Tag Archives: Cláudio Nascimento

Carnaval: Turismo gay representa 30% das receitas do Rio de Janeiro
   Blog Diversidade   │     15 de fevereiro de 2015   │     12:00  │  0

Dos 1,5 mil milhões de reais (465 milhões de euros) gastos por turistas no ano passado, 461 milhões de reais (143 milhões de euros) foram gastos por turistas associado ao setor LGBT (Lésbicas, gays, bissexuais e transgénero).

Dos 1,5 mil milhões de reais (465 milhões de euros) gastos por turistas no ano passado, 461 milhões de reais (143 milhões de euros) foram gastos por turistas associado ao setor LGBT (Lésbicas, gays, bissexuais e transgénero).

O turismo gay é responsável por mais de 30 por cento das receitas na cidade do Rio de Janeiro, durante o Carnaval, refere a prefeitura com base numa pesquisa feita em 2014.

Dos 1,5 mil milhões de reais (465 milhões de euros) gastos por turistas no ano passado, 461 milhões de reais (143 milhões de euros) foram gastos por turistas associado ao setor LGBT (Lésbicas, gays, bissexuais e transgénero).

A maioria dos visitantes desse segmento é composta por homens jovens (70% deles têm entre 20 e 34 anos), licenciados e rendimentos médios de 6.800 reais (2.100 euros).

Segundo a empresa municipal RioTur, o gasto médio diário do turista gay brasileiro (100 euros) e estrangeiro (150 euros) supera o de um heterossexual (70 euros), afirma o estudo.

Apesar de reconhecido internacionalmente como destino ‘gay friendly’, o Rio de Janeiro ainda é cenário de manifestações homofóbicas. Num esforço para limpar a imagem de intolerância, a cidade conta agora com novos mecanismos para o registo de casos de homofobia, tanto nas delegacias como nos hospitais da rede pública.

Em paralelo, há ainda uma campanha que atribui um selo de qualidade a lojas, bares e restaurantes amigáveis ao público homossexual.

O governo estadual anunciou que esta fazendo policiamento preventivo e diferenciado para evitar casos de homofobia durante o Carnaval na cidade. De acordo com Cláudio Nascimento, superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos e coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, será feita em paralelo uma campanha de consciencialização.

«Entregámos um mapeamento todos os locais de frequência LGBT para que a polícia possa planejar seu trabalho. Faremos também uma ação pedagógica, inclusive com os policiais, para esclarecer os direitos dos homossexuais e o que fazer em caso de violência», afirmou.

 

Tags:, , , , , , , ,

>Link  

Câmara Municipal de Maceió realizará audiência publica para discutir a problemática da homofobia
   Blog Diversidade   │     23 de maio de 2013   │     10:04  │  0

Evento aberto a participação de todos

Uma audiência pública da Câmara de Vereadores vai debater medidas de combate à homofobia em Maceió, às 9 horas do dia 24 de maio, sexta-feira. Além da presença de representantes do Ministério Público, do Poder Judiciário e de associações civis, o superintendente de Direitos Individuais da Secretaria de Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Nascimento, vai falar sobre a mudança da realidade de Maceió, que seria a capital mais homofóbica do Brasil.

A audiência, convocada pela vereadora Tereza Nelma (PSDB) a pedido do movimento LGBT, apresentará, ainda, para debate, projetos de lei para garantir o uso do nome social de travestis e transexuais na administração pública municipal, direta e indireta, e no Poder Legislativo municipal, e a criação da Comenda Denílson Leite, para homenagear trabalhadores da cultura e da luta contra a homofobia (abaixo, a justificativa, com dados sobre o trabalho de ator e trabalhador cultural de Denilson Leite, assassinado covardemente em Maceió. O corpo foi decapitado e os criminosos ainda não foram julgados).

superintendente de Direitos Individuais da Secretaria de Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Nascimento

A audiência pública faz parte da comemoração do 17 de maio, Dia Municipal contra a Homofobia, criado pela própria Tereza Nelma. Ela, que já aprovou na Câmara várias medidas para defender os direitos humanos de gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis, também vai discutir o projeto de lei de criação do Conselho Municipal dos Direitos LGBT, e a concessão do titulo de utilidade pública municipal à Associação dos Homossexuais do Complexo Benedito Bentes – AHBENTES. Será, ainda, entregue a Comenda Desembargador Mário Guimarães ao criador do programa Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento.

Vereador Tereza Nelma

“Acredito num mundo tolerante, fraterno, justo. A igualdade tem que incluir a diversidade. E isso não é somente boa formação humanística, mas o respeito e o cumprimento de direitos constitucionais, que estão sendo reafirmados pelo Supremo Tribunal Federal e pelo Conselho Nacional de Justiça. Temos que mudar essa realidade cruel que vivemos hoje”, afirma Tereza Nelma, 1ª vice presidenta da Câmara de Vereadores.

Denílson Leite foi torturado e teve sua cabeça decapitada antes de morrer

Segundo dados de 2012 da ONG GGB (Grupo Gay da Bahia), que contabiliza crimes homofóbicos anualmente, a partir de registros na imprensa e de informações enviadas à entidade, Maceió é a capital mais perigosa para os homossexuais, com nove casos de assassinatos em Maceió, que tem 932 mil habitantes. Esses números superam Salvador (oito casos e 2,6 milhões de moradores), Rio de Janeiro (sete casos e 6,3 milhões de habitantes) e São Paulo (três casos e 11 milhões de moradores).

Tags:, , , ,

>Link  

Idealizador do Programa “Rio Sem homofobia” será homenageado em Maceió
   Blog Diversidade   │     16 de maio de 2013   │     13:55  │  2

Cláudio Nascimento foi um dos pioneiros no Brasil a militar pela união civil entre pessoas do mesmo sexo, sendo ele mesmo um dos protagonistas

No próximo dia 24/05, a partir das 09:horas, será realizada na Câmara Municipal de Maceió, a Audiência Publica “Maceió na Luta Contra a Homofobia”, a ação tem como finalidade ouvir a população, para que os mesmos possam sugerir ações que venham contribuir na redução da homofobia na capital.

Dentro da programação esta prevista a realização da palestra “Maceió a capital mais homofóbica do Brasil” Como Mudar esta Realidade. A palestra será ministrada pelo Superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos e idealizador do projeto modelo RIO SEM HOMOFOBIA – Cláudio Nascimento, que na oportunidade estará sendo agraciado com a Comenda de Direitos Humanos Desembargador Mario Guimarães.

O Programa Rio sem Homofobia, visa combater a discriminação e a violência contra LGBT e promover a cidadania desta população em todo território fluminense, respeitando as especificidades desses grupos populacionais. É através de disseminação de informações sobre direitos e sua defesa, como também garantir que o programa atue no combate à homofobia; além da produção, implementação e monitoramento de políticas públicas transversais, isto é, em todas as áreas de governo, a fim de promover a cidadania LGBT.

A Audiência Publica esta sendo convocada pela Vereadora Tereza Nelma, que esta atendendo a uma solicitação do movimento LGBT de Maceió.

Tags:, ,

>Link