Category Archives: Sem categoria

Atrações da Pride SP: Anitta, Daniela Mercury, Alex Marie, Naiara Azevedo, Lorena Simpson e Márcia Freire
   Blog Diversidade   │       │     9:07  │  0

A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, considerada o maior evento deste tipo no mundo, ocupa a avenida Paulista amanhã, domingo (18), com shows de Anitta, Daniela Mercury, Alex Marie, Naiara Azevedo, Lorena Simpson e Márcia Freire, essas são algumas das atrações que estarão fazendo o fervor nos 19 trios elétricos, ao longo do percurso do evento.

A expectativa de público este ano é de 3 milhões de pessoas.

O tema da vez é “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei! Todas e todos por um Estado laico”. O Estado precisa garantir que todo cidadão tenha respeito, independentemente do que as religiões acham, diz a presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT, Claudia Regina Santos Garcia. “A festa é importante, mas nós vamos para a avenida reivindicar nossos direitos.”

A parada terá 19 trios elétricos que vão desfilar por 3,5 km –da Paulista até o vale do Anhangabaú, onde a cantora Tâmara Angel faz o show de encerramento.

Tags:, , , , , , , , ,

>Link  

Filhos do Arco-Íris: Artistas se unem em prol da causa LGBT
   Blog Diversidade   │     12 de junho de 2017   │     16:51  │  0

“Filhos do Arco-Íris” é uma música apresentada pelo produtor Rick Bonadio, com assinatura de Joca Beta e Nizan Guanaes. Nos vocais, estão Sandy, Preta Gil, Daniella Mercury, Pabllo Vittar, Luiza Possi, Gloria Groove, Kell Smith, Di Ferrero e outros destaques. 

Foi divulgado, nesta terça-feira (6), o áudio da música feita para o Mês do Orgulho LGBT no Brasil, celebrado no dia 28 de junho. Intitulada ‘Filhos do Arco-Iris’, a música conta com a participação de ícones nacionais como Preta Gil, Gloria Groove, Pabllo Vittar, Daniela Mercury, Sandy, Fafá de Belém, Carlinhos Brown, Luiza Possi, Paulo Miklos, Rogério Flausino e Di Ferrero e foi produzida por Rick Bonadio.

Os lucros rendidos com a canção irão ser revertidos para fundações que lutam para prevenir a epidemia do HIV.

Segundo o compositor Nizan Guanaes, a canção “é o início de uma campanha de mobilização e conscientização que irá culminar na Parada LGBT de 2018, ano da eleição presidencial e do Legislativo, cuja causa LGBT precisa influenciar”.

A versão completa da música será lançada no Spotify em breve, mas um trecho de 2 minutos já circula na internet, inclusive na página oficial de Pabllo Vittar no Facebook.

Tags:, , ,

>Link  

Palestra, rodas de conversa, cãominhada, festas e outras. Fique por dentro de tudo que está acontecendo em SP
   Blog Diversidade   │     11 de junho de 2017   │     15:02  │  0

Como nos anos anteriores, a Parada Gay de São Paulo ocorrerá na Avenida Paulista, região central da capital. O Blog Diversidade fez um levantamento de todos os eventos que estão acontecendo na cidade a partir de hoje, 11/06, até 18/06, próximo domingo, dia da 21ª edição da maior Parada do mundo, a de São Paulo.

Em Memória – Homenagem ás vítimas de violência contra LGBT

Em parceria com a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, Ultrafarma e a Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOGLBT), ONG responsável pela maior Parada LGBT do mundo, o projeto Em Memória faz parte das atividades do Mês do Orgulho LGBT 2017. Ato foi realizado no Parque Vila do Rodeio na Zona Leste de São Paulo hoje, 11/06, às 9h

Cantho Club

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Cantho Club dará inicio sua programação hoje, Domingo, 11, com o tradicional Private na Cantho Club, a partir das 23:59h! Abrindo a noite no palco Silvetty Montilla, nessa edição com os Djs residentes Junior Britto e André Martin recebem os convidados Bruno Ramos, Maceió, e Alessandro Kalero ,Convidado/SuperFestas. A programação da Cantho prosseguirá ao longo dos dias da semana.  Imperdível!

Mostra de Cinema

A Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, dentro da programação do Mês do Orgulho LGBT 2017, promove a Mostra de Cinema dia 12, 13 e 14 de Junho no Cine Belas Artes. Entre os filmes escolhidos para exibição gratuita estão EsterosOs Invisíveis e Divinas Divas.

2ª Mostra Diversa 2017

O Museu da Diversidade Sexual, equipamento cultural do Governo do Estado de São Paulo, administrado pela organização social de cultura APAA, abre no dia 13 de junho, às 17h00, a 2ª Mostra Diversa 2017, coletiva com trabalhos de 17 artistas que dialogam com questões como diversidade, sexualidade e gênero. Com entrada gratuita, a exposição fica em cartaz até o dia 30 de setembro. A mostra acontece no Museu da Diversidade Sexual, que fica localizado na Estação República do Metrô.

Fórum de Turismo LGBT do Brasil

Em 13 de junho  ocorrerá em São Paulo o Fórum de Turismo LGBT do Brasil,  o evento ocorrerá das 9 as 18:há, no Hotel Melia Paulista, e se concentrará no Agente e Operador Turístico. Dividido em dois estágios, o primeiro deles acontecerá com 4 painéis na manhã onde serão discutido temas como LGBT Destinos e LGBT Casamento / Lua de Mel, sugestões de produtos e programas, como conhecer este novo turista, Incluindo Trans Tourist, como fez Fort Lauderdale, Flórida, entre outros assuntos importantes. A segunda etapa da tarde terá uma série de oficinas onde agentes e operadores serão treinados para melhor servir este perfil turístico através de apresentações específicas de destinos, companhias aéreas, hotéis, serviços de terra, eventos e muito mais.

Chilli Pepper Single Hotel

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na semana da maior do mundo,  o hotel Chilli Pepper vai homenagear homens de todas as regiões do Brasil. O fervo começa no dia 12, com a Segunda do Baiano Arretado; Terça do Cearense Safadão; quarta do Paranaense Tatuadão; Quinta do Come Quieto; Sexta do Gaucho Chimarrão na Mão; Sábado você já sabe, a temperatura sobe e a ferveção é garantida, já no domingo, logo depois da Parada a casa dará inicio a festa Mix do Brasil. Chega lá e curte. Largo do Arouche, 610 – Santa Cecília – São Paulo/SP.

17ª Feira Cultural LGBT

A Feira Cultural LGBT já é tradição na semana da Parada. Ocupando toda a extensão do Vale do Anhangabaú, reúne tendas comerciais e institucionais, com produtos dos mais variados segmentos, como moda, acessórios, livros, calçados, perfumes, artes plásticas, decoração, música, vídeo, artigos esotéricos, e até uma praça de alimentação entre outros. Não esqueça, para lá, 16/06, no Anhangabaú. cerca de 600 mil pessoas é o público esperado na feira , e o mega palco montado vai ferver e tremer com tantas atrações para lá de especiais .

1ª Cãominhada da Diversidade de SP

Dia 15/06, acontece no Vale do Anhangabaú, a 1ª Cãominhada da Diversidade. Traga seu pet e venha “cãominhar” com a diversidade, em uma manhã divertida comemorando nossa Diversidade. Anota aí a programação: 09hs – Concentração para a Cãominhada, 10hs – Largada, 11hs às 17hs – Sorteios, dicas de comportamento animal, brindes, informações sobre o mundo pet, atividades para você e seu amigão!

17º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade

Para homenagear e reconhecer ações sociais que contribuíram para o avanço dos direitos humanos da população LGBT, a Associação da Parada do Orgulho GLBT (APOGLBT) realiza a 17ª edição do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade. O evento ocorrerá no dia 16/06, a partir das 19 horas, na  Academia Paulista de Letras.

