Movimento Social de Alagoas realiza seminário no dia Internacional dos Direitos Humanos
   Blog Diversidade   │     7 de dezembro de 2012   │     2:56  │  2

Inscrições no local do evento – acesso gratuito

Na Próxima Segunda 10/12 a partir das 08h, a Articulação Alagoana de ONG/ Aids, estará realizado o Seminário: Direitos Humanos e Diversidade, no prédio da Previdência Social -INSS.  O evento tem como objetivo discutir e traçar soluções para as diversas formas de violações de direitos, que, a população LGBT, usuários de drogas e portadores de HIV/AIDS  alagoana passa. Entre as discussões , estarão as seguintes temáticas: A luta contra o HIV/AIDS, drogas, transexualidade, educação, segurança pública entre outros.

Há 64 anos, em 10 de dezembro de 1948, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) adotou, em Paris (França), a Declaração Universal dos Direitos Humanos. E em 1950, a ONU estabeleceu que anualmente, nesta data, seria celebrado o Dia Internacional dos Direitos Humanos.
Com 30 artigos, a assembleia proclamou o documento “como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce, através do ensino e da educação, por promover o respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medidas progressivas de caráter nacional e internacional, por assegurar o seu reconhecimento e a sua observância universal e efetiva, tanto entre os povos dos próprios Estados-Membros, quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição.
Para Júlio Daniel Farias – um dos  coordenadores do evento, a data é propícia à reflexão, pois permite que seja posta em evidência a contradição: já caminhamos muito, mas ainda há muito a caminhar para realizar efetivamente os direitos humanos na vida de cada pessoa. Ao referir-se sobre o trabalho ele justiça que  “nós que lutamos nos movimentos sociais temos consciência que as poucas conquistas efetivas de direitos são frutos das lutas populares, da organização da sociedade civil.”
Quando retrata este dia de luta o Coordenador fala  que se tem muito pouco a comemorar, pois os Direitos Humanos ainda não são efetivos para milhões de pessoas no Brasil, vítimas da exclusão, da desigualdade, da pobreza e da opressão nas suas mais diversas faces.
A organização do evento  conclama  a todos a se fazer presente neste evento, para dessa forma, poder contribuir em promover o respeito  as liberdades individuas e aos Direitos Humanos. Os interessados em assistir as Mesas-redondas  devem realizar sua inscrição as 08 horas do  dia 10/12 no auditório do INSS localizado na rua da Praia – Centro/Maceió.
Informações
082 9645-4555

>Link  

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *