Minas contra a homofobia
   Blog Diversidade   │     7 de dezembro de 2013   │     0:00  │  0

Solenidade. Evento de lançamento de campanha contou com workshop sobre os direitos dos homossexuais

O governo de Minas entrou oficialmente na luta contra a homofobia. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) lançou na ultima quinta-feira, 05/12, a campanha Respeito à Diversidade, com o objetivo de combater o preconceito, a discriminação e a violência contra a população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT). Segundo estimativa do Fórum pela Saúde e Direitos Humanos LGBT de Minas Gerais, pelo menos 67 homossexuais, entre gays e lésbicas, morreram assassinados em 2013, vítimas de homofobia em Minas.

A ação será realizada em todo o Estado, por meio da atuação das 20 diretorias regionais da Sedese, que estão espalhadas por Minas Gerais. Os núcleos farão a divulgação de material informativo, além de visitas a organizações civis, movimentos sociais e escolas, com o objetivo de disseminar as ideias do projeto.

“O governo de Minas Gerais está dando uma resposta aos índices de violência apresentados durante os últimos anos”, afirmou a idealizadora da campanha, Walkíria La Roche, que é coordenadora de Políticas de Diversidade Sexual da Sedese. “Somente por meio da educação vamos conseguir diminuir essa violência”, completou Walkíria.

A demanda por um projeto de disseminação de informações positivas sobre a chamada sociedade diversa surgiu em 2011, quando foi realizada a segunda Conferencia Estadual LGBT. Segundo os organizadores, as regionais já receberam o material gráfico e, agora, após o lançamento oficial da campanha, terá início o processo de visitação de escolas.

“Para apresentar uma política pública sobre um segmento, a gente tem que aprender sobre ele. Por isso, é preciso conversar com os jovens, para que eles entendam que a sociedade é diversa e deve ser respeitada”, afirmou Walkíria.

Projeto Fixo. Presente na solenidade de lançamento da campanha, o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Cássio Soares, destacou que a intenção é que o projeto se torne uma mobilização permanente. “Estamos empenhados em levar para os quatro cantos de Minas a conscientização sobre a não violência aos direitos humanos. É preciso exaltar a liberdade de expressão”.

Campanha

Apoio.  Durante o lançamento da campanha em prol dos direitos LGBT, o governo apresentou vídeo com vários artistas e profissionais vestindo camisa com os dizeres “Respeito à diversidade”. Com a ação, também difundida nas redes sociais, cerca de 50 pessoas firmaram publicamente compromisso com o movimento.

Exemplo. O fotógrafo e colunista Angelo Zorzi foi um dos que aderiu à campanha. De forma voluntária, ele fotografou personalidades que estão apoiando o projeto. “Todos podem e devem abraçar a causa”, disse.

Denuncia

Orientação. No material distribuído pela campanha “Respeito à Diversidade”, a Sedese orienta que quem for vítima de qualquer tipo de violação denuncie pelo telefone 0800 031 11 19.

 

Fonte: Assessoria de imprensa da Sedese

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *