‘Não quero filho viado em casa’, afirma pai que espancou criança de 3 anos que se sujou de batom
   Blog Diversidade   │     9 de abril de 2019   │     20:12  │  0

Uma criança, de apenas 3 anos, foi espancada pelo próprio pai depois de sujar o rosto com um batom que ele brincava. O menino levou várias chineladas nas costas enquanto o pai dizia: “Na minha família não tem viado”. O caso ocorreu na noite dessa segunda-feira (8), em Uberaba, no Triângulo Mineiro.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Militar (PM), os pais da criança são separados e a vítima mora com a mãe, de 29 anos, mas passa os fins de semana com o pai, de 41 anos. A mulher tem uma outra filha, de 13 anos, fruto de outro relacionamento, e foi para a casa do pai do menino de 3 anos junto com ele. Os dois ficaram na casa do suspeito até a segunda-feira, por volta das 19h.

O caso foi descoberto depois que a mãe da criança recebeu uma mensagem da filha adolescente no Whatsapp dizendo: “Olha o que o pai do (nome da criança) fez com ele”, disse a filha. Além da mensagem, a mãe recebeu uma foto das costas do menino bastante machucadas. A mulher estava trabalhando, mas decidiu sair para buscar o filho.

Ameaças à ex-mulher

Quando chegou à casa do suspeito, ela avisou que chamaria a polícia e foi para a residência dela junto com os filhos. O homem começou a mandar mensagens para a mulher com ameaças a ela e à filha, dizendo que “as duas não sabiam de nada da vida e que iam se ver com ele ainda”.

Mesmo assim, a mulher não se intimidou e acionou a PM. A adolescente contou que o irmão estava brincando com batom quando sujou o rosto. Segundo a testemunha, o irmão não chegou a passar o batom nos lábios, mas sujou várias partes do rosto.

Ao ver a cena, o pai começou as agressões, causando lesões nas costas da criança. A vítima foi socorrida para o Hospital da Criança em Uberaba.

Confissão

O suspeito foi encontrado em casa e confessou o crime. Ele disse que não gostou de ver a criança com batom e deu umas chineladas nele, porém sem a intenção de machucá-lo. O homem admitiu ter ingerido bebida alcoólica antes das agressões. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Segundo a Polícia Civil, o pai assinou um Termo Circunstânciado de Ocorrência (TCO) por maus-tratos. Ele passará por uma audiência no juizado especial da cidade.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *