Transexual vira funkeira e sonha em ser a primeira wellness trans do Brasil
   Blog Diversidade   │     10 de dezembro de 2012   │     10:28  │  0

O nome de registro dela é Gilson Salume Moura, mas desde a adolescência, é chamada de Paloma. Depois de assumir o corpo de mulher e a nova identidade, a transexual agora investe na carreira de funkeira como Paloma Transtornada do Funk. Nascida em Volta Redonda, município do interior do Rio, a loira alta de formatos turbinados fala sobre sua infância e vida amorosa: ela se tornou a primeira cantora transexual do ritmo carioca e conquistou o coração do ex-jogador de futebol Carlos Henrique Kaiser.

Paloma conta que nasceu mulher em corpo de homem. Sempre fez tudo o que uma garota tem direito: passou batom da mãe, calçou sapatos altos e desfilou na frente do espelho. A loira diz que, desde pequena, sempre gostou de brincar de boneca e de se vestir com roupas de menina. Paloma diz que nunca foi reprimida pelos pais, mas que sofreu preconceito fora de casa.

Mas o preconceito não fez Paloma mudar de ideia. Na adolescência, deixou os cabelos crescerem, começou a depilar os pelos do corpo e a usar maquiagem. Tudo para parecer uma mulher. Aos 13 anos, Paloma começou a tomar hormônio feminino. Para ficar ainda mais feminina, com o tempo, foi aprimorando a aparência. Hoje ela tem silicone nos seios e nos quadris, aplique nos cabelos, malha todos os dias e toma suplementos alimentares para definir as curvas do corpo.

A transexual foi modelo e finalista de um concurso para ser dançarina do grupo Gaiola das Popozudas, no Rio. A primeira música gravada como funkeira foi Joga Bumbum. A segunda tem um nome inusitado: Vem me aquendar, ou seja “vem me pegar”. O próximo projeto da loira é gravar com o funkeiro MC Marcinho.

Paloma está namorando o ex-jogador de futebol Carlos Henrique Kaiser. Ele já foi atleta do Vasco, do Fluminense, do Botafogo, do Palmeiras e de clubes estrangeiros. O encontro do casal aconteceu em uma competição de mulheres wellness (que malham para ficar com o corpo perfeito sem tomar anabolizantes) no Rio. Ele não tem vergonha de apresentar a namorada na academia que trabalha no centro do Rio e se orgulha em dizer que vai investir nela para ser a primeira transexual wellness do Brasil.

Ao contrário da maioria dos garotos, Kaiser nunca sonhou em ser jogador, mas a mãe dele o obrigou a treinar desde pequeno. Ele conta que, quando tinha 16 anos, a mãe dele vendeu seu passe para um empresário francês e ele foi obrigado a assinar com clubes grandes. Kaiser afirma ser amigo de grandes nomes do futebol como Renato Gaúcho, que jogou no Fluminense, e Gaúcho, que foi atacante do Flamengo.

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key