Boneca transgênera com genitais masculinos causa polêmica na Argentina
   Blog Diversidade   │     2 de janeiro de 2015   │     20:33  │  0

Boneca com detalhes que se assemelham a genitais masculinos foi comprada em lojas populares da Argentina Foto: Reprodução/ Facebook

Boneca com detalhes que se assemelham a genitais masculinos foi comprada em lojas populares da Argentina Foto: Reprodução/ Facebook

Durante um passeio para fazer compras de Natal, uma mãe argentina ficou surpresa com uma nova boneca: vestida como uma fada, ela guardava embaixo do vestido um detalhe que se assemelha aos órgãos genitais masculinos. Seria ela a primeira boneca transgênera do mundo?

O brinquedo está causando polêmica na Argentina. Tudo começou quando a jornalista Nancy Pazos publicou no Facebook uma foto da boneca, comprada no bairro de Once, região de compras popular de Buenos Aires, semelhante à Saara carioca ou à rua 25 de março, em São Paulo. Segundo o jornal argentino Clarín, a boneca é de fabricação chinesa. Na publicação, ela levantou questionamentos: “Esta boneca trans está sendo vendida em uma loja de Once. O que você acha sobre ela? É demais ou é a representação no mundo das crianças das nossas novas leis e do que mostra a TV argentina?”.

Entre os milhares de comentários, os mais curtidos exaltam a ideia. “Se existissem essas bonecas durante a minha infância, seria mais fácil explicar para a minha família muitas coisas sobre a minha sexualidade”, desabafou uma seguidora da jornalista.

O psicanalista Lia Ricón, ouvido pelo jornal argentino Clarín, acredita que crianças muito pequenas não devem ganhar o brinquedo. “É difícil que isso (a boneca) tenha alguma influência sobre a sexualidade de uma criança, mas esta polêmica é do mundo dos adultos e não faz nenhum sentido envolver as crianças nela”, disse.

Segundo ele, a reação dos pequenos perante o brinquedo será semelhante à dos pais. “Se os pais acharem que isso é um escândalo, vai influenciá-los; se adotarem uma postura natural, não vai acontecer muita coisa”, pontuou.

Fonte: Extra Globo

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *