Category Archives: Orgulho Gay

Confira as atrações e ordem dos trios da 26ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo
   15 de junho de 2022   │     11:33  │  0

A drag queen e cantora Pabllo Vittar e a cantora e compositora Luísa Sonza encabeçam a lista de atrações da 26ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, repleta de artistas pop. A Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP) divulgou a lista nesta segunda, 13, durante a coletiva para imprensa e influenciadores. A 26ª edição da Parada acontece no domingo, 19.

Além da diva de “Triste com T” e “Ama, Sofre e Chora” e da Braba, estão confirmadas as presenças da funkeira e ex-BBB Pocah, a ícone lésbica Mc Rebecca, a cantora e também drag Aretuza Lovi, o cantor Matheus Carrilho e a diva dos memes, dançarina e cantora Gretchen. Fugindo um pouco do pop, o evento vai contar ainda com a apresentação da cantora Liniker, com seu repertório cheio de R&B e Soul.

Segue a relação confirmada de artistas para apresentações nos trios da Parada:
Trio 1 – Abertura – Famílias LGBT+ – Artistas: Mariana Munhoz
Trio 2 – Prefeitura
Trio 3 – Diversidade Lésbica – Artistas: Ana Dutra, Luana Hassen
Trio 4 – Prefeitura
Trio 5 – Diversidade Transsexual/Travesti – Artista: Nick Cruz
Trio 6 – Saúde (Aids Healthcare Foundation – AHF)
Trio 7 – Diversidade Bissexual – Artistas: Ariah e Brunelli
Trio 8 – Prefeitura
Trio 9 – Diversidade Mais – Artistas: Quebrada Queer, Thaline Karajá
Trio 10 – Artistas da Noite
Trio 11 – Diversidade Gay – Artista: Kauan Russell
Trio 12 – Vivo – Artistas: Tiago Abravanel, bloco Agrada Gregos, Gretchen e Paullete Pink
Trio 13 – Jean Paul Gaultier – Artista: JoJo Todinho, Majur e as Pitayas
Trio 14 – Amstel – Artistas: DJ Heey Cat, Mateus Carrilho, Aretuzza Love, Pocah e Luísa Sonza
Trio 15 – Burger King/Avon – Artistas BK: Pepita, Lexa, DJ Cris Negrini/Artista Avon: Ludmilla;
Trio 16 – Smirnoff – Artista a confirmar
Trio 17 – Terra – Artista: Liniker, MC Rebecca e Minoqueens
Trio 18 – Convidados Aliados
Trio 19- Diretoria APOLGBT-SP/Mercado Livre – Artista: Pabllo Vittar

 

26ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo está prevista para o dia 19 de Junho de 2022
   7 de abril de 2022   │     12:56  │  0

A APOLGBT SP, ONG que realiza a maior Parada LGBT+ do mundo, enfatiza que a 26º edição ocorrerá no final do primeiro semestre de forma presencial caso a pandemia esteja controlada e seja seguro para todas as pessoas participantes do evento.

Desde o início da pandemia por causa da Covid-19 todos os eventos, festas e manifestações presenciais foram proibidas para evitar aglomerações e contágios do vírus que paralisou o mundo. Foram lockdowns, medidas preventivas, aberturas e fechamentos de comércios, eventos feitos de forma online (inclusive tivemos duas edições da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo feitas de forma virtual) entre outras atitudes extremamente necessárias para conter a proliferação do vírus.

Entretanto, a tão esperada vacina saiu e, felizmente, vários países do mundo já possuem grande parte da sua população vacinada e as coisas, aos poucos, estão voltando aos seus devidos lugares. Tanto que a cidade de São Paulo hoje já é conhecida como a “capital da vacinação no país”, atingindo no final do ano de 2021 mais de 92% do esquema completo de vacinação em adultos. Exemplo seguido de outros estados brasileiros como Mato Grosso (com 90,12%), Paraná (81,97%), Rio Grande Do Sul (81,42%) e Santa Catarina (80,28%). Estes são alguns exemplos com dados baseados no último censo populacional do IBGE e nos dados de vacinação divulgados recentemente pelas secretarias estaduais de Saúde.

Com base nestes dados, e na diminuição da média móvel de casos, a tendência é que tudo melhore ainda mais nos próximos meses. Exceto pelas variantes do vírus que, até o momento, embora sejam mais transmissíveis, não são mais letais segundo estudos. O que reforça o nosso apoio a ciência e a importância de incentivar pessoas não vacinadas a se vacinarem o quanto antes.

Neste sentido, caso a situação do combate a pandemia melhore realmente a cada dia, a ONG APOLGBT SP – Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, responsável pela maior Parada do Orgulho LGBT+ do mundo e outros eventos culturais e de militância LGBT+, vem a público informar que a realização presencial da 26ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo está prevista para acontecer no dia 19 de Junho de 2022. Assim como a Feira Cultural LGBT e outros eventos da ONG que são realizados na Semana do Orgulho LGBT+.

Se, por força maior, não for possível novamente a realização presencial, e ela só ocorrerá com a garantia de segurança de todas as pessoas envolvidas no evento, a edição da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo poderá ser reagendada para o final do ano de 2022 ou ainda acontecer, mais uma vez, de forma virtual. Com toda a luta da comunidade LGBT+ e sua diversidade de cores. Por isso a ONG pede para que as pessoas façam essa “pré-programação” e fiquem ligadas no website www.paradasp.org.br e nas redes sociais. Pois toda a comunicação sobre o evento é dada por ela e por sua assessoria de imprensa (www.paradasp.org.br/imprensa)

Tags:, , , , ,

Brasil ganha data ativista: O Dia Nacional da Afirmação Gay
   30 de março de 2021   │     9:00  │  0

A data faz homenagem dupla. Vinte e oito de fevereiro se refere ao dia de fundação do Grupo Gay da Bahia (GGB), em 1980

O dia do Orgulho LGBT+ nacional é celebrado em 25 de março, contudo, não há respaldo histórico que embase tal data, nem algum evento emblemático ocorrido neste dia. Mas tudo bem, é sempre importante relembrar direitos bem como a importância de lutar por eles.

Agora, oficialmente, o calendário arco-íris no Brasil tem nova data: 28 de fevereiro, Dia Nacional da Afirmação Gay. A data foi instituída pelo antropólogo e decano do movimento LGBT no País, Luiz Mott, e já conta com apoio de importantes entidades ativistas.

“É a entidade ativista arco-íris mais antiga da América Latina em atuação! Dentre vitórias históricas lideradas pelo GGB estão a despatologização da homossexualidade no Brasil em 1985, cinco anos antes de a Organização Mundial de Saúde fazer o mesmo; e o veto à chamada ‘cura gay’ pelo Conselho Federal de Psicologia, em 1999, o que tornou o Brasil o primeiro do mundo a impedir essa prática“.

Com a novidade, o calendário das principais datas do ativismo LGBT no Brasil fica assim: 29 de Janeiro – Dia Nacional da Visibilidade Trans;
28 de fevereiro – Dia Nacional da Afirmação Gay;
17 de maio – Dia Internacional contra Homofobia;
28 de junho – Dia Internacional do Orgulho LGBT;
29 de agosto – Dia Nacional da Visibilidade Lésbica;
23 de setembro – Dia da Visibilidade Bissexual.

 

Tags:, , ,

Lista aponta 72 países do mundo perigosos para ser gay; veja quais
   13 de março de 2021   │     17:55  │  0

No Brasil, a LGBTfobia, criminalizada recentemente por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), ainda é responsável por muita violência ,  assassinatos e  constrangimentos de pessoas da comunidade LGBTQIA+ . A situação é muito ruim, mas em outros 71 países do mundo é ainda pior: a homossexualidade é considerada crime. A gravidade de tal infração é tão alta que, em 13 países, pode condenar gays e lésbicas à pena de morte, em muitos dos outros pode levar à prisão.

A informação é de um relatório da Associação Internacional de Gays e Lésbicas, atualizado até 2016.

Somente na África é possível ser preso em 31 nações por ser lésbica ou gay. São elas: Argélia, Botsuana, Burundi, Camarões, Comores, Eritreia, Etiópia, Gâmbia, Gana, Guiné, Quênia, Libéria, Líbia, Malauí, Mauritânia, Maurício, Marrocos, Namíbia, Nigéria, Senegal, Serra Leoa, Somália, Sudão do Sul, Sudão, Suazilândia, Tanzânia, Togo, Tunísia, Uganda, Zâmbia e Zimbábue. Recentemente, a Angola descriminalizou a homossexualidade .

Na Ásia há outros 23 países em que a detenção pode ocorrer apenas por parecer ser homossexual: Afeganistão, Bangladesh, Butão, Brunei, Gaza (no território palestino ocupado), Índia, Sumatra Meridional e Achém (na Indonésia), Iraque, Irã, Kuwait, Líbano, Malásia, Maldivas, Mianmar, Omã, Paquistão, Catar, Arábia Saudita, Singapura, Sri Lanka, Síria, Turcomenistão, Emirados Árabes Unidos, Uzbequistão e Iêmen.

Nas três Américas o relatório totaliza 11 nações: Antígua e Barbuda, Barbados, Belize, Dominica, Granada, Guiana, Jamaica, São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadina e Trinidad e Tobago. Já na Oceania, mais seis países: Ilhas Cook (associadas à Nova Zelândia), Kiribati, Papua Nova Guiné, Samoa, Ilhas Salomão, Tonga e Tuvalu.

Entre os 72 países, 13 localizados na África e na Ásia, com destaque para a região do Oriente Médio, se destacam por permitirem a aplicação de pena de morte para o crime de ser homossexual. São os países mais perigosos do mundo para ser gay:

1) Sudão
2) Irã
3) Arábia Saudita
4) Iêmen
5) Mauritânia
6) Afeganistão
7) Paquistão
8) Catar
9) Emirados Árabes Unidos
12) Iraque
11) Síria (em algumas partes)
12) Nigéria (em algumas partes)
13) Somália (em algumas partes)

 

Tags:, , , , ,

Orgulho-20 terá início hoje, 23 e segue até domingo 28
   23 de junho de 2020   │     1:40  │  0

Pela vida e pela saúde de todas as pessoas, o festival Brasília Orgulho, e aí inclusive a Parada do Orgulho LGBTS de Brasília, não poderá ganhar as ruas e os espaços físicos com aglomeração por enquanto. A quarentena agora é necessária. Quem de nós puder estará em casa, mas nosso orgulho deve continuar vivo e nos conectando como comunidade.
Mas para demonstrar esse sentimento e fortalecê-lo, o Brasília Orgulho fará a ação Orgulho-20 – Somos Maiores.
O slogan Somos Maiores é usado para marcar que somos mais fortes que todas as adversidades que os tempos atuais estão nos impondo.
Serão feitas diversas ações até 28 de junho em soma com empresas, coletivos e organizações sociais.  Nossas Letras – LGBT do DF que produzem literatura estarão em nossas redes sociais lendo suas criações.   Ação feita em colaboração com o Coletivo de Escritorxs LGBT do DF.
Drag em Poesia – Artistas integrante do Distrito Drag estarão em um vídeo mostrando sua força de uma forma diferente.
Sentir Orgulho – Com apoio do Correio Braziliense, um dos mais prestigiados veículos de comunicação do Brasil, personalidades arco-íris do DF falarão sobre o que significa orgulho e darão exemplo de quando o sentiram.
Flutua – O Núcleo de Artes do Brasília Orgulho, coordenado por Biduh e Olivia Laques, lançará videoclipe de versão da música Flutua, conhecidas nas vozes de Johnny Hooker e Liniker. Cantores e cantoras LGBT do DF vão se unir para entoar esse hino pela liberdade de amar.
Parada Global 2020 – O mundo terá live de 24 horas de duração para celebrar nosso orgulho. O Brasília Orgulho não poderia ficar de fora! O evento começará às 2h de sexta para sábado. E nosso vídeo de participação será exibido no sábado entre 17h e 19h. Veja tudo aqui.
Loja Brasília Orgulho – Nosso orgulho é imenso demais! Não dá para o evidenciarmos apenas por alguns dias! Para possibilitar que sempre possamos dar visibilidade ao nosso orgulho e fortalecer os vínculos de nosso coletivo com a comunidade LGBT do DF, lançaremos a Loja Brasília Orgulho, com diversos itens arco-íris. Trata-se da primeira loja de um festival LGBT na América Latina!
Onde você LGBT quer morar? – proposta inovadora em vídeo em que não só quem respondeu a essa pergunta na produção como também quem assiste serão marcados por grande surpresa! Tudo sob comando da cantora e drag queen da capital federal Pikineia, e muito mais.
O orgulho é tamanho que ainda pode haver outra grande e inédita ação no coração político do Brasil. Nossa coordenação, empresas parceiras e voluntariado estão correndo atrás de algumas confirmações para fazer algo de grande impacto em nome da afirmação de ser o que somos, afirma a comissao organizadora do evento.
Nada disso seria possível sem o voluntariado do Brasília Orgulho e a parceria com Instituto Sabin, Distrito Drag, Coletivo de Escritorxs LGBT do DF, Habra, Birosca, Cirqus e Balada em Tempos de Crise, ou seja, a unificação da luta em prol do arco-arco-íris.
Então, fique em sintonia com as redes sociais (Facebook e Instagram)  do Brasília Orgulho e não perca nada.
Fonte: ASCOM/ #Orgulho-20

Tags:, , , ,