Roda de Conversa Lésbica

A fim de promover o debate e a reflexão sobre a laicidade do Estado e o direito das mulheres, o GT Lésbicas e Bissexuais promoverá uma roda de conversa durante a 17ª Feira Cultural LGBT. O “Elas pelo Estado Laico” é o segundo evento promovido pelo coletivo, que pertence à Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. A Roda de Conversa ocorrerá no dia 15/06, das 13 às 15 horas no Vale do Anhangabaú – São Paulo/SP

Milkshake Festival

O maior festival de diversidade que o Brasil já viu. Dia 16 de junho, fim de semana da parada LGBT, tem a estréia do Milkshake Festival em São Paulo. O festival que é sucesso em Amsterdã desembarca por aqui com 4 palcos, DJs, bandas, performances, trio elétrico e muito mais atrações distribuídas em 14 horas coloridas de festa. E para as fervidas, temos o prazer de anunciar o After Party Oficial Milkshake com mais 5 horas e meia de puro close.

Ursound Club Pride

Este slideshow necessita de JavaScript.

Duas edições especiais na semana da Maior Parada do Mundo. A Festa dos Ursos e Admiradores do Brasil e do mundo em São Paulo, Ursound Pride com duas super edições. A primeira ocorrerá na Sexta 16/6, às 23h Ursound Club #Pride – Edição de Boas Vindas no novíssimo, aconchegante e charmoso Espaco555, onde uma pista ampla, mezanino c/ vista privilegiada, camarotes e 3 super bares e 9 DJ’s ferverá com a quantidade de ursos e adimiradores que estarão presente. Endereço do Espaço 555: Av. São João, 555 – República – São Paulo – SP, próximo a Estação de Metrô República (Linha 3 – Vermelha ou Linha 4 – Amarela). Já no dia 17/06, sábado, o fervor acontece no Audio Club, com a festa Ursound Mega Pride. Duas pistas (Stage e Club), mezanino, camarote, Jardim de Inverno, Food Truck Park, Área de Fumante, Vários Bares, 19 artistas convidados e espaço para acomodar 3.500 pessoas. O endereço do fervor é: Av.Francisco Matarazzo, 694 – Água Branca – São Paulo – SP
Perto da estação de Metrô Palmeiras – Barra Funda.

Jogos da Diversidade de São Paulo

Na véspera da Parada LGBT haverá a primeira edição dos Jogos da Diversidade de São Paulo. Realizado através de uma parceria entre o CDG Brasil – Comitê Desportivo LGBT e a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo – APOGLBT. Um evento multiesportivo criado para celebrar a diversidade humana através de jogos e competições esportivas. Venha fazer parte deste evento, praticar esporte e torcer pela sua equipe favorita nestes jogos coloridos. O Jogos da Diversidade de São Paulo ocorrerá no sábado, 17 de junho, a partir das 08: horas, no Complexo Desportivo do Ibirapuera.

Boate Blue Space

Famosa pelas performances e show de drag queens, a danceteria GLS Blue Space,  como já é de praxe anualmente, abre suas portas nos dias 17 e 18 de junho, com uma programação fodástica de incrível. Quer curtir as party´s ? então passa lá: R. Brg. Galvão, 723 – Barra Funda, São Paulo – SP.

21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo 2017
Já no domingo, 18/06/2017, ai é que o bicho vai pegar, 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que é organizada pela ONG APOGLBT SP. O tema de deste ano é: Estado Laico – Independente de nossas crenças, nenhuma religião é lei!  Como ao longo dos anos anteriores, a concentração ocorrerá na Avenida Paulista, a partir das 10 da manhã. Cerca de 20 trios elétricos estarão presentes, e a estimativa é que este ano a Pride leve a Paulista uma estimativa de 3 milhões de pessoas. Grandes nomes da musica, a exemplo da cantora Alex Marie e Daniela Mercury já foram confirmado.

Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,

>Link  

A história por trás da bandeira arco-íris, símbolo do orgulho LGBT
   Blog Diversidade   │     2 de junho de 2017   │     15:51  │  0

Baker nasceu em 2 de junho de 1951 em Chanute, no Estado americano do Kansas.

O criador de um dos principais símbolos da comunidade LGBT – a bandeira arco-íris – morreu aos 65 anos em sua casa em Nova York, nos Estados Unidos, informou a imprensa americana.

Gilbert Baker morreu enquanto dormia. As causas da morte ainda não foram divulgadas.

Mas qual é a história por trás de sua maior criação? E como a bandeira arco-íris se tornou um símbolo da comunidade LGBT?

Baker criou o estandarte, originalmente com oito cores, em 1978, para o Dia de Liberdade Gay de San Francisco, na Califórnia (Estados Unidos).

A bandeira original tinha as seguintes cores, cada uma representando um aspecto diferente da humanidade:

  • Rosa – sexualidade
  • Vermelho – vida
  • Laranja – cura
  • Amarelo – luz do sol
  • Verde – natureza
  • Turquesa – mágica/arte
  • Anil – harmonia/serenidade
  • Violeta – espírito humano

Naquela ocasião, 30 voluntários ajudaram Baker a pintar a mão as duas primeiras bandeiras arco-íris. Elas foram hasteadas para secar no último andar de galeria de um centro da comunidade gay em San Francisco.

Sujos de tinta, eles tiveram de esperar até a noite para lavar suas próprias roupas – já que não podiam lavá-las em lavanderias públicas.

Tempos depois, a bandeira foi reduzida a seis cores, sem o rosa e o anil. O azul também acabaria por substituir o turquesa.

Falando sobre sua criação, Baker disse que queria transmitir a ideia de diversidade e inclusão, usando “algo da natureza para representar que nossa sexualidade é um direito humano”.

Em 2015, o Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMa, adquiriu a bandeira para a sua coleção de obras, chamando-a de “poderoso marco histórico do design”.

“Decidi que tínhamos de ter uma bandeira, que uma bandeira nos encaixasse em um símbolo, o de que somos pessoas, um tribo”, disse Baker ao museu em uma entrevista.

“E as bandeiras são sobre proclamar poder, então é muito apropriado”, acrescentou na ocasião.

Bandeira arco-írisDireito de imagemREUTERS
Image captionO aniversário de 25 anos da bandeira foi celebrado em 2003

Homenagem

A bandeira arco-íris foi hasteada no centro de San Francisco para homenagear Baker.

Em sua conta no Twitter, o roteirista americano Dustin Lance Black disse: “Os arco-íris choram. Nosso mundo é bem menos colorido sem você, meu amor. Gilbert Baker nos deu a bandeira do arco-íris para nos unir. Nos unirmos de novo”.

O senador pelo Estado da Califórnia Scott Weiner afirmou que o trabalho de Baker “ajudou a definir o movimento LGBT moderno”.

Parada gay em Nova York (2005)Direito de imagemGETTY IMAGES
Image captionBandeira tornou-se símbolo da diversidade e da inclusão

Das Forças Armadas ao design

Baker nasceu em 2 de junho de 1951 em Chanute, no Estado americano do Kansas. Ele cresceu em Parsons, também no mesmo Estado, onde sua avó tinha uma pequena loja de roupas. Seu pai era juiz e sua mãe, professora.

De 1970 a 1972, ele serviu nas Forças Armadas americanas. Quando deixou o Exército, Baker aprendeu a costurar sozinho e usou a habilidade para criar pôsteres para marchas de protesto anti-guerra e a favor dos direitos LGBT.

Foi durante esse período que ele se tornou amigo de Harvey Milk, o primeiro parlamentar abertamente homossexual da história dos Estados Unidos.

Baker criou a bandeira arco-íris em 1978, mas se recusou a registrá-la como sua marca.

Em 1994, ele se mudou para Nova York, onde viveu até sua morte.

Naquele ano, ele criou a maior bandeira do mundo em comemoração ao 25º aniversário da Rebelião de Stonewall – como ficou conhecidas as manifestações da comunidade LGBT contra a invasão da polícia de Nova York ao bar Stonewall Inn, em Manhattan.

Os protestos anteciparam o movimento moderno de libertação gay e a luta dos direitos LGBT nos Estados Unidos.

Tags:, , , ,

>Link