Category Archives: Violência

Essa Coca-Cola é Fanta e daí ?
   Blog Diversidade   │     29 de junho de 2017   │     14:39  │  0

Ontem, quarta-feira, 28 de junho, data em que é comemorada o Dia Internacional do Orgulho LGBT  em todo o mundo, funcionários da Coca-Cola receberam latas do refrigerante principal da companhia porém com Fanta em seu conteúdo. A empresa aproveitou uma brincadeira popular para abordar um tema sério.

Com a inscrição “Essa Coca-Cola é Fanta e daí?” na lata, mostra seu apoio à causa da diversidade sexual e contra o preconceito.

“Acreditamos que ações como essa geram orgulho e empatia e ajudam na cultura positiva do nosso dia a dia”, diz Marina Peixoto, diretora de comunicação da Coca-Cola Brasil.

As Cocas-Cola que são Fanta, porém, não serão comercializadas. Foi uma ação interna da companhia que recheou as geladeiras dos 13 andares da sede da empresa, no bairro do Botafogo, no Rio de Janeiro, para lembrar a data.

E viva a Coca Cola e demais empresas que a cada dia abrem seus braços para divulgar e Visibilizar uma cultura de paz e tolerância.

Tags:, , , , ,

>Link  

Filhos do Arco-Íris: Artistas se unem em prol da causa LGBT
   Blog Diversidade   │     12 de junho de 2017   │     16:51  │  0

“Filhos do Arco-Íris” é uma música apresentada pelo produtor Rick Bonadio, com assinatura de Joca Beta e Nizan Guanaes. Nos vocais, estão Sandy, Preta Gil, Daniella Mercury, Pabllo Vittar, Luiza Possi, Gloria Groove, Kell Smith, Di Ferrero e outros destaques. 

Foi divulgado, nesta terça-feira (6), o áudio da música feita para o Mês do Orgulho LGBT no Brasil, celebrado no dia 28 de junho. Intitulada ‘Filhos do Arco-Iris’, a música conta com a participação de ícones nacionais como Preta Gil, Gloria Groove, Pabllo Vittar, Daniela Mercury, Sandy, Fafá de Belém, Carlinhos Brown, Luiza Possi, Paulo Miklos, Rogério Flausino e Di Ferrero e foi produzida por Rick Bonadio.

Os lucros rendidos com a canção irão ser revertidos para fundações que lutam para prevenir a epidemia do HIV.

Segundo o compositor Nizan Guanaes, a canção “é o início de uma campanha de mobilização e conscientização que irá culminar na Parada LGBT de 2018, ano da eleição presidencial e do Legislativo, cuja causa LGBT precisa influenciar”.

A versão completa da música será lançada no Spotify em breve, mas um trecho de 2 minutos já circula na internet, inclusive na página oficial de Pabllo Vittar no Facebook.

Tags:, , ,

>Link  

Morre jovem que teve mangueira de ar introduzida no ânus
   Blog Diversidade   │     14 de fevereiro de 2017   │     17:26  │  0

Funcionário e dono do local introduziram mangueira de ar no ânus do jovem. Vítima perdeu parte do intestino e hoje teve complicações no esôfago.

Funcionário e dono do local introduziram mangueira de ar no ânus do jovem. Vítima perdeu parte do intestino e hoje teve complicações no esôfago.

adolescente de 17 anos, que perdeu parte do intestino ao ter uma mangueira de ar comprimido do lava-jato onde trabalhava introduzido no ânus, morreu no início da tarde desta terça-feira (14), depois de 11 dias internado na Santa Casa de Campo Grande.

Segundo a assessoria do hospital, o garoto voltou à ala vermelha por causa de uma complicação no esôfago que ocasionou perda de líquido e sangue. No início da tarde, ele sofreu uma parada cardíaca e os médicos tentaram reanimar por 45 minutos. O óbito foi confirmado às 13h35 (de MS).

Ele trabalhava no lava-jato na Vila Morumbi e no dia 3 de fevereiro sofreu a lesão no órgão íntimo durante uma brincadeira. O dono do lava-jato, de 20 anos, teria introduzido uma mangueira de compressão de ar no ânus do adolescente enquanto o outro suspeito, de 30 anos, o segurava.

A vítima foi levada até a Santa Casa em estado grave e passou por cirurgias. Ele perdeu parte do intestino. A pressão do ar foi tão intensa que estourou o intestino grosso e comprimiu os pulmões, trancando as válvulas respiratórias.

Hospitalizado na Santa Casa de Campo Grande, ele inicialmente ficou na área vermelha, foi transferido para a área amarela e depois para a enfermaria. Ele chegou a ficar fora de risco de vida.

A ação também foi testemunhada por um garoto de 11 anos. Em depoimento, ele afirmou que essa brincadeira era frequente entre a vítima e suspeitos. De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, a vítima teria começado a brincadeira no dia do crime. O funcionário estaria no banheiro quando o adolescente teria esguichado água no mesmo por debaixo da porta.

Durante o crime, o jato de água foi lançado na região das nádegas e, mesmo por cima da roupa, danificou o organismo do adolescente. Os homens informaram o ocorrido aos familiares e se apresentaram, espontaneamente, na delegacia. Eles não foram presos porque assumiram  a responsabilidade do crime e não oferecem riscos à vítima, explicou Lauretto.

O caso, por enquanto, não foi registrado como abuso porque não ficou evidente a conotação sexual, de acordo com o delegado. A conduta foi tipificada como lesão dolosa, porque os suspeitos, mesmo que não tivessem a intenção de feri-lo acabaram machucando o garoto. Lauretto disse que no caso de morte, é considerado o agravante de dolo eventual.

A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) está investigando o crime.

Tags:, ,

>Link