Milk ainda é o mais influente ativista LGBT da história
   Blog Diversidade   │     25 de maio de 2014   │     13:42  │  0

Trinta e seis anos depois do seu assassinato, Harvey Milk continua a ser o mais influente ativista pelos direitos LGBT (Comunidade de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros), recorda hoje o The Independent.

Harvey Milk era um jovem judeu comum de Nova Iorque que trabalhava na loja dos pais nos seus tempos livres. Depois de acabar o ensino secundário, alistou-se na Marinha, regressando quatro anos mais tarde a casa, onde levava uma vida comum.

Tudo isso iria mudar, quando em 1972 se mudou para São Francisco e decidiu abrir uma loja na rua Castro, bem no meio da comunidade de LGBT.

A sua loja ganhou grande popularidade e rapidamente Milk se tornou uma importante voz do ativismo e um líder politico. “Os direitos apenas são adquiridos por aqueles que se fazem ouvir”, dizia.

Candidatou-se por duas vezes a um lugar à concelhia de São Francisco mas perdeu nas duas vezes. Todavia, a sua persistência fez com que acabasse por garantir um lugar no quadro, tornando-o um dos primeiros oficiais assumidamente gay a ser eleito na história dos Estados Unidos, como supervisor da cidade de São Francisco.

“Não é uma vitória só minha. Se um gay pode ganhar, isso significa que existe esperança de que o sistema possa funcionar também para as minorias, desde que elas lutem por isso”, afirmou na altura.

A sua história na política não foi longa, uma vez que um ano depois, a 27 de Novembro de 1978, foi assinado pelo seu colega também supervisor Dan White.

Apesar disso, ainda hoje, mais de três dezenas de anos depois, a sua luta continua a motivar dezenas de pessoas que saem à rua para lutar pelos seus direitos, conta o The Independent.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *