Tag Archives: Pernambuco

Universidade Federal de Pernambuco lança Política de Acolhimento LGBT
   Blog Diversidade   │     16 de maio de 2016   │     10:27  │  0

O programa espera que  a política sirva de modelo para outras universidades

O programa espera que a política sirva de modelo para outras universidades

A Universidade Federal de Pernambuco passa a contar, de forma pioneira entre as instituições de ensino superior brasileiras, de uma série de ações voltadas para sua população de LGBT – Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros. O documento foi lançado durante evento realizado na tarde dessa segunda-feira (11) na Biblioteca Central da UFPE. “Essa é uma política que vai ter uma inserção direta na vida da comunidade LGBT da Universidade Federal de Pernambuco. E é importante dizer que ela é para os alunos e alunas, para os docentes e técnicos e técnicas. A gente espera que ela sirva de modelo para outras universidades”, afirmou a professora Luciana Vieira, do Departamento de Psicologia.

A Política LGBT da UFPE tem o objetivo de favorecer o acolhimento, a inserção e a permanência dessa comunidade na Universidade. A partir dela, vão ser promovidas ações afirmativas objetivando minimizar os efeitos das desigualdades sociais e regionais, reduzir as taxas de retenção e evasão escolar das pessoas travestis, transexuais, transgêneros e intersexuais, e também promover a inclusão social pela educação. “A universidade, como uma instituição pública pertencente à sociedade, forma pessoas com uma visão ética, uma visão de cidadania, e que possam reagir a quaisquer tipos de violência ou de assédio às opções de gênero a que qualquer um tem naturalmente direito”, disse o reitor Anísio Brasileiro durante o evento de lançamento. “Essas são políticas concretas voltadas para o acolhimento e a diversidade das opções de gênero de todos e de todas”, completou o reitor.

O documento prevê ainda a promoção de ações protetivas direcionadas à saúde dessa população e voltadas à pesquisa LGBT. “Isso é uma ação importante da instituição no sentido de acolhimento a uma população que é cultural e historicamente marginalizada. Ela se insere em um contexto mais amplo de uma política federal de acolhimento e afirmação da população LGBT que tem dimensões preventivas, na área de proteção dessas pessoas e de acolhimento também. É de fundamental importância que a gente tenha, dentro da Universidade Federal de Pernambuco, uma política de acolhimento à população trans”, disse o diretor de Informações da Pró-Reitoria de Comunicação, Informação e Tecnologia da Informação (Procit), Rômulo Pinto, que citou ações como a portaria que permite à população trans utilizar o nome social em todos os documentos institucionais, já em vigor, bem como a campanha de sensibilização da comunidade universitária, que vai estar presente em cartilhas, banners e em inserções na TV Universitária, entre outros espaços.

A estudante Maria Clara Araújo elogiou a política LGTB da UFPE

O evento contou ainda com o debate “Políticas de Educação para as Pessoas LGBT: Pensando Acesso e Permanência”, que teve entre seus participantes a ativista e aluna do Curso de Pedagogia da Universidade Maria Clara Araújo. “Toda política que venha transformar essa universidade em um lugar seguro para as pessoas LGBT como um todo é muito importante, porque a gente vê a universidade sendo do povo, para o povo. E a universidade popular é um caminho que nós devemos trilhar”, disse. “Eu fico muito feliz por estar sendo implantada toda uma estrutura para amparar esse público, que precisa de um olhar específico para suas demandas”, completou Maria Clara Araújo.

O lançamento da Política LGBT da Universidade Federal de Pernambuco teve ainda a participação do promotor do Ministério Público de Pernambuco Maxwell Vignole “Nós precisamos não só do anteparo da academia, mas dessa luz, dessa informação que a parte científica e técnica pode nos dar para que nós, técnicos e aplicadores do direito, possamos conseguir, efetivamente, uma mudança.”

