Category Archives: Notícias

Estilista alagoano Audifax Seabra faleceu na manhã de hoje
   Blog Diversidade   │     11 de junho de 2020   │     14:25  │  0

Na manhã de hoje perdemos um dos maiores e renomados nomes do mundo da moda em Alagoas , Audifax Seabra.
Seabra era conhecido em Alagoas e fora do Estado por vestir noivas , sua especialidade.
Homossexual assumido, Audifax no passado foi sócio da antiga boate Toy, que ao longo de muitos anos badalou a noite GAY alagoana.
Segundo informações Audifax Seabra estava internado com suspeita de COVID 19 e faleceu na manhã de hoje, 11 de junho de 2020.

Tags:

>Link  

Pabllo Vittar fará participação em A Força do Querer, diz Gloria Perez
   Blog Diversidade   │     20 de agosto de 2017   │     14:21  │  0

A autora Gloria Perez anunciou neste sábado em seu Twitter que a cantora Pabllo Vittar fará uma participação na novela

A Força do Querer‘, da Globo. “Pabllo Vittar também vai estar em A Força do Querer”, escreveu Gloria.

A notícia chega um dia após Pabllo cancelar sua participação no Criança Esperança devido a uma infecção no siso. Para seu lugar foi escalado o ator Silvero Pereira, que interpreta uma travesti na novela.

A novela ‘Força do Querer’ tem sido responsável por elevar os índices de audiência do horário nobre da Globo. Um dos assuntos abordados na trama é a identidade de gênero, mas ainda não há detalhes sobre a participação de Pabllo na novela.

A cantora drag queen também está no topo das paradas. Depois de hits próprios como Todo Dia e K.O, ela participou do hit Sua Cara, com Anitta e Major Lazer, e, na última semana lançou uma parceria com Preta Gil na música Decote.

Pabllo Vittar de volta a Maceió

Para os viciados em Vittar, a boa é q (mais…)

Tags:, , ,

>Link  

GGAL divulga agenda de atividades do segundo semestre do ano
   Blog Diversidade   │     25 de julho de 2017   │     19:26  │  0

O Grupo Gay de Alagoas-GGAL divulgou no fim da tarde de hoje, 25/7, a agenda de atividades que serão realizadas ao longo desse segundo semestre de 2017.

As ações são mais que diversas, e com isso a instituição espera intensificar a luta contra a homolesbotransfobia através do desenvolvimento do esporte, Cultura, saúde e outros  no Estado de Alagoas.

O fechamento das parcerias deram início no mês de junho, e as ações terão início no final do mês de agosto.

Veja abaixo as atividades que serão realizadas até o término deste ano de 2017.

Agenda do grupo Gay de Alagoas-GGAL – Segundo semestre 2017

  • 30/08 – Varal da lesbotransfobia
  • 07/09 – Mutirão de ações jurídica “mudança de nome, programa TFD, adoção e inclusão de nomes em registro civil e outros”
  • 12/09 – I Fórum de Discussão do Turismo LGBT em Alagoas
  • 22/09 – Casamento Coletivo LGBT de Alagoas – edição II
  • 29,30/09 e 01/10 – Curso de Formação Política de Novas Lideranças LGBT de Alagoas
  • 27, 28 e 29/10 –  Beach champions – I Campeonato de Esportes de Praia de Alagoas
  • 20 a 26/11 – Festival de Arte e Cultura LGBT do Estado de Alagoas – edição III
  • Prêmio de Direitos Humanos Renildo José dos Santos – edição X
  • 17/12 – 16ª Parada do Orgulho LGBT de Maceió/AL
  • 22/12 – Confraternização do GGAL

Fonte: Ascom GGAL

Tags:, , , ,

>Link  

STF deve julgar ação sobre doação de sangue por gays, diz Fachin
   Blog Diversidade   │     11 de abril de 2017   │     20:11  │  0

O ministro alertou quer desde a manifestação da PGR, em setembro do ano passado, o assunto está apto a ser levado para discussão em plenário

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), emitiu um despacho em que reafirma à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, que a ação sobre a doação de sangue por homossexuais está liberada para ser incluída na pauta de julgamentos em plenário.

Fachin ressaltou que desde a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) na ação, em setembro do ano passado, o assunto está apto a ser levado para discussão em plenário.

“Reitero a liberação da presente ação direta para inclusão em pauta de julgamento do Plenário deste Tribunal, conforme ato realizado em 06/09/2016, inexistindo ato decisório obstativo de tal inclusão”, escreveu o ministro no despacho divulgado ontem (10). Cabe a Cármen Lúcia definir a agenda do plenário do STF.

Em junho do ano passado, Fachin já havia manifestado a favor de uma apreciação rápida do processo, ao decidir abreviar a tramitação da ação em que o PSB contesta normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde que proíbem a doação de sangue por homens homossexuais que tiveram relações sexuais nos últimos doze meses.

“Sob qualquer ângulo que se olhe para a questão, o correr do tempo mostra-se como um inexorável inimigo. Quer para quem luta por vivificar e vivenciar a promessa constitucional da igualdade, quer porquem luta viver e tanto precisa do olhar solidário do outro”, disse o ministro na ocasião.

De acordo com a Portaria 158/2016, do Ministério da Saúde, e a Resolução 43/2014, da Anvisa, homens que tiveram relações sexuais com outros homens ou com as parceiras sexuais destes são considerados inaptos por 12 meses para doar sangue nos hemocentros e hospitais do país.

Na ação direta de inconstitucionalidade, o PSB sustenta que a norma, na prática, torna homens homossexuais permanentemente inaptos para doação sanguínea.

“Essa situação escancarada absurdo tratamento discriminatorio por parte do Poder Público em função da orientação sexual”, argumenta.

A Anvisa alegou que a proibição está baseada em evidências epidemiológicas e técnico-científicas e que tem o objetivo de preservar o interesse coletivo na garantia máxima da qualidade e da segurança para o receptor de sangue. A agência disse ainda seguir uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, manifestou-se pela inconstitucionalidade das normas da Anvisa e do Ministério da Saúde, que para ele viola a dignidade humana ao prever uma discriminação por orientação sexual.

Entre outras razões, Janot argumentou que as regras se baseiam em uma noção ultrapassada de “grupos de risco”, quando o conceito mais atual para fundamentar os critérios para doação de sangue seria o de “comportamento de risco”, como é por exemplo a prática sexual com pessoas desconhecidas, independentemente da orientação sexual.

“Na prática, essa sistemática acaba por classificar gays e bissexuais como grupo de risco (conceito abandonado, conforme exposto). Presume-se que essas pessoas estariam sempre em situação de risco acrescida ou em comportamento de risco. Todavia, o critério justificável na atualidade leva em conta práticas sexuais concretas, não a identidade ou a orientação sexual das pessoas envolvidas”, escreveu Janot.

Por: Agência Brasil

 

 

Tags:, ,

>Link  

Morre jovem que teve mangueira de ar introduzida no ânus
   Blog Diversidade   │     14 de fevereiro de 2017   │     17:26  │  0

Funcionário e dono do local introduziram mangueira de ar no ânus do jovem. Vítima perdeu parte do intestino e hoje teve complicações no esôfago.

Funcionário e dono do local introduziram mangueira de ar no ânus do jovem. Vítima perdeu parte do intestino e hoje teve complicações no esôfago.

adolescente de 17 anos, que perdeu parte do intestino ao ter uma mangueira de ar comprimido do lava-jato onde trabalhava introduzido no ânus, morreu no início da tarde desta terça-feira (14), depois de 11 dias internado na Santa Casa de Campo Grande.

Segundo a assessoria do hospital, o garoto voltou à ala vermelha por causa de uma complicação no esôfago que ocasionou perda de líquido e sangue. No início da tarde, ele sofreu uma parada cardíaca e os médicos tentaram reanimar por 45 minutos. O óbito foi confirmado às 13h35 (de MS).

Ele trabalhava no lava-jato na Vila Morumbi e no dia 3 de fevereiro sofreu a lesão no órgão íntimo durante uma brincadeira. O dono do lava-jato, de 20 anos, teria introduzido uma mangueira de compressão de ar no ânus do adolescente enquanto o outro suspeito, de 30 anos, o segurava.

A vítima foi levada até a Santa Casa em estado grave e passou por cirurgias. Ele perdeu parte do intestino. A pressão do ar foi tão intensa que estourou o intestino grosso e comprimiu os pulmões, trancando as válvulas respiratórias.

Hospitalizado na Santa Casa de Campo Grande, ele inicialmente ficou na área vermelha, foi transferido para a área amarela e depois para a enfermaria. Ele chegou a ficar fora de risco de vida.

A ação também foi testemunhada por um garoto de 11 anos. Em depoimento, ele afirmou que essa brincadeira era frequente entre a vítima e suspeitos. De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, a vítima teria começado a brincadeira no dia do crime. O funcionário estaria no banheiro quando o adolescente teria esguichado água no mesmo por debaixo da porta.

Durante o crime, o jato de água foi lançado na região das nádegas e, mesmo por cima da roupa, danificou o organismo do adolescente. Os homens informaram o ocorrido aos familiares e se apresentaram, espontaneamente, na delegacia. Eles não foram presos porque assumiram  a responsabilidade do crime e não oferecem riscos à vítima, explicou Lauretto.

O caso, por enquanto, não foi registrado como abuso porque não ficou evidente a conotação sexual, de acordo com o delegado. A conduta foi tipificada como lesão dolosa, porque os suspeitos, mesmo que não tivessem a intenção de feri-lo acabaram machucando o garoto. Lauretto disse que no caso de morte, é considerado o agravante de dolo eventual.

A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) está investigando o crime.

Tags:, ,

>Link