Ministério da Saúde lança campanha de prevenção às DST e aids para carnaval 2015
   Blog Diversidade   │     5 de fevereiro de 2015   │     13:53  │  0

Ministério da Saúde está distribuindo aos Estados de todo o País 70 milhões de preservativos.
O ministro da Saúde, Arthur Chioro, acompanhado do governador Rui Costa e do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, lança nesta sexta-feira (6), às 15h, no Museu do Ritmo, no bairro do Comércio, em Salvador, a campanha de prevenção ao vírus HIV, causador da Aids para o Carnaval 2015.
A ação do Ministério da Saúde (MS) este ano tem como principal objetivo informar o jovem para se prevenir contra o vírus da Aids, usar camisinha, fazer o teste e, se der positivo, começar logo o tratamento, reforçando o conceito “camisinha + teste + medicamento” de prevenção combinada. Atualmente, são cerca de 400 mil pessoas em tratamento, com 22 medicamentos antirretrovirais distribuídos pelo SUS.

Cenário
Desde os anos 80, foram notificados 757 mil casos de Aids no Brasil. A epidemia no país está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 20,4 casos, a cada 100 mil habitantes. Isso representa cerca de 39 mil casos de Aids novos ao ano. O coeficiente de mortalidade por Aids caiu 13% nos últimos 10 anos, passando de 6,4 casos de mortes por 100 mil habitantes em 2003, para 5,7 casos em 2013.
Camisinhas
Nos aeroportos de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, Salvador e Recife estão instalados 34 displays para a retirada de camisinhas nos banheiros femininos e masculinos. Inicialmente, serão abastecidos com 195 mil preservativos. Neste ano, além do Carnaval, a campanha será estendida, com adaptações, para festas populares – como São João e outros eventos – durante todo o resto do ano.
Apenas para o período do Carnaval, o Ministério da Saúde está distribuindo aos Estados de todo o País 70 milhões de preservativos. Ao todo, os Estados já contam com estoque de 50 milhões de unidades para as ações cotidianas de prevenção, o que inclui o Carnaval. O quantitativo de camisinhas é definido com base no consumo médio mensal, além da capacidade de armazenamento e o estoque presente no almoxarifado. Nos últimos cinco anos, o Ministério da Saúde passou aos Estados 2,2 bilhões de preservativos.

Tags:, ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *