Monthly Archives: maio 2019

Mais de 100 jovens participam de evento para promover inclusão em ambientes corporativos
   Blog Diversidade   │     30 de maio de 2019   │     11:48  │  0

 Durante um dia inteiro, mais de 100 jovens estudantes participaram de um Day Experience com profissionais da multinacional Bayer e outros convidados. O Juventude Negra chegou à 3ª edição com programação que incluiu roda de conversa sobre a temática racial em ambientes corporativos e uma dinâmica de Hackathon, que propõe soluções para ampliar a inclusão e a diversidade.

 A iniciativa foi criada em 2017 e tem o objetivo de debater práticas de inclusão nas grandes organizações. A ação, pioneira em proporcionar encontros de universitários negros nas empresas, tem o protagonismo de pessoas negras como pilar. O encontro também proporcionou a difusão de temas de interesse entre coletivos negros, promovendo um espaço de diálogo sobre juventude, negritude e sociedade, além de propor soluções para inclusão racial nas organizações.

 O evento também contou com a participação de convidados ligados às temáticas raciais, que, além de aquecer o diálogo, ainda contribuíram com insights e reflexões entre os participantes. Ana Paula Xongani esteve presente no evento. A estilista, mãe, empresária, produtora de conteúdo e mulher preta – como ela mesma faz questão de destacar – também é uma influenciadora digital que alcançou o sucesso e sempre buscou seu espaço de representatividade. Hoje, com quase 80 mil seguidores no Instagram e mais de 70 mil inscritos no YouTube, Ana Paula gosta de se definir como seu ativismo afetivo.

 Quando questionada sobre como se sente em relação a sua trajetória, conquistas e aos espaços que conseguiu abrir ao longo do caminho, Ana Paula Xongani afirma que a luta pela representatividade caracteriza o seu existir, além de demonstrar uma forma de resistência.

 “É nosso dever investirmos parte da nossa vida para continuarmos a luta, fortalecermos nossa resistência e nunca podemos esquecer da importância de existir. Não podemos nos conformar em fazer o dobro para conseguir metade. Mais do que resistir, eu quero existir. Eu quero todo o potencial de existir”.

 Ivair Santos, executivo da Secretaria de Saúde de São Paulo, também compartilhou sua experiência e seu conhecimento em ciência política, relações internacionais e sociologia, com ênfase em direitos humanos. Ivair aproveitou a ocasião para lembrar ocontexto histórico que impacta a sociedade atual.

 “Muito foi feito antes de nós. Temos história, muita história. Temos homens e mulheres negros que deram sua vida para estarmos aqui hoje. É fundamental enfrentarmos o desafio de não sermos maioria em um ambiente organizacional”.

 A ação faz parte dos projetos desenvolvidos pelo Comitê de Diversidade da Bayer, composto por diferentes grupos de afinidade que abordam questões LGBTQ+, de gênero, pessoas com deficiência e gerações, além do BayAfro. Os grupos têm como foco as práticas e as estratégias específicas para conscientização, inclusão e igualdade.

>Link  

Nike lança tênis inspirado nas cores da bandeira LGBTI+
   Blog Diversidade   │     29 de maio de 2019   │     13:19  │  0

Nike Air Max 720 Be True (Divulgação)

Lançado exclusivamente para o mês de orgulho LGBT, a Nike acaba de apresentar seu novo Air Max 720. O novo calçado tem o de design inspirado na icônica bandeira LGBTQ+, criada por Gilbert Baker.

 Nomeada de ‘Be True’, a nova linha ainda vai contar com uma versão bastante colorida do clássico Air Max 90, para aqueles fãs do famoso calçado. No entanto, ele vai contar com um colorido “mais contido”.

A nova linha, que também vai ter tênis exclusivos para crianças, vai estar disponível para compra a partir do dia 1º de junho. O Air Max 90s custará US $ 140, enquanto o Air Max 720s sairá a US $ 180.

