Brasil é uma das rotas Gay Friendly mais preferidas do planeta
   Blog Diversidade   │     5 de fevereiro de 2015   │     0:00  │  0

turismo-gay

Turismo Gays gera hoje US$ 54 bilhões (cerca de R$ 121 bilhões) em todo o mundo

No setor de viagens, já há algum tempo, o mercado LGBT não para de crescer, tanto agências como órgãos de fomento turístico oferecem informações em páginas on-line e guias especialmente voltados para esse público.

Além das atrações turísticas e culturais, campanhas promovidas pelo Governo Federal reforçam, no exterior, a imagem de um país aberto à diversidade. Dentre as cidades mais visitadas, o Rio de Janeiro e São Paulo são as preferidas.

Em 2007, a capital paulista se tornou o primeiro lugar do país a ser considerada “Gay Friendly” – expressão usada para denominar locais em que os LGBTs são bem-vindos. A Avenida Paulista é um dos destinos mais procurados pelo público e chegou a entrar para o Livro dos Recordes por atrair cerca de 2,5 milhões de pessoas na Parada do Orgulho Gay, em 2006.

Para Fernando Quaresma, da Associação Parada Orgulho Gay de São Paulo, ainda existe homofobia no Brasil, já que não há uma lei que criminalize o ato.

Já a terra do dendê está apostando na consolidação de um produto turístico voltado especificamente para este público, que é formado em sua maioria por solteiros, sem filhos, que gostam de viajar e gastam até quatro vezes mais do que o turista convencional. Uma das políticas do governo baiano para conquistar este mercado promissor é o apoio à Semana da Diversidade e Parada Gay de Salvador, eventos promovidos pelo Grupo Gay da Bahia.

Na avaliação do secretário do Turismo do estado, Domingos Leonelli, ao apoiar a Semana da Diversidade e a Parada Gay de Salvador, a Setur e a Bahiatursa esperam que, em médio prazo, o evento se torne referência no calendário turístico da capital baiana. Para formatar este produto turístico, a Secretaria do Turismo do Estado  (Setur) e a Bahiatursa buscaram respaldo para o potencial deste segmento aplicando uma pesquisa durante a Parada Gay de São Paulo em junho do ano passado.

Entre os resultados, a Bahia foi considerada pela maioria dos entrevistados como um destino Gay Friendly, o que contribui para a captação dos turistas LGBT. Os resultados da pesquisa de demanda LGBT apontam que, dos 1.037 entrevistados que participaram da Parada Gay de São Paulo, em junho deste ano, 91,6% consideram a Bahia um destino Gay Friendly  e 96,2% manifestaram interesse em conhecer a parada gay de Salvador.

Sem sombra de duvidas a principal problema para a consolidação de uma política de turismo voltada para o mercado que mais cresce atualmente. Movimentando cerca de US$ 54 bilhões (cerca de R$ 121 bilhões), com uma taxa de crescimento anual em torno de 10%, esse novo mercado tem enchido os olhos de regiões até então tradicionais, como o Nordeste brasileiro e a Coréia do Sul, que estão se apresentando como mercados excitantes e seguros para essa nova vertente turística. Pernambuco, inclusive, poderá vir a sediar uma grande conferência sobre o segmento em 2016.

Já a cidade maravilhosa, capital das maravilhas do Brasil, o Rio de Janeiro, é hoje considerada uma das maiores referência mundial do turismo gay, segundo reportagem publicada ano passado pelo diário inglês The Guardian. De acordo com o jornal, ano passado aconteceram diversas ações favoráveis à comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais) como cursos vocacionais para travestis, projetos contra intimidação de estudantes gays e lésbicas e uma nova lei proibindo a discriminação nos clubes noturnos da cidade. Todas essas iniciativa, são ações que esta dentro do programa modelo Rio Sem Homofobia, realizado através de uma parceria do Governo do Estado do Rj, capital e outros órgãos interessados no aumento do turismo LGBT naquele estado.

Outra iniciativa tomada pela prefeitura da cidade foi a criação de uma secretaria especial para a diversidade, liderada pelo estilista Carlos Tufvesson. O jornal ressalta que essas iniciativas são uma potencial fonte de renda para a cidade, já que 25% dos turistas que visitaram o Rio no ano passado eram gays.

Outro estado que esta crescendo e muito com a visão Gay Friendly é Pernambuco. Com foco no público LGBT brasileiro, o Recife Convention & Visitors Bureau lançou a campanha ‘Friendly LGBT ano passado. Pernambuco Simpatiza com Você’, que visa à capacitação dos profissionais que atuam nos atrativos turísticos e culturais pernambucanos para melhor receber o turista gay.

Até então, cerca de 100 estabelecimentos pernambucanos já aderiram à campanha e são identificados com placas que exibem as cores do arco-íris, símbolo internacional do público LGBT.

O Recife CVB também lançou o ‘Guia da Diversidade’ com diversas sugestões de restaurantes, bares, boates, museus, além de indicações de hotéis, pousadas, agências de receptivo e locadoras de carros que fazem parte do projeto ´Friendly´.

Tags:, , , , , , ,

>Link