Promotor Maxwell Vignole faz palestra na abertura do eventoA iniciativa faz parte das ações que estão sendo promovidas na Semana do Amor Igual, evento organizado pela UFPE, Ministério Público de Pernambuco, Movimento Mães pela Igualdade, Humanitas-Unicap e Instituto José Ricardo. A ação segue até o próximo dia 18 com audiências públicas, rodas de diálogos, exibição de curtas-metragens em diversas comunidades da Região Metropolitana do Recife, apresentações artísticas e outras ações voltadas a enfrentar a lesbo-homo-transfobia.

Ações da Política LGBT da UFPE

1. Ações afirmativas
Projeto “Vai ter trans na UFPE, sim!”
Minimizar os efeitos das desigualdades sociais e regionais; reduzir as taxas de retenção e evasão escolar das pessoas trans; promover a inclusão social pela educação; e garantir a prioridade no acesso à bolsa de manutenção dessa população.
Projeto “No mundo do trabalho cabem todas as cores”
Criar parcerias com instituições públicas e privadas para inserção dos (as) alunos (as) LGBT no mundo do trabalho.
Elaboração do programa “Na UFPE ninguém precisa ficar no armário”
Programa de TV que será realizado por docentes e alunos (as) LGBT na grade da TVU.
Criação da “Diretoria de Assuntos LGBT”
Instância ligada ao Gabinete do Reitor que será responsável pela execução da Política LGBT da UFPE.

2. Ações preventivas
Lançamento da campanha de sensibilização da comunidade da UFPE em relação ao uso do nome social e ao uso do banheiro pelas pessoas trans.
Campanhas de afirmação dos diretos LGBT.
Exposições itinerantes e cinedebates voltados à temática LGBT.
Cursos de capacitação dos(as) servidores(as) em relação à temática LGBT.

3. Ações protetivas
Elaborar um regimento ético que preveja punições para lesbo-homo-bi-transfobia na UFPE.
Criar um aplicativo para mapear e denunciar estas práticas na UFPE.
Criar a ouvidoria da diversidade.

4. Ações direcionadas à saúde da população LGBT
Ampliar o quadro de funcionários (as) e construir um novo local para o “Espaço de acolhimento e cuidado para pessoas trans do HC-UFPE”.
Criar a linha de cuidado LGBT no SPA (Serviço de Psicologia Aplicada).

5. Ações voltadas para pesquisa LGBT
Produzir uma linha editorial LGBT.
Elaborar editais de fomento a pesquisa relacionados à problemática LGBT.
Criar o prêmio “A diversidade na UFPE” para estimular e fortalecer as pesquisas sobre esta temática.
Realizar seminários e congressos voltados às temáticas LGBT

Fonte: ASCOM

Tags:, ,

>Link  

Gays detidos em Olinda afirmam terem sido vítimas de homofobia
   Blog Diversidade   │     14 de fevereiro de 2015   │     21:05  │  1

Magno da Costa Paim, 21 anos, e o paraense Hector Zapata, 22

Magno da Costa Paim, 21 anos, e o paraense Hector Zapata, 22

Um turista baiano acusou uma dupla de policiais de agir com truculência e homofobia durante uma abordagem, na noite desta quarta-feira (11), em frente ao Mercado da Ribeira, em Olinda. De acordo com um dos envolvidos, o estudante baiano Magno da Costa Paim, 21 anos, ele e o namorado, o paraense Hector Zapata, 22, estavam acompanhado uma apresentação cultural na Cidade Alta quando dois policiais se aproximaram para uma revista.

Após verificar os documentos, os policiais se afastaram da dupla, voltando logo em seguida e os agredindo – segundo Magno, por causa de uma troca de beijos em público. “Não satisfeitos, eles (os policiais), depois de cinco minutos, voltaram e falaram que aqui não era a Bahia, que era Pernambuco e me deram um tapa na cara. Se eu quisesse continuar beijando um homem, se eu quisesse tirar a roupa, eu tinha que ir para o motel, que aqui era Pernambuco”, declarou o turista.

