Category Archives: Notícias

Pabllo Vittar fará participação em A Força do Querer, diz Gloria Perez
   Blog Diversidade   │     20 de agosto de 2017   │     14:21  │  0

A autora Gloria Perez anunciou neste sábado em seu Twitter que a cantora Pabllo Vittar fará uma participação na novela

A Força do Querer‘, da Globo. “Pabllo Vittar também vai estar em A Força do Querer”, escreveu Gloria.

A notícia chega um dia após Pabllo cancelar sua participação no Criança Esperança devido a uma infecção no siso. Para seu lugar foi escalado o ator Silvero Pereira, que interpreta uma travesti na novela.

A novela ‘Força do Querer’ tem sido responsável por elevar os índices de audiência do horário nobre da Globo. Um dos assuntos abordados na trama é a identidade de gênero, mas ainda não há detalhes sobre a participação de Pabllo na novela.

A cantora drag queen também está no topo das paradas. Depois de hits próprios como Todo Dia e K.O, ela participou do hit Sua Cara, com Anitta e Major Lazer, e, na última semana lançou uma parceria com Preta Gil na música Decote.

Pabllo Vittar de volta a Maceió

Para os viciados em Vittar, a boa é q (mais…)

Tags:, , ,

>Link  

GGAL divulga agenda de atividades do segundo semestre do ano
   Blog Diversidade   │     25 de julho de 2017   │     19:26  │  0

O Grupo Gay de Alagoas-GGAL divulgou no fim da tarde de hoje, 25/7, a agenda de atividades que serão realizadas ao longo desse segundo semestre de 2017.

As ações são mais que diversas, e com isso a instituição espera intensificar a luta contra a homolesbotransfobia através do desenvolvimento do esporte, Cultura, saúde e outros  no Estado de Alagoas.

O fechamento das parcerias deram início no mês de junho, e as ações terão início no final do mês de agosto.

Veja abaixo as atividades que serão realizadas até o término deste ano de 2017.

Agenda do grupo Gay de Alagoas-GGAL – Segundo semestre 2017

  • 30/08 – Varal da lesbotransfobia
  • 07/09 – Mutirão de ações jurídica “mudança de nome, programa TFD, adoção e inclusão de nomes em registro civil e outros”
  • 12/09 – I Fórum de Discussão do Turismo LGBT em Alagoas
  • 22/09 – Casamento Coletivo LGBT de Alagoas – edição II
  • 29,30/09 e 01/10 – Curso de Formação Política de Novas Lideranças LGBT de Alagoas
  • 27, 28 e 29/10 –  Beach champions – I Campeonato de Esportes de Praia de Alagoas
  • 20 a 26/11 – Festival de Arte e Cultura LGBT do Estado de Alagoas – edição III
  • Prêmio de Direitos Humanos Renildo José dos Santos – edição X
  • 17/12 – 16ª Parada do Orgulho LGBT de Maceió/AL
  • 22/12 – Confraternização do GGAL

Fonte: Ascom GGAL

Tags:, , , ,

>Link  

STF deve julgar ação sobre doação de sangue por gays, diz Fachin
   Blog Diversidade   │     11 de abril de 2017   │     20:11  │  0

O ministro alertou quer desde a manifestação da PGR, em setembro do ano passado, o assunto está apto a ser levado para discussão em plenário

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), emitiu um despacho em que reafirma à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, que a ação sobre a doação de sangue por homossexuais está liberada para ser incluída na pauta de julgamentos em plenário.

Fachin ressaltou que desde a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) na ação, em setembro do ano passado, o assunto está apto a ser levado para discussão em plenário.

“Reitero a liberação da presente ação direta para inclusão em pauta de julgamento do Plenário deste Tribunal, conforme ato realizado em 06/09/2016, inexistindo ato decisório obstativo de tal inclusão”, escreveu o ministro no despacho divulgado ontem (10). Cabe a Cármen Lúcia definir a agenda do plenário do STF.

Em junho do ano passado, Fachin já havia manifestado a favor de uma apreciação rápida do processo, ao decidir abreviar a tramitação da ação em que o PSB contesta normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde que proíbem a doação de sangue por homens homossexuais que tiveram relações sexuais nos últimos doze meses.

“Sob qualquer ângulo que se olhe para a questão, o correr do tempo mostra-se como um inexorável inimigo. Quer para quem luta por vivificar e vivenciar a promessa constitucional da igualdade, quer porquem luta viver e tanto precisa do olhar solidário do outro”, disse o ministro na ocasião.

De acordo com a Portaria 158/2016, do Ministério da Saúde, e a Resolução 43/2014, da Anvisa, homens que tiveram relações sexuais com outros homens ou com as parceiras sexuais destes são considerados inaptos por 12 meses para doar sangue nos hemocentros e hospitais do país.

Na ação direta de inconstitucionalidade, o PSB sustenta que a norma, na prática, torna homens homossexuais permanentemente inaptos para doação sanguínea.

“Essa situação escancarada absurdo tratamento discriminatorio por parte do Poder Público em função da orientação sexual”, argumenta.

A Anvisa alegou que a proibição está baseada em evidências epidemiológicas e técnico-científicas e que tem o objetivo de preservar o interesse coletivo na garantia máxima da qualidade e da segurança para o receptor de sangue. A agência disse ainda seguir uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, manifestou-se pela inconstitucionalidade das normas da Anvisa e do Ministério da Saúde, que para ele viola a dignidade humana ao prever uma discriminação por orientação sexual.

Entre outras razões, Janot argumentou que as regras se baseiam em uma noção ultrapassada de “grupos de risco”, quando o conceito mais atual para fundamentar os critérios para doação de sangue seria o de “comportamento de risco”, como é por exemplo a prática sexual com pessoas desconhecidas, independentemente da orientação sexual.

“Na prática, essa sistemática acaba por classificar gays e bissexuais como grupo de risco (conceito abandonado, conforme exposto). Presume-se que essas pessoas estariam sempre em situação de risco acrescida ou em comportamento de risco. Todavia, o critério justificável na atualidade leva em conta práticas sexuais concretas, não a identidade ou a orientação sexual das pessoas envolvidas”, escreveu Janot.

Por: Agência Brasil

 

 

Tags:, ,

>Link  

Morre jovem que teve mangueira de ar introduzida no ânus
   Blog Diversidade   │     14 de fevereiro de 2017   │     17:26  │  0

Funcionário e dono do local introduziram mangueira de ar no ânus do jovem. Vítima perdeu parte do intestino e hoje teve complicações no esôfago.

Funcionário e dono do local introduziram mangueira de ar no ânus do jovem. Vítima perdeu parte do intestino e hoje teve complicações no esôfago.

adolescente de 17 anos, que perdeu parte do intestino ao ter uma mangueira de ar comprimido do lava-jato onde trabalhava introduzido no ânus, morreu no início da tarde desta terça-feira (14), depois de 11 dias internado na Santa Casa de Campo Grande.

Segundo a assessoria do hospital, o garoto voltou à ala vermelha por causa de uma complicação no esôfago que ocasionou perda de líquido e sangue. No início da tarde, ele sofreu uma parada cardíaca e os médicos tentaram reanimar por 45 minutos. O óbito foi confirmado às 13h35 (de MS).

Ele trabalhava no lava-jato na Vila Morumbi e no dia 3 de fevereiro sofreu a lesão no órgão íntimo durante uma brincadeira. O dono do lava-jato, de 20 anos, teria introduzido uma mangueira de compressão de ar no ânus do adolescente enquanto o outro suspeito, de 30 anos, o segurava.

A vítima foi levada até a Santa Casa em estado grave e passou por cirurgias. Ele perdeu parte do intestino. A pressão do ar foi tão intensa que estourou o intestino grosso e comprimiu os pulmões, trancando as válvulas respiratórias.

Hospitalizado na Santa Casa de Campo Grande, ele inicialmente ficou na área vermelha, foi transferido para a área amarela e depois para a enfermaria. Ele chegou a ficar fora de risco de vida.

A ação também foi testemunhada por um garoto de 11 anos. Em depoimento, ele afirmou que essa brincadeira era frequente entre a vítima e suspeitos. De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, a vítima teria começado a brincadeira no dia do crime. O funcionário estaria no banheiro quando o adolescente teria esguichado água no mesmo por debaixo da porta.

Durante o crime, o jato de água foi lançado na região das nádegas e, mesmo por cima da roupa, danificou o organismo do adolescente. Os homens informaram o ocorrido aos familiares e se apresentaram, espontaneamente, na delegacia. Eles não foram presos porque assumiram  a responsabilidade do crime e não oferecem riscos à vítima, explicou Lauretto.

O caso, por enquanto, não foi registrado como abuso porque não ficou evidente a conotação sexual, de acordo com o delegado. A conduta foi tipificada como lesão dolosa, porque os suspeitos, mesmo que não tivessem a intenção de feri-lo acabaram machucando o garoto. Lauretto disse que no caso de morte, é considerado o agravante de dolo eventual.

A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) está investigando o crime.

Tags:, ,

>Link  

Homens invadem casa de casal gay e ateiam fogo
   Blog Diversidade   │     7 de fevereiro de 2017   │     14:50  │  0

Um

Grupo Gay de Alagoas-GGAL prestará assistência as vítimas e acompanhará o caso.

Grupo Gay de Alagoas-GGAL prestará assistência as vítimas e acompanhará o caso.

incêndio registrado na madrugada desta terça-feira dia 07 de fevereiro de 2017, na quadra 15 do conjunto Denisson Amorim no Povoado Pedras em Marechal Deodoro, deixou a vizinhança em pânico.

Segundo informações do site Real Deodorense, homens entraram na residência e colocaram gasolina e atearam fogo na casa que no sábado passado já havia sido invadida e roubada por homens encapuzados que fizeram o dono e seu companheiro reféns inclusive colocando armas na cabeça das vítimas.

O proprietário não havia prestado queixa da invasão e na madrugada de hoje a casa foi incendiada. O Corpo de Bombeiros foi acionado para debelar as chamas mais quase tudo foi consumido pelo gogo.

Os moradores da casa não estavam no mento do ocorrido, já com medo de que havia acontecido no final de semana.

Até o presente momento não há informações sobre as causas que levaram a este triste e lamentável ocorrido, e se o segundo atentando teria ligação ao primeiro, mas o Grupo Gay de Alagoas-GGAL, levantará maiores informações, ao mesmo tempo em que prestará assistência as vítimas, e acompanhará o caso.

Tags:, ,

>Link