Homossexuais são espancado até a morte durante ato publico no Haiti
   Blog Diversidade   │     21 de julho de 2013   │     0:00  │  2

Dois homossexuais foram espancados ate a morte, durante um protesto anti-gay organizado por lideres de organizações religiosas, nesta ultima sexta-feira, 19/07 por volta das das 13:h. no Haiti.

De acordo com o The Sentinel, site jornalistico do Haiti, em protesto contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, os indivíduos armados com facas ,paus pedras e outros objetos, atacaram os jovens homossexuais em uma parte do percurso do ato.

Às 16:h, quando a informação chegou aos ouvidos da imprensa haitiana, os corpos ainda se encontravam jogados ao solo há espera da pericia.

Não esta claro se os oficiais da Polícia Nationale do Haiti , estavam monitorando o protesto, mas fontes disseram que a polícia chegou ao local para controlar a situação, e infelizmente o crime já havia ocorrido.  Assista o vídeo do ato

Atrocidade por cima de atrocidade no Haiti:  

Em agosto de 1997, Abner Louima, um jovem imigrante negro do Haiti, foi agredido por vários polícias depois de ter sido preso em Brooklyn. O tenente Charles Schwarz forçou Louima a baixar-se numa casa de banho “sauna gay”, em seguida o tenente Justin Volpe inseriu uma vara quebrada no reto de Louima.

 

 

 

>Link  

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. maria claudia dos santos

    Esses não são e nunca foram cristãos são assassinos usando o nome de DEUS pra justificar seus atos e bestas!!

    Reply
    1. Blog Diversidade Post author

      Concordo plenamente com você Maria C. dos Santos.

      Mas infelizmente esta reação, é simplesmente o resultado de um fundamentalismo desfreado, em virtude desta cultura machista e preconceituosa, que insiste em escravizar as minorias, ou todos aqueles que se opõe contra os diversos costumes religiosos, que na maioria das vezes, pregam ou são pregados de forma errada.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *