Tag Archives: México

Puerto Vallarta, no México, ganha selo de destino gay friendly
   Blog Diversidade   │     27 de julho de 2016   │     0:00  │  0

Cidade banhada pelo Pacífico tem hotéis, clubes e festivais voltados ao público LGBT.

A cidade também sedia eventos como o Festival de Cinema e Diversidade Diva Puerto e o Vallarta Pride

A cidade também sedia eventos como o Festival de Cinema e Diversidade Diva Puerto e o Vallarta Pride

A mexicana Puerta Vallarta, localizada à beira do Oceano Pacífico, acaba de ganhar o selo de excelência no acolhimento à comunidade LGBT. A certificação foi concedida pelo portal de viagens gaytravel.com, para quem a cidade pode ser considerada a São Francisco do México.

O Gay Travel Approved reconhece empresas, serviços e destinos que asseguram tratamento especial e exclusivo para o viajante, em atmosfera de inclusão e bem-estar. O lugar já se insere entre os destinos gay friendly mais populares do mundo.

A região, na costa oeste do México, já estava entre os destinos gay friendly mais populares do mundo. Na chamada Zona Romântica encontram-se estabelecimentos focados na comunidade gay, como restaurantes, hotéis, beach clubs, spas, lojas de roupa e galerias de arte. A vida noturna local é muito diversificada, com dezenas de bares e clubes noturnos, alguns com shows de drag queens.

A cidade também sedia eventos como o Festival de Cinema e Diversidade Diva Puerto e o Vallarta Pride, o maior do gênero na região, que aumenta em média 30% a ocupação da rede hoteleira local.

 Por: O Globo

Tags:, , , , , ,

>Link  

Colgate lança comercial com casal gay
   Blog Diversidade   │     12 de junho de 2016   │     0:00  │  0

Campanha é a primeira na história da marca a trazer relacionamento amoroso entre pessoas do mesmo sexo para protagonizar vídeo da empresa.

Campanha foi divulgada com a hashtag #SmileWithPride | Foto: Reprodução/Facebook Colgate

Campanha foi divulgada com a hashtag #SmileWithPride | Foto: Reprodução/Facebook Colgate

“Às vezes só é preciso um sorriso. E o seu sorriso só precisa de Colgate.” Até aí tudo bem. As frases separadas do comercial de TV nada chamam a atenção. Parece mais um texto publicitário como qualquer outro. Mas o texto é narrado após uma cena na qual um casal de homens gays chega ao apartamento novo e é bem-vindo pelos vizinhos, um avô com seu neto, que oferecem ajuda para carregar o sofá do rapazes.

A campanha publicitária foi divulgada no dia 3 de junho no México, cinco dias depois do encerramento da Vallarta Pride, a Parada do Orgulho LGBT por lá, realizada entre os dias 16 e 29 de maio em Puerto Vallarta. A Colgate aproveitou o momento para lançar o comercial com o nome da marca estampado. Essa é a primeira vez que a Colgate lança um comercial no qual usa um casal gay para protagonizar as cenas.

A hashtag #SmileWithPride, que significa em português “sorria com orgulho”, foi criada para divulgar a campanha publicitária da marca. O vídeo recebeu apoio e também críticas nas redes sociais por escolher um casal gay.

O presidente mexicano Enrique Peña Nieto, do PRI (Partido Revolucionário Institucional), apresentou ao parlamento do México uma proposta de emenda à Constituição que aprova o casamento homoafetivo no país. Em 15 de junho de 2015, a Suprema Corte de lá decidiu que os juízes são obrigado acolher os pedidos de homossexuais que pretendem se casar.

No Brasil a união estável homoafetiva passou a ser revertida para casamento a partir de decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de 2013 que obriga os cartórios a reconhecerem e celebrarem o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.

Veja o comercial da Colgate divulgado no México:

Tags:, , , , , , ,

>Link  

Conheça mais 10 destinos gay friendly do mundo
   Blog Diversidade   │     5 de maio de 2016   │     0:00  │  0

Receber e atender de maneira adequada o publico gay é um diferencial que tem rendido muito a destinos turísticos pelo mundo todo. Trate-se da mítica San Francisco ou da descolada Berlim, da liberal Amsterdã, da boêmia Praga ou da exótica Bangkok, comprova-se um esforço por atender cada vez melhor as necessidades específicas deste público, considerado exigente e bastante sofisticado.

1. São Francisco, Estados Unidos
São Francisco, Estados UnidosSão Francisco é a cidade gay-friendly por excelência. Bandeiras arco-íris enfeitam as janelas dos apartamentos em vários bairros da cidade. O bairro de Castro provavelmente é o reduto gay mais conhecido do mundo: tem quase todos seus bares e lojas voltados para esse público. A semana do orgulho gay é coroada pela Parada do Orgulho Gay, Lésbico, Bissexual e Transgênero (GLBT), em que cerca de meio milhão de pessoas se divertem durante o último domingo de junho. Também durante o mês de junho ocorre o festival de cinema gay.

2. Sydney, Austrália
Em Sydney, gays e lésbicas são uma parte vital, bem-organizada e colorida da sociedade. Anfitriã dos Jogos Gays em 2002, Sydney também recebe o maior evento turístico do país, o Mardi Gras. A parada hedonista com tons políticos é seguida por mais de quinhentas mil pessoas. A vida de praia também ajuda a apimentar esta cidade australiana, cheia de corpos bronzeados.

3. Brighton, Inglaterra

Foto do site www.viagemnafoto.com.

Talvez seja por causa da associação de longa data de Brighton com a cena teatral, mas, por mais de 100 anos, a cidade tem sido um paraíso gay. A comunidade gay é formada por mais de 40.000 habitantes, quase um quarto de toda a população local. O bairro de Kemptown é onde tudo acontece, com uma série de bares, hotéis, cafés, livrarias e saunas com proprietários gays.

 4. Amsterdã, Holanda Conhecida como a capital gay e lésbica na Europa, Amsterdã teria uma população gay que chegaria a 30%. As estatísticas são provavelmente exageradas, mas o número de locais voltados para o público gay não são: mais de 100 bares, baladas, hotéis, livrarias, academias e todo tipo de serviço. Amsterdã recebe também a única parada gay a ser realizada sobre a água, nos canais da cidade. Em 2010, o evento reuniu, aproximadamente, 500 mil pessoas. Ainda maior é o Dia da Rainha, no dia 30 de abril, ao redor do Homomonument, dedicado àqueles perseguidos pelo nazismo em razão de suas preferências sexuais.

5. Berlim, Alemanha
Berlim, AlemanhaO liberalismo lendário de Berlim gerou uma das maiores cenas gays e lésbicas no mundo. O prefeito Kmaus Woxereit declarou: “eu sou gay, e isso é uma coisa boa”. Como convém a uma cidade descentralizada como Berlim, não há um distrito gay, embora exista um certo número de áreas gay friendly. Grandes multidões se voltam no início de junho para o Schwul-Lesbisches Strassenfest (a feira de rua gay e lésbica, em tradução literal), que serve de aquecimento para o Christopher Street Day, celebração GLBT que ocorre em várias cidades da Europa em junho.

6. Puerto Vallarta, México
Puerto Vallarta, MéxicoPuerto Vallarta, no México, tem se tornado um destino gay friendly nos últimos anos. Muitos hotéis, tours e cruzeiros na região estão voltados para o mercado homossexual. Encontre amigos e amigas na cidade em muitos dos bares de martini, boates de strip-tease e shows de drag queen.

7. Nova York, Estados Unidos
Os bairros de Chelsea e Greenwich Village em Nova York são sinônimos de vida gay. Um bom número de baladas tranquilas e bares gay continua a nascer no centro de Chelsea. Todos os movimentos, sejam de arte ou de moda, são fortes em Nova York, e o movimento gay não é exceção. A parada gay, realizada em junho, foi a primeira desse tipo no mundo e atrai visitantes dos mais distantes locais à cidade.

8. Rio de Janeiro, Brasil
A cena gay no Rio de Janeiro é muito ativa, apesar de ser menos visível do que em cidades como São Francisco ou Sydney. Eleito em 2009 o melhor destino gay, à frente de cidades como Buenos Aires, Londres e mesmo Sydney, o Rio conta com um grande número lojas, cinemas e baladas GLBT. A rua Farme de Amoedo, em Ipanema, é considerado point gay na capital carioca e é um excelente local para fazer amizades, relaxando com uma bela vista para o mar.

9. Praga, República Tcheca
Praga, República TchecaA boêmia cidade de Praga tem muita história e cultura. Em novembro, a capital da República Tcheca recebe um festival de filmes GLBT. Apesar da aceitação geral da cidade a casais do mesmo sexo, há uma cena gay segregada, e as demonstrações públicas de afeto não são aconselháveis.

10. Bangkok, Tailândia
Bangkok, TailândiaO movimento gay é único em Bangkok. A cultura tailandesa admite e aceita a homossexualidade. Mas, apesar de não haver discriminação, recomenda-se uma certa reserva em locais públicos. No entanto, você encontrará na cidade grande numero de karaokês, hotéis, saunas e salões de massagem voltados para a comunidade gay.

Fonte: Agência Andrés Bruzzone Comunicação

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

>Link  

Enquete mapeia preconceito e discriminação homo/lesbo/transfóbico e sexista no ambiente escolar
   Blog Diversidade   │     28 de fevereiro de 2016   │     23:23  │  0

Enquetes semelhantes estão sendo realizadas em outros oito países: Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, México, Estados Unidos e Israel.

Enquetes semelhantes estão sendo realizadas em outros oito países: Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, México, Estados Unidos e Israel.

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) e o Grupo Dignidade estão realizando uma enquete virtual com o objetivo de mapear a percepção de estudantes da educação básica sobre o preconceito e a discriminação no ambiente educacional relacionados a questões de gênero, orientação sexual e identidade de gênero.

O questionário pode ser acessado pelo endereço tinyurl.com/abgltpesquisa. As perguntas, voltadas principalmente a estudantes do Segundo Ciclo do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, abordam questões como a ocorrência de comentários homo/lesbo/transfóbicos e sexistas, outras situações de agressão e violência, conhecimento de políticas ou regras das escola no enfrentamento das discriminações, sentimentos dos/as próprios/as estudantes que respondem à enquete em relação à instituição educacional e em relação a si mesmos no ano letivo de 2015. A participação é anônima, sigilosa e se dá integralmente pela internet.

 Enquetes semelhantes estão sendo realizadas em outros oito países: Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, México, Estados Unidos e Israel. De acordo com os organizadores da enquete no Brasil, a ação visa “reunir subsídios para fundamentar políticas públicas que possam transformar as instituições educacionais em lugares mais seguros e acolhedores para estudantes LGBT”. Ainda conforme os organizadores, a enquete deverá ser repetida a cada dois anos a fim de monitorar eventuais mudanças nas instituições educacionais.

Tags:, , , , , , , ,

>Link  

México oferece paraíso para turistas LGBT e aposta no Brasil
   Blog Diversidade   │     28 de janeiro de 2015   │     0:00  │  0

Casal curte praia em Nayarit

Casal curte praia em Nayarit

A crescente oferta turística, a possibilidade de ter um casamento simbólico e um ambiente sem discriminação transformaram o litoral dos Estados mexicanos de Jalisco e Nayarit em um paraíso para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais de toda parte do mundo.

A faixa de praias que vai desde Puerto Vallarta, em Jalisco, até San Blas, em Nayarit, é o principal destino turístico para LGBTs que vêm de países como Estados Unidos e Canadá e, de maneira crescente, de Europa e América do Sul, segundo revistas especializadas neste segmento.

Richard Zarkin, porta-voz do Escritório de Visitantes e Convenções da Riviera Nayarit, disse que essa agência privada aposta na comunidade LGBT de países como Brasil, Argentina e Chile, e no aumento do número de americanos e canadenses, considerados um mercado cativo.

Zarkin disse que esse tipo de turismo movimenta 30% mais dinheiro que o do segmento heterossexual e pode crescer anualmente até 11% mais.

Em Nuevo Vallarta, Punta Mita, Sayulita e San Francisco (Nayarit), dois hotéis oferecem bodas simbólicas e pacotes de lua de mel para pessoas do mesmo sexo. Outros dois têm certificado “Out Now”, dado a estabelecimentos com profissionais capacitados para prestar atendimento integral ao mercado LGBT, segundo a empresa australiana de marketing neste segmento “Out Now Global”.

Oferecer bodas simbólicas foi um fator para atrair casais do mesmo sexo. Essas cerimônias se baseiam em “unir não corpos, mas almas, e a alma não tem sexo”, segundo Enrique Alejos, criador do conceito e quem organizou quatro bodas deste tipo nos últimos dois anos.

Essas cerimônias têm origem em um ritual pré-hispânico em que o casal “se une em nível espiritual mediante os quatro elementos” frente aos amigos e à família.

Todos os anos, durante duas semanas, chegam a Nuevo Vallarta os cruzeiros “Atlantis” e “Olivia”, exclusivos para turistas LGBTs, muitos deles empresários dos Estados Unidos e do Canadá que buscam um lugar para se divertir.

O canadense Charles, que vai à região todos os anos, escolheu este destino por não precisar se preocupar com “o que os outros dirão”.

“Os turistas chegam cada vez mais e gostam da tranquilidade da cidade. Não há discriminação de nenhum tipo. Inclusive muitos vêm em lua de mel”, disse Marcelo Couto, gerente de um hotel na pequena praia de San Francisco.

Puerto Vallarta também desenvolveu uma ampla oferta para o turismo LGBT na praia de Los Muertos, conhecida como a “zona romântica” ao sul da cidade.

Pelo menos 12 hotéis são “gay friendly”, sendo um exclusivo para este segmento. Além disso, diversos bares, restaurantes, lojas de artesanato e roupas, negócios de massagens e passeios turísticos estão focados na comunidade LGBT.

O americano Matthew Torten visita Puerto Vallarta há 12 anos. Desta vez, tirou férias para fugir do inverno dos EUA e comemorar os 50 anos de seu casal.

“Sempre nos sentimos confortáveis. Não somos pessoas de problemas e aqui somos respeitados. É uma praia limpa, divertida, e as pessoas que nos atendem sempre são amáveis”, disse, enquanto tomava sol.

Dono do estabelecimento hoteleiro para turismo LGBT mais conhecido de Vallarta, que tem cerca de 40 anos, Fidencio Cuevas afirmou que o número destes visitantes aumentou 60% na região nos últimos 10 anos, em grande parte pelo tratamento que recebem.

Segundo ele, os habitantes já estão acostumados a atender a comunidade LGBT. Muitos estrangeiros decidiram se estabelecer na região e montar seus próprios negócios, fatores que colaboraram para tornar Vallarta um destino LGBT.

Fonte: Site Mundo Mais

Tags:, , ,

>Link