Neste momento, Hector teria se exaltado e pedido a identificação do policial, que o autuou por “desacato à autoridade”. Uma amiga do casal, chamada Raiane, que está hospedando a dupla em Olinda, conta que um dos amigos chorou muito diante da agressão – moral e física – cometida pelos policiais. “Os PMs não gostaram do beijo e deram um tapa na cara de um e outro tapa no peito do outro e disseram ‘vão fazer isso em um motel, seus putos. Eles saíram arrasados, humilhados, chorando”, conta a jovem de 19 anos.

O casal abriu um processo na Corregedoria da SDS e prestou queixa no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O caso será investigado pela delegada Gleide Ângelo, que já ouviu os três estudantes. Agora, ela disse que vai colher o depoimento dos policiais e de testemunhas para apurar o ocorrido. Gleide ainda verá se alguma câmera de segurança gravou a confusão.

Versão da Policia

De acordo com termo circunstanciado de ocorrência (TCO) registrado na Delegacia do Varadouro, populares teriam acionado a Rocam, informando que dois homens estariam se “masturbando mutuamente”. Ainda consta no TCO que, quando a viatura chegou ao local para a abordagem, a polícia teria flagrado dois homens com os órgãos genitais expostos. Durante a ação policial junto aos turistas – na qual teriam acontecido agressões verbais e físiscas -, os soldados foram confrontados por um amigo do casal, Marcos Túlio do Carmo, 24, que acabou sendo algemado e preso por desacato.

Em nota,  a SDS informou que o corregedor-geral Sidney Lemos determinou que a Unidade de Inteligência faça os levantamentos a respeito dos fatos, inclusive a identificação dos policiais agressores. “Uma vez constatados excessos, transgressões ou crime por parte dos policiais, eles serão responsabilizados através do procedimento disciplinar correspondente a ser instaurado pela Corregedoria”, diz o comunicado.

Tags:, , , , ,

>Link  

Carnaval Gay 2015: Entre na rota mais Gay Friendly do Brasil
   Blog Diversidade   │     10 de fevereiro de 2015   │     0:00  │  0

Sem medo de erra eu aposto que o frisson do carnaval gay deste ano será o baile Glan Gay, promovido pelo carnavalesco Milton Cunha

Sem medo de erra eu aposto que o frisson do carnaval gay deste ano será o baile Glam Gay, promovido pelo carnavalesco Milton Cunha, na quadra da verde Rosa

Gays, lésbicas, bissexuais e drags são identidades que criam, recriam, reforçam ou mostram-se de maneira notável, principalmente durante os ritos de carnaval. As pessoas que formam este grande grupo vêm de toda parte para se divertir em nosso carnaval. Eles estão em comemorações de rua, nos bailes e em desfiles das Escolas de Samba, eventos que dão vida ao Carnaval de todo o Brasil.

A criação de blocos exclusivos de música eletrônica, bem como a escalação de DJs famosos para festas segmentadas em camarotes, bares e casas noturnas e blocos puxados por grandes nomes da musica, são indícios de uma mudança na percepção dos públicos.De maneira geral, o LGBT é mais exigente, pois preza pelo conforto e pela qualidade do serviço. Por isso mesmo, está disposto a pagar mais por algumas regalias, com isto os empreendimentos friendly crescem a todo vapor por grandes metrópoles e cidades de todo o país.
Então você que ainda não se decidiu onde passar os quatro dias de maior frisson em nosso país, ai vai a dica para você saber onde cair na folia.
Bahia
Blocos das divas
Gays e lésbicas sempre estiveram por toda parte no Carnaval da Bahia, mas são nos blocos das divas Daniela Mercury (Crocodilo), Ivete Sangalo (Coruja), Claudia Leitte (Largadinho), Margareth Menezes (AfroPop) e Alinne Rosa (Eu Vou!) que eles se concentram em maior número.
Bloco dos Travestidos
Outro grupo carnavalesco simpatizante é o bloco de travestidos “As Muquiranas”, que sai no sábado, segunda e terça de Carnaval, no circuito do Campo Grande. Este ano, o bloco completa 50 anos e para comemorar a data os foliões sairão fantasiados com o traje típico de baiana.
Concurso de fantasias e boate a céu aberto
 Na segunda-feira (16), a partir das 18h, a Praça da Sé será palco do tradicional Concurso de Fantasias Gay, promovido há 18 anos. Esta edição vai distribuir R$ 24 mil em prêmios para os vencedores nas categorias luxo e originalidade.
Vila da Diversidade
Em 2014, a Empresa de Turismo S/A (Saltur) criou no Centro a Vila da Diversidade, um espaço com desfiles, shows de transformistas e apresentações de DJs. O objetivo era instituir um ambiente de convivência que reunisse os LGBTs espalhados pelos três circuitos, mas a iniciativa não vingou.
Praça Eletrônica
Uma novidade anunciada pelo prefeito ACM Neto que pode agradar a esse público é a praça eletrônica, espécie de boate a céu aberto, na Barra. Segundo o prefeito, a ideia é estender o Carnaval no circuito Dodô e oferecer mais música aos foliões entre a passagem dos trios e ao término da programação dos blocos.
After Party- Club San Sebastian
Para quem tiver fôlego de sobra, o club San Sebastian, no Rio Vermelho, abrigará a after party mais concorrido da folia, com programação que vai da sexta-feira até a quarta de cinzas, sempre a partir da meia-noite.

Pernambuco

Olinda encantos mil
No carnaval de Olinda, a Rua Prudente de Morais, “Rua do Beijo”, é conhecida por ser o melhor point para paquerar. Até o ano passado, a Prudente era o local onde a maioria dos camarotes particulares, hoje proibidos, se encontravam. Vá, se jogue e curta, é lindo ver os melhores maestros e músicos, como os da Pitombeira e o da Ceroula, dando o melhor deles sempre que passam lá.

Rua do Beijo

A Rua Treze de Maio, conhecida no carnaval como “Rua do Beijo”, especialmente o espaço em frente ao Museu de Arte de Contemporânea (Mac) da cidade, se tornou um point especial para a classe LGBT. A Rua traz consigo um histórico de rebeldia, já que expressava a liberdade na orientação sexual de seus frequentadores nos carnavais de tempos de preconceito e conservadorismo. Associado à comunidade gay há pelo menos 20 anos, é a rua onde o carnaval vai até mais tarde.

A Comida do Galo e Baile Deles – Clube Metropole

Nessa noite de verão,  o frevo e o fervo acontecem por todo Recife, depois que o Galo passar o babado é forte. Dai, pensando em não deixar os foliões esfriarem, o Clube Metrópole promove a tradicional comida do Galo, no dia 14, e o Baile Deles que ocorre no dia seguinte.

Rio de Janeiro

Baile Glam Gay

Vai ter muito babado, luxo e glamour na quadra da Mangueira, Zona Norte do Rio, às vésperas do carnaval 2015 no Rio de Janeiro. Amanhã quarta-feira (11), o carnavalesco Milton Cunha promoverá na casa da verde e rosa o primeiro “Baile Glam Gay”, com o qual pretende resgatar os “anos dourados” do carnaval. A programação do evento conta com presenças ilustres e atrações que prometem surpreender.

Comemorações de Rua no RJ

Se você quer participar das comemorações de rua, tem uma razão a mais para isso: elas são de graça! Nós aconselhamos a Rua Farme de Amoedo: é um lugar de destaque para ir no Rio; fica em Ipanema, próximo a praia e reúne diversas celebridades nacionais e internacionais. Diversos blocos de rua e grupos param o tráfego em pontos estratégicos da cidade e alguns deles constituem-se como o Carnaval Gay “Oficial” do Rio.