Também pensando em representatividade da diversidade em seus trabalhos. No mês passado a marca Converse também decidiu lançar uma linha exclusiva do famoso All Star, com as cores da bandeira trans.
Fonte: Observatório UOL

Tags:, ,

>Link  

Inscrições p/ Estágio e Serviço Voluntário do Grupo Gay de Alagoas – GGAL
   Blog Diversidade   │     16 de maio de 2019   │     11:40  │  0

O GRUPO GAY DE ALAGOAS – GGAL, organização da sociedade civil, entidade fundadora do movimento LGBT neste estado, esta recrutando pessoas para atuarem como voluntários ou estagiarios (não remunerado), nas atividades diárias e ações do grupo.

 

O objetivo da ação é fortalecer a bandeira de luta em prol do combate a homolésbotransfobia no Estado, além de contribuir no aperfeiçoamento desses futuros profissionais (estagiários), para que os mesmo estejam apto a exercer suas profissões dentro de uma regra de inclusão social positiva, e ampliar o quadro de voluntários do grupo.

As inscrição para exercer como estagiário, ou voluntario poderão ser realizadas através do preenchimento da ficha de inscrição online abaixo, e cobre modalidades profissionais diversas.

 Inscrições

Tags:, ,

>Link  

ParadaSP Fest terá 24 DJs, a Spice Girl Mel C e as drag queens do Sink the Pink
   Blog Diversidade   │     15 de maio de 2019   │     11:30  │  0

A Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT SP), a Organização Não-Governamental (ONG) que leva milhões de pessoas todos os anos para celebrar a maior Parada do Orgulho LGBT do mundo, traz novidade este ano: a ParadaSP Fest! O novo festival de música, que acontece dia 21 de Junho, no clube Áudio, na zona oeste da capital paulista, já estreia em grande estilo. A cantora britânica e eterna Spice Girl Melanie C será a atração principal do evento, que terá 8 horas de música com 24 DJs revezando em ritmos do pop e eletrônico.

A sporty spice vem acompanhada das drag queens Sink the Pink, do famoso clube noturno londrino homônimo. Sua participação faz parte de algumas ações que a cantora está promovendo com algumas Paradas pelo mundo. São Paulo será a primeira cidade da agenda de shows, que conta ainda com Santiago, Londres, Estocolmo, Amsterdam, Dublin, entre outras cidades. “Estou super animada! Mal posso esperar para estar na ParadaSP Fest e fazer um show incrível que será lembrado para sempre”, afirma Melanie.

O festival de música faz parte do Calendário Oficial de Eventos da Semana da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que será de 16 a 23 de junho de 2019. O objetivo da ParadaSP Fest é unir por meio da música diferentes culturas, orientações sexuais e expressões de gênero, apresentando diferentes manifestações da cultura LGBT, que este ano comemora os 50 anos de Stonewall, considerado o marco na luta pelos direitos LGBT no mundo. Esse, por sinal, será o tema da 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que acontece dia 23 de junho, na Avenida Paulista.

Os DJs convidados virão das diferentes regiões brasileiras trazendo suas sonoridades para tocar e trocar experiências musicais do pop e eletrônico com o público. Um dos convidados é o DJ francês Fabrice De Rotrou, criador de festas mistas parisienses e que toca nos clubes mais modernos de Paris, como o Les Bains, Le Faust, Le Flow, Café A e o Les Etoiles.

Para a APOGLBT SP, que está acostumada a realizar grandes eventos abertos ao público, como a Parada e a Feira da Diversidade, a ParadaSP Fest também é uma novidade. É a primeira vez que a ONG organiza um evento fechado com venda de ingressos. “A ParadaSP Fest nasceu do nosso compromisso de celebrar a diversidade, mas também enxergamos nela uma forma de recurso, que nunca havíamos pensado, para conseguirmos apoiar os eventos gratuitos que já fazemos e poder ajudar outras instituições e iniciativas que também lutam pela causa LGBT e que também precisam de apoio”, afirma Cláudia Garcia, presidente da APOGLBT SP.

Sobre a APOGLBT SP

A Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT SP) é a idealizadora, organizadora e realizadora da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, sendo detentora de todos os seus direitos legais e exclusivos.

