Tag Archives: GGAL

Nota de pesar e repúdio pelo assassinato do vereador Silvânio Barbosa

O presidente do grupo Gay de Alagoas – GGAL, entidade fundadora do movimento LGBTI+ no Estaa, vem publicamente expressar o seu sentimento de pesar e repúdio,  ao mesmo tempo em que presta condolências à família do vereador Silvânio Barbosa, que no final da manhã  de hoje, 8/9, foi encontrado morto em sua residência, decorrente de golpes de arma branca.

Perdemos um grande parlamentar municipal, defensor ferrenio da parte alta de Maceió , uma pessoa integra e dedicada à família e a toda a sociedade maceioense.

O GGAL permanece nutrindo a maior admiração por Barbosa, dono de um diálogo aberto, fraterno e franco.

Aproveitamos o ensejo para nós solidariezar com todos amigos, parentes e familiares, em especial sua mãe, mulher esta que neste momento tão difícil, carrega em seu peito a maior dor de sua vida, a de perder um filho.

Fica aqui o compromisso do grupo Gay de Alagoas – GGAL, de ferreamente, dotada de uma sede de justiça, lutar pela elucidação da morte de Silvânio, e demais barbosas, que teem suas vidas seifadas por essa violência gratuita, que nos destroi a cada dia.

 

Maceió/AL, 8 de setembro de 2018.

Atenciosamente,

 

Nildo Correia – presidente do grupo Gay de Alagoas – GGAL

REUNIÃO
O Grupo Gay de Alagoas – GGAL, através do núcleo gestor da Casa de Acolhimento LGBTI+  Ezequias Rocha Rego, vem convidar aos interessados e voluntários, que desejam contribuir de forma direta e/ou indireta no processo de abertura da casa, para participar da reunião que irá conter as seguintes pautas:

– Apresentação do projeto da Casa
– Apresentação das Comissões
– Debate dos encaminhamentos da abertura
da casa

A reunião acontecerá no dia 19/07 (quinta-feira), a partir das 09h00s, na Casa dos Conselhos do Estado de Alagoas, situada na  R. Augusta, 351 – Centro, Maceió – AL (antiga rua das Árvores, em frente ao Borrachão).

Vamos unir forças para tornar esse sonho uma realidade, esperamos todxs vocês!

Att,

Everardo Saturnino
Coord. de Comunicação da Casa de Acolhimento LGBTI+ de Alagoas Ezequias Rocha Rego

Aberta as inscrições para voluntariado da Parada do Orgulho LGBTI de Maceió/AL
   Blog Diversidade   │     26 de setembro de 2017   │     23:32  │  0

Pensando em fortalecer o segundo maior evento de massa do Estado, a “Parada do Orgulho LGBTI de Maceió/AL”, e suas atividades alusivas, o grupo Gay de Alagoas – GGAL, estará recrutando voluntários para compor a comissão organizadora do 16ª  Ciclo de Ativismo LGBTI de Alagoas, que terá início no dia 1/12, e se encerrará em 17 de dezembro, com a realização da Parada do Orgulho LGBTI de Maceió/AL, que trás como foco principal, a discussão do turismo LGBTI, tendo como objetivo maior, a criação de uma nova ferramenta de combate a LGBTfobia no Estado alagoano.

Os interessados em contribuir com a organização do evento, prestando serviço voluntário ao Ciclo de Ativismo LGBTI de Alagoas, deverão comparecer nesta próxima (sexta-feira), 29/9, a partir das 9:h, na Casa dos Conselhos de Alagoas, que fica localizada na rua Augusta, 351, em frente ao Borrachão, (antiga rua das Árvores),no centro de Maceió.

A lista de prestação de serviço voluntário é diversa, entre as necessidades maior se destaca o recrutamento Voluntário de estudantes de ( jornalismo, marketing, publicidade, relações públicas, web design, turismo e hotelaria). O grupo Gay de Alagoas estará disponibilizado aos Voluntários, certificado contendo as carga horária dos serviços prestado.

Outras necessidades são: (coordenadores das atividades pontuais do Ciclo, captadores de apoio, moderadores e manutenção das redes sociais do evento, mobilização de público, e outros que possam somar no crescimento do evento, a exemplo de pessoas que sejam pró ativas e tenham ideias inovadoras).

Maiores informações poderão ser adquiridas através do telefone/whatzapp: 82 99644-1004 .

Fonte: ASCOM do grupo Gay de Alagoas – GGAL

Tags:, ,

>Link  

Lideranças criarão a 1ª casa de acolhimento para LGBT de Alagoas
   Blog Diversidade   │     6 de agosto de 2017   │     22:37  │  0

Com a cara e a coragem, os militantes LGBT: Nildo Correia – presidente do Grupo Gay de Alagoas-GGAL, Laffon Pires – Presidente do Grupo Gay do  Tabuleiro-GGT, Messias Mendonça – Presidente do Grupo Gay de Maceió-GGM e Maria Santos – Presidente do Grupo de Mulheres Negras e lésbicas de Alagoas-DANDARA, estarão abrindo até o final do mês em curso, ou início de setembro, a primeira casa de acolhimento voltada para a população LGBT e pessoas vivendo com HIV/AIDS do Estado de Alagoas.

O espaço chamará, Casa de Acolhimento e Apoio Ezequias Rocha Rego, em homenagem a um dos fundadores do GGAL, assassinado em 2011. 

A casa será no centro da cidade de Maceió, e contará com a prestação dos serviços em assistência jurídica, psicológica, social; cursos profissionalizantes; entrega de preservativo, gel lubrificante e material informativo; espaço para encontros de convivência, além de oferecer abrigo a lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais espulsos  de casa por seus familiares, LGBT idoso e pessoas vivendo com HIV/AIDS.

A iniciativa será feita na raça, mas já conta com o apoio e doações de simpatizantes da causa.

Para Maria Santos – presidente do Dandara, a iniciativa chega a Alagoas para somar na luta contra a exclusão da população LGBT alagoana. “Tomamos está iniciativa, porque se não for a gente a darmos a cara a bater de início, as coisas não andarão”

Para Laffon Pires – Presidente do GGT, são iniciativas como está que fazem a diferença, e vamos em frente, promovendo ações nas áreas da saúde, geração de emprego e renda, educação, cultura e outras necessidades que fortaleça a equiparação de direitos civis e sociais para lésbicas,  gays, bissexuais, travestis, transexuais e pessoas vivendo com HIV/AIDS.

Messias Mendonça – Presidente do GGM, fala na importância e impacto social na vida do público assistido. “Você aí que está lendo esta matéria, sabe a importância de se dá colhida a um jovem LGBT que foi espulso de casa, que se encontra sem chão e desnorteado, com medo do que encontrará pela frente?, Reflita!”.

Já Nildo Correia- presidente do GGAL, aproveitou o momento para convidar toda a militância LGBT alagoana, simpatizantes da luta a se engajar em prol desta causa. “Causa está limpa, sem fins lucrativos, cheia de sede de igualdade de direitos”.

Os interessados em contribuir com doações como: cama; colchão; roupa de cama, mesa e banho; remédios, ou outros donativos, além de serviço voluntário, deverão entrar em contato pelo whatzapp: 82 99644-1004.

Tags:, , , , , , , , , ,

>Link