Banda de Ipanema

A Banda de Ipanema abre os festejos de carnaval duas semanas antes da data oficial, organizando três desfiles durante esta grande celebração brasileira. Este Bloco atrai um grande número de drag queens representadas em diversas formas, das mais clássicas como Carmem Miranda, até os tipos mais bizarros e grotescos, mas que sem sombra de dúvidas garantem os momentos mais divertidos sem esquecer o toque artístico.

Gala Gay 

Acontece também já a muitos anos o clássico baile de carnaval “Gala Gay”, no Scala, localizado no Centro, é o mais tradicional. Ele concentra as personagens mais exóticas com as fantasias mais luxuosas.

Boate The Week

No Rio de Janeiro, sábado, domingo e segunda serão dias de festa. Os eventos de Carnaval acontecem no espaço recém-inaugurado da Sacadura Cabral, 135. Os DJs internacionais convidados Aron (Israel), Hector Fonseca (USA) e Tomer Maizner (Israel) comandam a pista, que ainda terá um show da cantora Lorena Simpson. O pop será representado pela pista Wallpaper no sábado e por Felipe Mar no domingo e segunda.

Pura musica eletrônica ou só Electro, você escolhe

A Discoteca Le Boy organiza bailes gay em todas as noites de carnaval, e além do samba, há também dance music com direito a apresentação de go-go boys. Próximo ao Sambódromo, a Gafieira Elite promove bailes gay em um salão de samba todo domingo e segunda de Carnaval. Mas se você prefere mudar um pouco ou não gosta do ritmo do carnaval e quer dar uma escapulida deste ritmo, há algumas opções nesse período do ano, especialmente para aqueles que apreciam música eletrônica. Gays e lésbicas podem ir a X-Demente todo sábado e terça de carnaval. Estas festas normalmente acontecem na Fundição Progresso, na Lapa ou na Marina da Glória, na Baía de Guanabara. A famosa festa B.I.T.C.H, abreviatura de Barbies in Total Control Here, nos dá uma palhinha do que acontece aqui. A festa é realizada no domingo de Carnaval em um parque temático na Barra ou em uma estação ferroviária abandonada no Centro.

Santa Catarina

Festival Pop Gay

Em SC a muvuca acontece em Floripa, capital de Santa Catarina, com o “Festival Pop Gay”, na Praça Tancredo Neves, traz um concurso de drag queens e transexuais e reúne mais de 50 mil turistas. Em 2015 a celebração será no dia 16 de fevereiro.

Carnaval Gay da praia Mole e Eletrônico de Jurerê

Já os demais dias o frisson pega fogo nas produzidas e famosas festas do carnaval Gay da Praia Mole; ou ainda tem o Carnaval Eletrônico de Jurerê, que traz DJs incríveis para a ilha.

Boate The Week

Já as festas em Florianópolis acontecerão na Praia Mole (mesmo local do ano passado) com uma programação bombada. Serão cinco dias de programação (13/02 a 17/02) que contarão com os DJs Taito Tikaro (Espanha), Alain Jackinsky (Canadá), Chris Cox(EUA), Isaac Escalante (México), Fabio Luigi (Reino Unido), Suri (Espanha) e Abel (EUA).

Grupo The Week

Não poderiam faltar também as tradicionais Sunset’s na Praia Mole. A novidade deste ano é a mudança de local para a praia em frente ao Kokoon Beach Lounge, sempre das 16h às 21h.

São Paulo

Boate The Week

Em São Paulo, as festas acontecem na sede da Lapa. Serão duas Pool Parties e outras duas festas Babylon. Para esta temporada, a TW* traz os DJs internacionais Hector Fonseca (EUA) e Aron (Israel) para agitar as noites da casa, além do time incrível de DJs residentes.

Bloco de Quatro
O Bloco de Quatro promete fazer o povo pular nas ruas da Pompéia, bairro de São Paulo, juntando quatro festas bastante conhecidas da noite da Capital. São elas: Batbacumba Auês, Obá A Festa, Fuderosa e Catuaba – A Festa. A mistura é inédita nos blocos carnavalescos que invadem toda a cidade. E rola no próximo sábado, 14 de fevereiro. O percurso você confere abaixo.
Boate Blue Space
A casa azul da Barra Funda entre em clima carnavalesco, nos dias 14,15 e 16 de carnaval ao som dos DJs Breno Barreto, Robson Mouse , Tommy Love, Paulo Pringles, Carlos Fell, Carolina Lessa, Tiago Vibe, Jully Beats e Bruno Zuzzi, Sérjô, Ginger Hot, cantora Simone do Grupo infantil Balão Magico e Felippe Negrão. Agora a coisa promete mesmo é no dia 15, com a realização do CarnaBlue. Onde os foliões se reunirão a partir das 16h em frente à casa para pularem carnaval com um trio elétrico ao som de clássicos do samba com As Meninas da Ressaca.

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

>Link  

Carnaval Gay 2015: Entre na rota mais Gay Friendly do Brasil
   Blog Diversidade   │       │     0:00  │  0

Sem medo de erra eu aposto que o frisson do carnaval gay deste ano será o baile Glan Gay, promovido pelo carnavalesco Milton Cunha

Sem medo de erra eu aposto que o frisson do carnaval gay deste ano será o baile Glam Gay, promovido pelo carnavalesco Milton Cunha, na quadra da verde Rosa

Gays, lésbicas, bissexuais e drags são identidades que criam, recriam, reforçam ou mostram-se de maneira notável, principalmente durante os ritos de carnaval. As pessoas que formam este grande grupo vêm de toda parte para se divertir em nosso carnaval. Eles estão em comemorações de rua, nos bailes e em desfiles das Escolas de Samba, eventos que dão vida ao Carnaval de todo o Brasil.

A criação de blocos exclusivos de música eletrônica, bem como a escalação de DJs famosos para festas segmentadas em camarotes, bares e casas noturnas e blocos puxados por grandes nomes da musica, são indícios de uma mudança na percepção dos públicos.De maneira geral, o LGBT é mais exigente, pois preza pelo conforto e pela qualidade do serviço. Por isso mesmo, está disposto a pagar mais por algumas regalias, com isto os empreendimentos friendly crescem a todo vapor por grandes metrópoles e cidades de todo o país.
Então você que ainda não se decidiu onde passar os quatro dias de maior frisson em nosso país, ai vai a dica para você saber onde cair na folia.
Bahia
Blocos das divas
Gays e lésbicas sempre estiveram por toda parte no Carnaval da Bahia, mas são nos blocos das divas Daniela Mercury (Crocodilo), Ivete Sangalo (Coruja), Claudia Leitte (Largadinho), Margareth Menezes (AfroPop) e Alinne Rosa (Eu Vou!) que eles se concentram em maior número.
Bloco dos Travestidos
Outro grupo carnavalesco simpatizante é o bloco de travestidos “As Muquiranas”, que sai no sábado, segunda e terça de Carnaval, no circuito do Campo Grande. Este ano, o bloco completa 50 anos e para comemorar a data os foliões sairão fantasiados com o traje típico de baiana.
Concurso de fantasias e boate a céu aberto
 Na segunda-feira (16), a partir das 18h, a Praça da Sé será palco do tradicional Concurso de Fantasias Gay, promovido há 18 anos. Esta edição vai distribuir R$ 24 mil em prêmios para os vencedores nas categorias luxo e originalidade.
Vila da Diversidade
Em 2014, a Empresa de Turismo S/A (Saltur) criou no Centro a Vila da Diversidade, um espaço com desfiles, shows de transformistas e apresentações de DJs. O objetivo era instituir um ambiente de convivência que reunisse os LGBTs espalhados pelos três circuitos, mas a iniciativa não vingou.
Praça Eletrônica
Uma novidade anunciada pelo prefeito ACM Neto que pode agradar a esse público é a praça eletrônica, espécie de boate a céu aberto, na Barra. Segundo o prefeito, a ideia é estender o Carnaval no circuito Dodô e oferecer mais música aos foliões entre a passagem dos trios e ao término da programação dos blocos.
After Party- Club San Sebastian
Para quem tiver fôlego de sobra, o club San Sebastian, no Rio Vermelho, abrigará a after party mais concorrido da folia, com programação que vai da sexta-feira até a quarta de cinzas, sempre a partir da meia-noite.

