Jair Bolsonaro: ‘Não lhe estupro porque você não merece’
   Blog Diversidade   │     10 de dezembro de 2014   │     10:50  │  0

Deputado repetiu a mesma fala feita em programa de TV durante sessão na Câmara no Dia dos Direitos Humanos

Deputado repetiu a mesma fala feita em programa de TV durante sessão na Câmara no Dia dos Direitos Humanos

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) repetiu nesta terça-feira (09/12), na Câmara, o insulto que havia feito em 2003 à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). Essa foi a reação de Bolsonaro a um discurso que a deputada fez contra a ditadura militar.

Na plenária, Maria do Rosário, que já foi Ministra dos Direitos Humanos, chamou a ditadura militar no Brasil (1964-1985) de vergonha absoluta e elogiou  o trabalho da Comissão Nacional da Verdade, que entrega seu relatório final na quarta-feira, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Bolsonaro falou em seguida e, ao ver que a colega deixava o recinto, disse “Fica aí, Maria do Rosário, fica. Há poucos dias, tu me chamou de estuprador, no Salão Verde, e eu falei que não ia estuprar você porque você não merece. Fica aqui pra ouvir”.

Em seguida, ele continuou a discursar e fez mais ataques à deputada e à presidente Dilma Rousseff. Afirmou que a ex-ministra dos Direitos Humanos é “mentirosa, deslavada e covarde” e disse que ela deixou o plenário para não ouvir acusações contra o governo Dilma. Um governo, segundo ele, “canalha, comunista, covarde, ladrão, ditatorial e corrupto”.

Jair Bolsonaro já havia dito a Maria do Rosário que não a estuprava porque ela não merecia em 2003, em uma discussão no Salão Verde da Câmara. Em seguida, empurrou a deputada, lhe apontou o dedo na cara e a chamou de vagabunda.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *