Tag Archives: Nova York

Conheça mais 10 destinos gay friendly do mundo
   Blog Diversidade   │     5 de maio de 2016   │     0:00  │  0

Receber e atender de maneira adequada o publico gay é um diferencial que tem rendido muito a destinos turísticos pelo mundo todo. Trate-se da mítica San Francisco ou da descolada Berlim, da liberal Amsterdã, da boêmia Praga ou da exótica Bangkok, comprova-se um esforço por atender cada vez melhor as necessidades específicas deste público, considerado exigente e bastante sofisticado.

1. São Francisco, Estados Unidos
São Francisco, Estados UnidosSão Francisco é a cidade gay-friendly por excelência. Bandeiras arco-íris enfeitam as janelas dos apartamentos em vários bairros da cidade. O bairro de Castro provavelmente é o reduto gay mais conhecido do mundo: tem quase todos seus bares e lojas voltados para esse público. A semana do orgulho gay é coroada pela Parada do Orgulho Gay, Lésbico, Bissexual e Transgênero (GLBT), em que cerca de meio milhão de pessoas se divertem durante o último domingo de junho. Também durante o mês de junho ocorre o festival de cinema gay.

2. Sydney, Austrália
Em Sydney, gays e lésbicas são uma parte vital, bem-organizada e colorida da sociedade. Anfitriã dos Jogos Gays em 2002, Sydney também recebe o maior evento turístico do país, o Mardi Gras. A parada hedonista com tons políticos é seguida por mais de quinhentas mil pessoas. A vida de praia também ajuda a apimentar esta cidade australiana, cheia de corpos bronzeados.

3. Brighton, Inglaterra

Foto do site www.viagemnafoto.com.

Talvez seja por causa da associação de longa data de Brighton com a cena teatral, mas, por mais de 100 anos, a cidade tem sido um paraíso gay. A comunidade gay é formada por mais de 40.000 habitantes, quase um quarto de toda a população local. O bairro de Kemptown é onde tudo acontece, com uma série de bares, hotéis, cafés, livrarias e saunas com proprietários gays.

 4. Amsterdã, Holanda Conhecida como a capital gay e lésbica na Europa, Amsterdã teria uma população gay que chegaria a 30%. As estatísticas são provavelmente exageradas, mas o número de locais voltados para o público gay não são: mais de 100 bares, baladas, hotéis, livrarias, academias e todo tipo de serviço. Amsterdã recebe também a única parada gay a ser realizada sobre a água, nos canais da cidade. Em 2010, o evento reuniu, aproximadamente, 500 mil pessoas. Ainda maior é o Dia da Rainha, no dia 30 de abril, ao redor do Homomonument, dedicado àqueles perseguidos pelo nazismo em razão de suas preferências sexuais.

5. Berlim, Alemanha
Berlim, AlemanhaO liberalismo lendário de Berlim gerou uma das maiores cenas gays e lésbicas no mundo. O prefeito Kmaus Woxereit declarou: “eu sou gay, e isso é uma coisa boa”. Como convém a uma cidade descentralizada como Berlim, não há um distrito gay, embora exista um certo número de áreas gay friendly. Grandes multidões se voltam no início de junho para o Schwul-Lesbisches Strassenfest (a feira de rua gay e lésbica, em tradução literal), que serve de aquecimento para o Christopher Street Day, celebração GLBT que ocorre em várias cidades da Europa em junho.

6. Puerto Vallarta, México
Puerto Vallarta, MéxicoPuerto Vallarta, no México, tem se tornado um destino gay friendly nos últimos anos. Muitos hotéis, tours e cruzeiros na região estão voltados para o mercado homossexual. Encontre amigos e amigas na cidade em muitos dos bares de martini, boates de strip-tease e shows de drag queen.

7. Nova York, Estados Unidos
Os bairros de Chelsea e Greenwich Village em Nova York são sinônimos de vida gay. Um bom número de baladas tranquilas e bares gay continua a nascer no centro de Chelsea. Todos os movimentos, sejam de arte ou de moda, são fortes em Nova York, e o movimento gay não é exceção. A parada gay, realizada em junho, foi a primeira desse tipo no mundo e atrai visitantes dos mais distantes locais à cidade.

