a folia e ficar por lá durante e depois do carnaval pode se surpreender. O carnaval de rua de São Paulo está a cada ano que passa mais forte. Sendo a cidade com mais opções de entretenimento gay do Brasil não é difícil entender porque os blocos gays de São Paulo são mais declaradamente gays (clique no link para ler as dicas dos melhores). Inclusive muitas das festas e boates da cidade estão investindo em seus próprios blocos, que arrastam multidões que impressionam.  Não será estranho se daqui alguns anos escutarmos que o carnaval de São Paulo se tornou referência em carnaval gay no Brasil.

Mas de todos os destinos brasileiros carnavalescos o que vem ganhando a cada ano mais turistas gays é Salvador. A cidade que sempre teve na folia uma das datas mais importantes passou nos últimos anos a receber cada vez mais o público LGBT. O que começou com um movimento normal de amigos indo curtir um carnaval diferente se tornou tão grande que nos últimos anos a cidade se prepara para receber o público. Alguns blocos são reconhecidos por ser os preferidos dos gays e até mesmo investiram em associar seu nome a maior boate gay da cidade para a venda de abadás. Este ano pela primeira vez haverá um camarote gay para quem quiser curtir a folia com mais conforto e as festas na cidade estão ainda maiores, tanto que Preta Gil resolveu abrir sua boate na cidade justamente no período da folia. O carnaval gay de Salvador já uma realidade e promete se tornar ainda melhor a cada novo ano (clique no link para ler as dicas do carnaval gay na cidade).

Escolha o seu destino e se jogue na folia.

Tags:, , , , , ,

Brasil é uma das rotas Gay Friendly mais preferidas do planeta
   5 de fevereiro de 2015   │     0:00  │  0

turismo-gay

Turismo Gays gera hoje US$ 54 bilhões (cerca de R$ 121 bilhões) em todo o mundo

No setor de viagens, já há algum tempo, o mercado LGBT não para de crescer, tanto agências como órgãos de fomento turístico oferecem informações em páginas on-line e guias especialmente voltados para esse público.

Além das atrações turísticas e culturais, campanhas promovidas pelo Governo Federal reforçam, no exterior, a imagem de um país aberto à diversidade. Dentre as cidades mais visitadas, o Rio de Janeiro e São Paulo são as preferidas.

Em 2007, a capital paulista se tornou o primeiro lugar do país a ser considerada “Gay Friendly” – expressão usada para denominar locais em que os LGBTs são bem-vindos. A Avenida Paulista é um dos destinos mais procurados pelo público e chegou a entrar para o Livro dos Recordes por atrair cerca de 2,5 milhões de pessoas na Parada do Orgulho Gay, em 2006.

Para Fernando Quaresma, da Associação Parada Orgulho Gay de São Paulo, ainda existe homofobia no Brasil, já que não há uma lei que criminalize o ato.

Já a terra do dendê está apostando na consolidação de um produto turístico voltado especificamente para este público, que é formado em sua maioria por solteiros, sem filhos, que gostam de viajar e gastam até quatro vezes mais do que o turista convencional. Uma das políticas do governo baiano para conquistar este mercado promissor é o apoio à Semana da Diversidade e Parada Gay de Salvador, eventos promovidos pelo Grupo Gay da Bahia.

Na avaliação do secretário do Turismo do estado, Domingos Leonelli, ao apoiar a Semana da Diversidade e a Parada Gay de Salvador, a Setur e a Bahiatursa esperam que, em médio prazo, o evento se torne referência no calendário turístico da capital baiana. Para formatar este produto turístico, a Secretaria do Turismo do Estado  (Setur) e a Bahiatursa buscaram respaldo para o potencial deste segmento aplicando uma pesquisa durante a Parada Gay de São Paulo em junho do ano passado.

Entre os resultados, a Bahia foi considerada pela maioria dos entrevistados como um destino Gay Friendly, o que contribui para a captação dos turistas LGBT. Os resultados da pesquisa de demanda LGBT apontam que, dos 1.037 entrevistados que participaram da Parada Gay de São Paulo, em junho deste ano, 91,6% consideram a Bahia um destino Gay Friendly  e 96,2% manifestaram interesse em conhecer a parada gay de Salvador.

Sem sombra de duvidas a principal problema para a consolidação de uma política de turismo voltada para o mercado que mais cresce atualmente. Movimentando cerca de US$ 54 bilhões (cerca de R$ 121 bilhões), com uma taxa de crescimento anual em torno de 10%, esse novo mercado tem enchido os olhos de regiões até então tradicionais, como o Nordeste brasileiro e a Coréia do Sul, que estão se apresentando como mercados excitantes e seguros para essa nova vertente turística. Pernambuco, inclusive, poderá vir a sediar uma grande conferência sobre o segmento em 2016.

Já a cidade maravilhosa, capital das maravilhas do Brasil, o Rio de Janeiro, é hoje considerada uma das maiores referência mundial do turismo gay, segundo reportagem publicada ano passado pelo diário inglês The Guardian. De acordo com o jornal, ano passado aconteceram diversas ações favoráveis à comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais) como cursos vocacionais para travestis, projetos contra intimidação de estudantes gays e lésbicas e uma nova lei proibindo a discriminação nos clubes noturnos da cidade. Todas essas iniciativa, são ações que esta dentro do programa modelo Rio Sem Homofobia, realizado através de uma parceria do Governo do Estado do Rj, capital e outros órgãos interessados no aumento do turismo LGBT naquele estado.

Outra iniciativa tomada pela prefeitura da cidade foi a criação de uma secretaria especial para a diversidade, liderada pelo estilista Carlos Tufvesson. O jornal ressalta que essas iniciativas são uma potencial fonte de renda para a cidade, já que 25% dos turistas que visitaram o Rio no ano passado eram gays.

Outro estado que esta crescendo e muito com a visão Gay Friendly é Pernambuco. Com foco no público LGBT brasileiro, o Recife Convention & Visitors Bureau lançou a campanha ‘Friendly LGBT ano passado. Pernambuco Simpatiza com Você’, que visa à capacitação dos profissionais que atuam nos atrativos turísticos e culturais pernambucanos para melhor receber o turista gay.

Até então, cerca de 100 estabelecimentos pernambucanos já aderiram à campanha e são identificados com placas que exibem as cores do arco-íris, símbolo internacional do público LGBT.

O Recife CVB também lançou o ‘Guia da Diversidade’ com diversas sugestões de restaurantes, bares, boates, museus, além de indicações de hotéis, pousadas, agências de receptivo e locadoras de carros que fazem parte do projeto ´Friendly´.

Tags:, , , , , , ,