Jovem gay é encontrado morto as margem da lagoa Mundau “vítima é o 16º caso em Alagoas”
   Blog Diversidade   │     18 de dezembro de 2012   │     17:18  │  0

Aldreen Pietroluongo

Aldreen Pietroluongo desapareceu no último sábado 15/12/12. A vítima estava acompanhada por amigos, tempos depois saiu com um desconhecido.

O corpo foi encontrado hoje 18/12, a margem da Lagoa Mundau em estado avançado de decomposição, perícia calcula que Pietroluongo foi assassinado no sábado mesmo. Amigos da vítima contam que Aldreen era uma pessoa pacata e que não tinha envolvimento com drogas nem delito, e que recentemente retornou a Maceió, depois de passar uma temporada em são Paulo, onde estava trabalhando e estudando.

Aldreen Pietroluong é a 16º homossexual assassinado este ano em Alagoas, com isto fazendo com que o calendário macabro do site Quem a Homofobia Matou Hoje, http://homofobiamata.wordpress.com/estatisticas/relatorios/ ,  totaliza 318 vítimas em todo o país. Infelizmente em Alagoas, dos 16 homocídios, só 2 tiveram, ate o presente momento, os inquéritos concluídos.

Casos de outros tipos de agressões voltadas a população LGBT, também se acumulam nos arquivos policiais, a exemplo do casal de namorados que foram alvejados por 10 tiros.  Agressor, o policial militar Valdir Soares da Silva. Curioso é que, desde o início das investigações, há 3 meses, o delegado responsável pelo caso, o secretário de Defesa Social – Dr. Dário César, a Corregedoria de Policia do Estado, Conselho de Segurança Pública, entre outros órgão competente, sabem de quem se trata e seu curriculum de agressões anterior, mesmo assim ate o presente momento nada foi feito.

Segundo informações da delegacia, o agressor será chamado, para prestar esclarecimentos. “Patética a situação”.

Enquanto isso, as vitimas tiveram que sair de casa, abandonar seus trabalhos, com medo de sofrerem represálias.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *