Tag Archives: homens gays

Point gay em São Paulo faz sucesso contemplando várias tribos
   Blog Diversidade   │     29 de agosto de 2019   │     12:04  │  0

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em abril de 2019, o centro de São Paulo ganhou uma novidade para homens gays que curtem aquela paquera. O Dédalos Bar é o novo cruising da cidade, situado na região do Largo do Arouche com jogos, drinks, mini cine, glory holes e um labirinto fantástico onde milhares de homens já se perderam desde a inauguração do espaço. Diariamente, há promoções para várias tribos no bar, que vão de entrada VIP até descontos especiais.

“A ideia é contemplar diversos perfis existentes na cena gay. Ursos, estudantes, daddies, frequentadores de academia e até os motoristas de aplicativo ganham entrada vip durante a semana. Gosto de promover esses encontros” diz Nando Dias, proprietário, com experiência de 12 anos no ramo de sex clubs. Inclusiva, a empresa tem duas transexuais no seu staff e com o crescimento esse número deve triplicar. O cardápio conta com cinco drinks afrodisíacos exclusivos, criados pelo sommelier Lukas Rodacoski.

A pegada sustentável também é um diferencial. “Quero conscientização, fazer com que as pessoas se divirtam em um local que se importa com os descartáveis, com a água e a energia. Além disso, nossas ações serão todas pensadas para promover o bem-estar dos clientes e colaboradores”. O local também conta com distribuição gratuita de preservativos e tem campanhas de novas formas de prevenção como a Prep (Profilaxia pré exposição) e Pep (Profilaxia pós exposição).

 O Dédalos Bar fica na rua Bento Freitas, 38, República (esquina com o Largo do Arouche), São Paulo/SP.

Tags:, , , , , , , , , , ,

>Link  

O mistério da homossexualidade em animais: Homossexuais ‘puros’ – Parte IV
   Blog Diversidade   │     18 de março de 2015   │     0:00  │  0

Segundo cientistas, 8% dos carneiros domesticados permanecem com sua opção pelo mesmo sexo

Apenas duas espécies reconhecidamente exibem preferência pelo mesmo sexo pelo resto da vida, mesmo quando há parceiros suficientes do outro sexo. Uma delas, claro, é a espécie humana. A outra é o carneiro domesticado.

Em rebanhos ovinos, até 8% dos machos preferem outros machos mesmo quando há fêmeas férteis no grupo.

Em 1994, neurocientistas descobriram que esses machos tinham o cérebro ligeiramente diferente do resto, com um hipotálamo menor – a parte que controla a liberação de hormônios sexuais.

Isso endossaria o polêmico estudo do neurocientista Simon LeVay, que em 1991 descreveu uma diferença entre a estrutura cerebral de homens gays e heterossexuais.

Mas LeVay acredita que carneiros selvagens não apresentam o mesmo comportamento. Segundo ele, o animal domesticado foi aos poucos sendo ‘manipulado’ por criadores para produzir fêmeas que se reproduzem o mais frequentemente possível, o que pode ter permitido o aumento do número de machos homossexuais.

Por isso, tanto LeVay quanto Vasey afirmam que os humanos são o único caso documentado de ‘verdadeira’ homossexualidade entre animais selvagens.

Talvez nunca encontremos um animal selvagem que seja estritamente homossexual como muitos humanos. Mas podemos estar certos de que vamos descobrir cada vez mais animais que não se encaixam nas categorias tradicionais de orientação sexual.

Eles usam o sexo para satisfazer todo tipo de necessidade, do simples prazer à afirmação social. E isso exige flexibilidade.

Fonte: BBC Earth

Tags:, , , ,

>Link