Gays detidos em Olinda afirmam terem sido vítimas de homofobia
   Blog Diversidade   │     14 de fevereiro de 2015   │     21:05  │  1

Magno da Costa Paim, 21 anos, e o paraense Hector Zapata, 22

Magno da Costa Paim, 21 anos, e o paraense Hector Zapata, 22

Um turista baiano acusou uma dupla de policiais de agir com truculência e homofobia durante uma abordagem, na noite desta quarta-feira (11), em frente ao Mercado da Ribeira, em Olinda. De acordo com um dos envolvidos, o estudante baiano Magno da Costa Paim, 21 anos, ele e o namorado, o paraense Hector Zapata, 22, estavam acompanhado uma apresentação cultural na Cidade Alta quando dois policiais se aproximaram para uma revista.

Após verificar os documentos, os policiais se afastaram da dupla, voltando logo em seguida e os agredindo – segundo Magno, por causa de uma troca de beijos em público. “Não satisfeitos, eles (os policiais), depois de cinco minutos, voltaram e falaram que aqui não era a Bahia, que era Pernambuco e me deram um tapa na cara. Se eu quisesse continuar beijando um homem, se eu quisesse tirar a roupa, eu tinha que ir para o motel, que aqui era Pernambuco”, declarou o turista.

Neste momento, Hector teria se exaltado e pedido a identificação do policial, que o autuou por “desacato à autoridade”. Uma amiga do casal, chamada Raiane, que está hospedando a dupla em Olinda, conta que um dos amigos chorou muito diante da agressão – moral e física – cometida pelos policiais. “Os PMs não gostaram do beijo e deram um tapa na cara de um e outro tapa no peito do outro e disseram ‘vão fazer isso em um motel, seus putos. Eles saíram arrasados, humilhados, chorando”, conta a jovem de 19 anos.

O casal abriu um processo na Corregedoria da SDS e prestou queixa no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O caso será investigado pela delegada Gleide Ângelo, que já ouviu os três estudantes. Agora, ela disse que vai colher o depoimento dos policiais e de testemunhas para apurar o ocorrido. Gleide ainda verá se alguma câmera de segurança gravou a confusão.

Versão da Policia

De acordo com termo circunstanciado de ocorrência (TCO) registrado na Delegacia do Varadouro, populares teriam acionado a Rocam, informando que dois homens estariam se “masturbando mutuamente”. Ainda consta no TCO que, quando a viatura chegou ao local para a abordagem, a polícia teria flagrado dois homens com os órgãos genitais expostos. Durante a ação policial junto aos turistas – na qual teriam acontecido agressões verbais e físiscas -, os soldados foram confrontados por um amigo do casal, Marcos Túlio do Carmo, 24, que acabou sendo algemado e preso por desacato.

Em nota,  a SDS informou que o corregedor-geral Sidney Lemos determinou que a Unidade de Inteligência faça os levantamentos a respeito dos fatos, inclusive a identificação dos policiais agressores. “Uma vez constatados excessos, transgressões ou crime por parte dos policiais, eles serão responsabilizados através do procedimento disciplinar correspondente a ser instaurado pela Corregedoria”, diz o comunicado.

Tags:, , , , ,

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Zé Carlos

    Não vi nada de homofonia. Vi foi duas pessoas praticando atos obscenos em público. Tenham vergonha e sejam mais respeitosos. Vivam dentro das leis e não queiram sempre se saírem como vítimas de tudo. Sejam homens, pelo menos pra assumir seus erros.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *