REINO UNIDO: Forças Armadas perguntam aos recrutas se são homossexuais
   Blog Diversidade   │     25 de janeiro de 2015   │     14:00  │  0

Numa nova medida opcional para aumentar a equidade, os candidatos terão também a opção de escolher “prefiro não dizer”

REINO UNIDOEsta nova medida cujo objetivo é promover a tolerância e igualdade dentro das forças armadas dará a oportunidade de todos os novos recrutas de revelar ou não a sua orientação sexual. Estas informações ficaram guardadas nos registos pessoais pela primeira vez na história do Exército Britânico, relata a Associação de Imprensa.

Um porta-voz do Ministério de Defesa (MD) comentou acerca da nova medida que foi introduzida em novembro passado: “O MD encoraja orgulhosamente a diversidade a todos os níveis. O pessoal é agora encorajado a declarar a sua orientação sexual. Apesar de não ser obrigatório, recolher estes dados dar-nos-à uma melhor compreensão do tecido que forma as nossas forças armadas e ajudará a assegurar que as nossas políticas e práticas apoiam totalmente o nosso pessoal.”

Só foi permitido aos soldados assumidamente homossexuais servirem no exército do Reino Unido em 2000. James Wharton, um ex-soldado assumidamente homossexual, publicou um livro de memórias recordista de vendas, acerca de ser homossexual no exército intitulado de “Out in the Army”. Ele recebeu honras da “Freedom of the City of London” e está agora em campanha para acabar com o bullying homofóbico nas escolas.

Tags:, , , , , , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key