8. Rio de Janeiro, Brasil
A cena gay no Rio de Janeiro é muito ativa, apesar de ser menos visível do que em cidades como São Francisco ou Sydney. Eleito em 2009 o melhor destino gay, à frente de cidades como Buenos Aires, Londres e mesmo Sydney, o Rio conta com um grande número lojas, cinemas e baladas GLBT. A rua Farme de Amoedo, em Ipanema, é considerado point gay na capital carioca e é um excelente local para fazer amizades, relaxando com uma bela vista para o mar.

9. Praga, República Tcheca
Praga, República TchecaA boêmia cidade de Praga tem muita história e cultura. Em novembro, a capital da República Tcheca recebe um festival de filmes GLBT. Apesar da aceitação geral da cidade a casais do mesmo sexo, há uma cena gay segregada, e as demonstrações públicas de afeto não são aconselháveis.

10. Bangkok, Tailândia
Bangkok, TailândiaO movimento gay é único em Bangkok. A cultura tailandesa admite e aceita a homossexualidade. Mas, apesar de não haver discriminação, recomenda-se uma certa reserva em locais públicos. No entanto, você encontrará na cidade grande numero de karaokês, hotéis, saunas e salões de massagem voltados para a comunidade gay.

Fonte: Agência Andrés Bruzzone Comunicação

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

>Link  

A noite da cidade luz: Dicas de bares e boates gay em Nova York
   Blog Diversidade   │     28 de fevereiro de 2015   │     0:00  │  0

Sendo uma das cidades mais tolerantes do mundo, Nova York não poderia deixar de ter uma comunidade gay bastante ativa, e a prova disso são os inúmeros bares e baladas gays de Nova York. Os americanos prezam por qualidade, e em Nova York você encontrará bares gays com decorações arrasadoras, onde nada foi economizado na tentativa de deixar os seus visitantes de boca aberta. A cidade de Nova York é totalmente “gay-friendly” portanto há mais que somente um bairro ou rua gay, já que os bares e boates gay de Nova York estão espalhados por toda a cidade. Na dúvida, procure pela bandeira do arco-íris ou confira a seleção abaixo.

Pieces - Endereço:  8 Christopher Street  / Metrô: 9th Street  / Preço: A partir de $ 3,00

Pieces

O Pieces é um bar bastante popular de Greenwich Village, o bairro gay de Nova York, localizado na esquina da Christopher Street com a Gay Street. O Pieces costuma atrair um público mais jovem que os outros bares do bairro, principalmente à noite e nos finais de semana. O preço das bebidas é bem baixo, especialmente durante happy hour diário, quando os preços chegam a cair para $3! A decoração é minimalista, mas bastante cheia de cores, luzes e telas de TV.A música é eclética, o que se esperaria de um bar gay americano, com uma seleção de hits pop e hinos gays antigos e atuais. Entrada grátis na maioria das noites, a não ser quando há algum evento especial.

Cielo

Cielo

A Cielo é uma das melhores boates de Nova York, tanto pelo seu público chic e atraente, quanto por seu sistema de som arrasador. A boate promove festas semanais com alguns dos melhores DJs do mundo, e, por ter se tornado popular devido a sua boa música, o público é bastante “eclético” na maioria das noites, composto tanto por gays quanto heteros.

O preço da entrada não é dos mais baixos, e as bebidas custam em torno de $14,00. Se você estiver em um grupo de 4 pessoas ou mais, pode valer a pena pegar uma mesa, já que dessa forma vocês evitam pagar os $25 por pessoa da entrada e ainda têm o conforto de ter uma mesa com uma garrafa enorme de vodka mais mixers.

A festa mais gay da boate rola aos domingos, com direito a gogo boys gostosíssimos dançando no queijinho e muita paquera. Como a Cielo fecha relativamente cedo, a noite continua em outros lugares, em especial na Greenhouse, que é uma boate bem maior e a próxima na nossa lista.

Greenhouse

Greenhouse

A boate do momento em Nova York, sem sombra de dúvidas. Por isso mesmo, pode ser bem difícil entrar na Greenhouse se você não estiver bem vestido ou não for considerado bonito(a) o suficiente pelo pessoal da portaria. Por isso, é bom se produzir o máximo possível e evitar chegar em grupos muito grandes.

Com uma quantidade enorme de ambientes, cada um com uma decoração mas louca que o outro, a Greenhouse impressiona desde a chegada. É comum ver celebridades por lá, como Rihanna e, pasmem, Lady Gaga.

Os preços não são nada baixos e a entrada custará no mínimo $25 dólares. As bebidas não saem por menos de $15 cada uma. Prepare o cartão de crédito!

A noite mais louca (e mais gay) da Greenhouse é o domingo para a segunda. Se prepare para ver alguns looks muito loucos e um público que não parece querer parar nunca!

Boxers

Boxers

O Boxers é um bar gay super popular de Nova York. Os seus happy hours são especialmente famosos e populares, já que os preços das bebidas (e da comida também) caem bastante, e o pessoal dos escritórios da área aproveitam as ofertas antes de ir para casa.

Os garçons são especialmente interessantes, com corpos maravilhosos, trabalhando de cueca! Mais um motivo para você voltar para o bar o mais rápido possível para pedir suas bebidas…

A decoração é bem interessante, com temas esportivos, e o bar fica aberto até as duas da manhã, perfeito para um esquenta antes de seguir para as boates do Meatpacking District, que fica nas proximidades.

Tags:, , , ,

>Link  

A noite da cidade luz: Dicas de bares e boates gay em Nova York
   Blog Diversidade   │       │     0:00  │  0

Sendo uma das cidades mais tolerantes do mundo, Nova York não poderia deixar de ter uma comunidade gay bastante ativa, e a prova disso são os inúmeros bares e baladas gays de Nova York. Os americanos prezam por qualidade, e em Nova York você encontrará bares gays com decorações arrasadoras, onde nada foi economizado na tentativa de deixar os seus visitantes de boca aberta. A cidade de Nova York é totalmente “gay-friendly” portanto há mais que somente um bairro ou rua gay, já que os bares e boates gay de Nova York estão espalhados por toda a cidade. Na dúvida, procure pela bandeira do arco-íris ou confira a seleção abaixo.

Pieces - Endereço:  8 Christopher Street  / Metrô: 9th Street  / Preço: A partir de $ 3,00

Pieces

O Pieces é um bar bastante popular de Greenwich Village, o bairro gay de Nova York, localizado na esquina da Christopher Street com a Gay Street. O Pieces costuma atrair um público mais jovem que os outros bares do bairro, principalmente à noite e nos finais de semana. O preço das bebidas é bem baixo, especialmente durante happy hour diário, quando os preços chegam a cair para $3! A decoração é minimalista, mas bastante cheia de cores, luzes e telas de TV.A música é eclética, o que se esperaria de um bar gay americano, com uma seleção de hits pop e hinos gays antigos e atuais. Entrada grátis na maioria das noites, a não ser quando há algum evento especial.

Cielo

Cielo

A Cielo é uma das melhores boates de Nova York, tanto pelo seu público chic e atraente, quanto por seu sistema de som arrasador. A boate promove festas semanais com alguns dos melhores DJs do mundo, e, por ter se tornado popular devido a sua boa música, o público é bastante “eclético” na maioria das noites, composto tanto por gays quanto heteros.

O preço da entrada não é dos mais baixos, e as bebidas custam em torno de $14,00. Se você estiver em um grupo de 4 pessoas ou mais, pode valer a pena pegar uma mesa, já que dessa forma vocês evitam pagar os $25 por pessoa da entrada e ainda têm o conforto de ter uma mesa com uma garrafa enorme de vodka mais mixers.

A festa mais gay da boate rola aos domingos, com direito a gogo boys gostosíssimos dançando no queijinho e muita paquera. Como a Cielo fecha relativamente cedo, a noite continua em outros lugares, em especial na Greenhouse, que é uma boate bem maior e a próxima na nossa lista.

Greenhouse

Greenhouse

A boate do momento em Nova York, sem sombra de dúvidas. Por isso mesmo, pode ser bem difícil entrar na Greenhouse se você não estiver bem vestido ou não for considerado bonito(a) o suficiente pelo pessoal da portaria. Por isso, é bom se produzir o máximo possível e evitar chegar em grupos muito grandes.

Com uma quantidade enorme de ambientes, cada um com uma decoração mas louca que o outro, a Greenhouse impressiona desde a chegada. É comum ver celebridades por lá, como Rihanna e, pasmem, Lady Gaga.