Pernambuco

Olinda encantos mil
No carnaval de Olinda, a Rua Prudente de Morais, “Rua do Beijo”, é conhecida por ser o melhor point para paquerar. Até o ano passado, a Prudente era o local onde a maioria dos camarotes particulares, hoje proibidos, se encontravam. Vá, se jogue e curta, é lindo ver os melhores maestros e músicos, como os da Pitombeira e o da Ceroula, dando o melhor deles sempre que passam lá.

Rua do Beijo

A Rua Treze de Maio, conhecida no carnaval como “Rua do Beijo”, especialmente o espaço em frente ao Museu de Arte de Contemporânea (Mac) da cidade, se tornou um point especial para a classe LGBT. A Rua traz consigo um histórico de rebeldia, já que expressava a liberdade na orientação sexual de seus frequentadores nos carnavais de tempos de preconceito e conservadorismo. Associado à comunidade gay há pelo menos 20 anos, é a rua onde o carnaval vai até mais tarde.

A Comida do Galo e Baile Deles – Clube Metropole

Nessa noite de verão,  o frevo e o fervo acontecem por todo Recife, depois que o Galo passar o babado é forte. Dai, pensando em não deixar os foliões esfriarem, o Clube Metrópole promove a tradicional comida do Galo, no dia 14, e o Baile Deles que ocorre no dia seguinte.

Rio de Janeiro

Baile Glam Gay

Vai ter muito babado, luxo e glamour na quadra da Mangueira, Zona Norte do Rio, às vésperas do carnaval 2015 no Rio de Janeiro. Amanhã quarta-feira (11), o carnavalesco Milton Cunha promoverá na casa da verde e rosa o primeiro “Baile Glam Gay”, com o qual pretende resgatar os “anos dourados” do carnaval. A programação do evento conta com presenças ilustres e atrações que prometem surpreender.

Comemorações de Rua no RJ

Se você quer participar das comemorações de rua, tem uma razão a mais para isso: elas são de graça! Nós aconselhamos a Rua Farme de Amoedo: é um lugar de destaque para ir no Rio; fica em Ipanema, próximo a praia e reúne diversas celebridades nacionais e internacionais. Diversos blocos de rua e grupos param o tráfego em pontos estratégicos da cidade e alguns deles constituem-se como o Carnaval Gay “Oficial” do Rio.

Banda de Ipanema

A Banda de Ipanema abre os festejos de carnaval duas semanas antes da data oficial, organizando três desfiles durante esta grande celebração brasileira. Este Bloco atrai um grande número de drag queens representadas em diversas formas, das mais clássicas como Carmem Miranda, até os tipos mais bizarros e grotescos, mas que sem sombra de dúvidas garantem os momentos mais divertidos sem esquecer o toque artístico.

Gala Gay 

Acontece também já a muitos anos o clássico baile de carnaval “Gala Gay”, no Scala, localizado no Centro, é o mais tradicional. Ele concentra as personagens mais exóticas com as fantasias mais luxuosas.

Boate The Week

No Rio de Janeiro, sábado, domingo e segunda serão dias de festa. Os eventos de Carnaval acontecem no espaço recém-inaugurado da Sacadura Cabral, 135. Os DJs internacionais convidados Aron (Israel), Hector Fonseca (USA) e Tomer Maizner (Israel) comandam a pista, que ainda terá um show da cantora Lorena Simpson. O pop será representado pela pista Wallpaper no sábado e por Felipe Mar no domingo e segunda.

