Espetáculo “Quem tem medo de travesti” estréia no final deste mês em Fortaleza
   Blog Diversidade   │     21 de abril de 2015   │     14:53  │  0

Com a proposta de imersão no “Universo Trans” o espetáculo delicado e cru traz à luz questões da diversidade das experiências da sexualidade humana

Com a proposta de imersão no “Universo Trans” o espetáculo delicado e cru traz à luz questões da diversidade das experiências da sexualidade humana

Com estréia nacional marcada para o final deste mês, o espetáculo Quem tem medo de Travesti – QTMT apresenta uma nova imersão do Coletivo Artístico As Travestidas (Fortaleza/CE) no seu “Universo Trans”, referencial nas pesquisas cênicas do grupo. Numa abordagem sui generis, delicado e cru, o espetáculo traz à luz questões da diversidade das experiências da sexualidade humana, colocando seu espectador frente àquilo que não se conhece, a seus preconceitos e a seus medos, sentimento que aproxima todas as pessoas.

Um jovem suicida cansado de um mundo rodeado de preconceitos, crianças que brincam sem medo do desejar e uma mãe que perde o filho por causa da intolerância da sociedade são narrativas que se misturam fantasticamente a seres da noite, monstros e centauros urbanos que povoam o imaginário sobre a sexualidade alheia e abjeta de corpos fora da norma.

Referenciado numa pesquisa de longa da data do diretor e ator cearense Silvero Pereira,QTMT está potencializado na utilização da linguagem teatral como instrumento de questionamento e transformação social, um percurso de pesquisa artística que pode ser visto em espetáculos premiados como BR-TRANS (2013), Engenharia Erótica – Fábrica de Travestis (2010) e Uma Flor de Dama (2002).

“Quem tem medo de Travesti” é escrito e dirigido por Silvero Pereira e Jezebel De Carli, professora e diretora gaúcha. O trabalho surge de uma parceria iniciada com a montagem do espetáculo BR-TRANS, em Porto Alegre/RS em 2013, através do Prêmio Interações Estéticas (MINC), em parceria com o Pontão de Cultura da ONG SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade. A parceria de trabalho surgida em BR-TRANS trouxe novos elementos aos processos investigativos de construção de dramaturgia e do ator-transformista no teatro já realizado pelo coletivo ao longo de 10 anos de pesquisa, apresentando a compreensão de uma nova estética de encenação.

Criado a partir de fragmentos de vidas reais coletados através de conversas com travestis, transexuais e artistas transformistas, bem como de pesquisas acadêmicas e documentários em vídeos, o novo espetáculo concentra-se na linguagem de teatro-musical, com o entrosamento de uma equipe diversa composta por atores, cantores e bailarinos. Seu enredo se constrói a partir de uma pesquisa histórica do papel da travesti no Teatro e na sociedade, desde a glamorização dos Teatros de Revista até processos de marginalização da figura “trans” atuais na sociedade. Trata-se de um espetáculo de pesquisa social e antropológica e, sobretudo, artística, elaborado a partir da compreensão da Arte Transformista como gênero legítimo das Artes Cênicas, da valorização do trabalho do ator-transformista e da criação do conceito, em teatro, da “travesti” enquanto alter-ego do ator.

QTMT conta com o apoio cultural do Edital de Incentivo As Artes da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e sua estréia acontece no dia 27 de abril integrando o Festival Palco Giratório no Teatro SESC Iracema, seguindo em temporada no mesmo teatro durante o mês de maio e, em junho, no Teatro Dragão do Mar. Com informações Somos – Comunicação, Saúde e Sexualidade.

SERVIÇO:

Temporada de estreia

Teatro SESC Iracema
27 de abril às 20h no Festival Palco Giratório
Dias 07, 14, 21 e 28 de maio às 20h | ingressos R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Teatro Dragão do Mar
01 de maio às 18h no Maloca do Dragão
Dias 09, 16 e 23 de junho às 20h | ingressos R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

FICHA TÉCNICA
Direção e Dramaturgia: Jezebel De Carli e Silvero Pereira
Elenco: Denis Lacerda (Deydianne Piaf), Verónica Valenttino (Jomar Carramanhos), Alicia Pietá, Patrícia Dawson, Italo Lopes (Karolaynne Carton) Diego Salvador (Yasmin Shirran) e Rodrigo Ferreira (Mulher Barbada)
Produção : Silvero Pereira e Lukas Nóbrega
Produção Executiva: Lucas Nóbrega, Lucas Pessoa e Fabio Vieira
Fotos/Divulgação : Leonardo Pequiar
Realização : Coletivo Artístico As Travestidas

Tags:, , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key