Serviço:

ParadaSP Fest
Data: Dia 21 de Junho de 2019
Horário: A partir das 22h
Local: Áudio, Av. Francisco Matarazzo, 694, Água Branca, São Paulo/SP.

Ingressos à venda:
Ticket360: http://www.ticket360.com.br/evento/10463/paradasp-fest-com-melanie-c-sink-the-pink-e-fabrice-duEvento
ParadaSP Fest no Facebook: http://www.facebook.com/events/2782785771946774/
23ª Parada do Orgulho LGBT de SP em 2019
http://www.facebook.com/events/173728056649116/

Fonte: ASCOM APOGLBT SP

Tags:, , , ,

>Link  

Nota de solidariedade a Mãe Vera, e repúdio ao atentado a Casa de Resistência Abassá de Angola

Em razão do atentado criminoso na madrugada do dia 13 de maio, a Casa de Resistência Abassá de Angola,coordenada pela Yalorixa Veronildes Rodrigues , conhecida como Mãe Vera, o Grupo Gay de Alagoas – GGAL, entidade fundadora do movimento LGBTI+ no Estado de Alagoas, vem a público se solidarizasse com a mesma, e todos os seus filhos de santo.
É chocante, repugnante e vergonhoso que em pleno século XXI, pessoas motivadas por sentimento misto de maldade, preconceito, intolerância, histeria e irresponsabilidade, venham praticar tal ação. É lamentável que praticas de auritolerância como esta venha a acontecer, mas mas que os intolerantes tenham ao certo uma coisa, só fortalece a bandeira de luta contra a aversão, pós instituições como o Grupo Gay de Alagoas e outras instituições não calaram-se ao meio de barbarias como esta, e estarão com a Casa de Resistência Abassá de Angola, cobrando medidas emergências de apuração e punição desses criminosos.
Vivemos tempos difíceis, onde pessoas intolerantes veem a religião e a cultura como uma fonte de divisão em lugar de um caminho para a inclusão e a paz.      Estarrecidos, vemos o crescimento da intolerância religiosa em todos os cantos do Planeta, representando certamente, um dos problemas mais delicados em nosso mundo onde o fanatismo religioso, impregna a alma de milhões de pessoas, e as conduz a realizarem ações más contra as outras, e produzir verdadeiras guerras em nome, supostamente, de uma religião, como se fosse possível estabelecer, com isso, qual religião “estaria com a razão” ou qual religião teria “propriedade” sobre “o” verdadeiro sagrado.       A questão é tormentosa e envolve o ser humano em sua mais pura essência, na medida em que são colocadas em jogo sua consciência e crença.
Repudiamos as ações criminosas e tendenciosas de determinadas pessoas ou grupos da sociedade, em tentar associar as religiões pagãs ou seus seguidores à apologia do mal, do maligno, do horrendo, do intolerável, marginal e odioso como tem sido comumente sugerido.
Esta estratégia não somente visa à incitação ao ódio e ao preconceito contra a comunidade de religiões afro, mas também ofusca a veracidade acerca de nossa fé, que é o amor, a paz, a transcendência e o bom convívio para com todos os seres do Planeta.
Não poderíamos deixar de tornar público também o nosso repúdio a quem adentra no mérito da fé alheia para “qualificar desqualificando” um indivíduo ou grupo de indivíduos mediante a veiculação da sua religião na tentativa de associá-la a uma suposta conduta socialmente reprovável, pois isso sugere ofensa a toda uma comunidade religiosa e revela o traço execrável de intolerância e fomento ao ódio, numa tentativa vil de suplantar a falta de conteúdo. Esta e qualquer outra manifestação que configure intolerância religiosa será veementemente combatida pela sociedade.
Por fim, registramos que o Grupo Gay de Alagoas sente-se extremamente ofendido, abalado por esta ação contra Mãe Vera e seus filhos de santo, e que iremos contribuir na cobrança do cumprimento da lei, para que a punição desses bárbaros venham servir de exemplo, para que outros atentados a fé alheia não venha se repetir.
Maceió, 14 de maio de 2019.
Nildo Correia
Presidente do Grupo Gay de Alagoas