Os preços não são nada baixos e a entrada custará no mínimo $25 dólares. As bebidas não saem por menos de $15 cada uma. Prepare o cartão de crédito!

A noite mais louca (e mais gay) da Greenhouse é o domingo para a segunda. Se prepare para ver alguns looks muito loucos e um público que não parece querer parar nunca!

Boxers

Boxers

O Boxers é um bar gay super popular de Nova York. Os seus happy hours são especialmente famosos e populares, já que os preços das bebidas (e da comida também) caem bastante, e o pessoal dos escritórios da área aproveitam as ofertas antes de ir para casa.

Os garçons são especialmente interessantes, com corpos maravilhosos, trabalhando de cueca! Mais um motivo para você voltar para o bar o mais rápido possível para pedir suas bebidas…

A decoração é bem interessante, com temas esportivos, e o bar fica aberto até as duas da manhã, perfeito para um esquenta antes de seguir para as boates do Meatpacking District, que fica nas proximidades.

Tags:, , , ,

>Link  

A importância de Nova York na história gay mundial
   Blog Diversidade   │     18 de fevereiro de 2015   │     0:00  │  0

A área gay mais popular de Nova York é o Chelsea, entre 23rd Street e 30th Street, no lado oeste de Manhattan. Aqui, você vai encontrar muitas baladas gays e outros estabelecimentos para aqueles com um gosto mais fino: bom jantar, butiques e galerias de arte incríveis.

A área gay mais popular de Nova York é o Chelsea, entre 23rd Street e 30th Street, no lado oeste de Manhattan. Lá, você vai encontrar muitas baladas gays e outros estabelecimentos para aqueles com um gosto mais fino: bom jantar, butiques e galerias de arte incríveis.

Como uma cidade com oportunidades ilimitadas, New York há muito tempo tem apelo especial para a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Estima-se que há meio milhão de moradores LGBT em Nova York, o que resultou em um grande número de locais e clubes desenvolvidos só para eles.

Nova York há muito tem sido considerada o lugar que deu início ao movimento pelos direitos dos homossexuais. Logo após a Segunda Guerra Mundial, muitos homens gays, lésbicas, travestis e transexuais encontraram refúgio nos bairros de Greenwich Village, no Upper West Side, e Harlem. Naquela época, não havia direitos para essas pessoas e as práticas homossexuais eram considerados puníveis por lei. As leis anti-gays (muitos estabelecimentos públicos não eram acolhedores para a comunidade LGBT e haviam leis que proibiam servir bebidas alcoólicas para gays), assim como batidas policiais de bares gays em 1969 levou a uma série de revoltas violentas contra a polícia pela comunidade LGBT: Stonewall Riots.

Stonewall Inn, onde a revolta começou, foi reaberto (53 Christopher Street). Seguindo essa revolta pelos direitos dos homossexuais, revoltas espalhadas por todo o mundo de direitos iguais para a comunidade LGBT. O mais recente sucesso para os nova-iorquinos é a recente introdução do casamento gay em junho de 2011.

A área gay mais popular de Nova York é o Chelsea, entre 23rd Street e 30th Street, no lado oeste de Manhattan. Lá você vai encontrar muitas baladas gays e outros estabelecimentos para aqueles com um gosto mais fino: bom jantar, butiques e galerias de arte incríveis. No entanto, esta não é a única parte da cidade para a vida noturna gay: em toda Nova York, há bares gays, clubes e festas.

Tags:, , , , , , , , , ,

>Link  

Campanha de alianças de famosa joalheria em Nova York tem casal gay como modelos
   Blog Diversidade   │     20 de janeiro de 2015   │     0:00  │  0

Pela primeira vez, campanha de alianças de famosa joalheria tem casal gay.

Pela primeira vez, campanha de alianças de famosa joalheria tem casal gay.

Pela primeira vez na história, a joalheria Tiffany & Co. usou um casal gay como modelo da campanha de alianças da marca.

Intitulada “Você aceita?”, as imagens foram capturadas pelo fotógrafo de moda Peter Lindbergh e procura mostrar que o amor existe de diferentes formas.

As imagens apresentam sete cenas de casais, sendo um deles com pessoas do mesmo sexo. Os dois homens, que são um casal na vida real, foram fotografados sentados em uma escadaria de Nova York.

Tags:, , , , , ,

>Link