Pura musica eletrônica ou só Electro, você escolhe

A Discoteca Le Boy organiza bailes gay em todas as noites de carnaval, e além do samba, há também dance music com direito a apresentação de go-go boys. Próximo ao Sambódromo, a Gafieira Elite promove bailes gay em um salão de samba todo domingo e segunda de Carnaval. Mas se você prefere mudar um pouco ou não gosta do ritmo do carnaval e quer dar uma escapulida deste ritmo, há algumas opções nesse período do ano, especialmente para aqueles que apreciam música eletrônica. Gays e lésbicas podem ir a X-Demente todo sábado e terça de carnaval. Estas festas normalmente acontecem na Fundição Progresso, na Lapa ou na Marina da Glória, na Baía de Guanabara. A famosa festa B.I.T.C.H, abreviatura de Barbies in Total Control Here, nos dá uma palhinha do que acontece aqui. A festa é realizada no domingo de Carnaval em um parque temático na Barra ou em uma estação ferroviária abandonada no Centro.

Santa Catarina

Festival Pop Gay

Em SC a muvuca acontece em Floripa, capital de Santa Catarina, com o “Festival Pop Gay”, na Praça Tancredo Neves, traz um concurso de drag queens e transexuais e reúne mais de 50 mil turistas. Em 2015 a celebração será no dia 16 de fevereiro.

Carnaval Gay da praia Mole e Eletrônico de Jurerê

Já os demais dias o frisson pega fogo nas produzidas e famosas festas do carnaval Gay da Praia Mole; ou ainda tem o Carnaval Eletrônico de Jurerê, que traz DJs incríveis para a ilha.

Boate The Week

Já as festas em Florianópolis acontecerão na Praia Mole (mesmo local do ano passado) com uma programação bombada. Serão cinco dias de programação (13/02 a 17/02) que contarão com os DJs Taito Tikaro (Espanha), Alain Jackinsky (Canadá), Chris Cox(EUA), Isaac Escalante (México), Fabio Luigi (Reino Unido), Suri (Espanha) e Abel (EUA).

Grupo The Week

Não poderiam faltar também as tradicionais Sunset’s na Praia Mole. A novidade deste ano é a mudança de local para a praia em frente ao Kokoon Beach Lounge, sempre das 16h às 21h.

São Paulo

Boate The Week

Em São Paulo, as festas acontecem na sede da Lapa. Serão duas Pool Parties e outras duas festas Babylon. Para esta temporada, a TW* traz os DJs internacionais Hector Fonseca (EUA) e Aron (Israel) para agitar as noites da casa, além do time incrível de DJs residentes.

Bloco de Quatro
O Bloco de Quatro promete fazer o povo pular nas ruas da Pompéia, bairro de São Paulo, juntando quatro festas bastante conhecidas da noite da Capital. São elas: Batbacumba Auês, Obá A Festa, Fuderosa e Catuaba – A Festa. A mistura é inédita nos blocos carnavalescos que invadem toda a cidade. E rola no próximo sábado, 14 de fevereiro. O percurso você confere abaixo.
Boate Blue Space
A casa azul da Barra Funda entre em clima carnavalesco, nos dias 14,15 e 16 de carnaval ao som dos DJs Breno Barreto, Robson Mouse , Tommy Love, Paulo Pringles, Carlos Fell, Carolina Lessa, Tiago Vibe, Jully Beats e Bruno Zuzzi, Sérjô, Ginger Hot, cantora Simone do Grupo infantil Balão Magico e Felippe Negrão. Agora a coisa promete mesmo é no dia 15, com a realização do CarnaBlue. Onde os foliões se reunirão a partir das 16h em frente à casa para pularem carnaval com um trio elétrico ao som de clássicos do samba com As Meninas da Ressaca.

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

>Link