Ate onde vai a imbecilidade humana, a negligência da segurança pública e a omissão do judiciário
   Blog Diversidade   │     18 de outubro de 2012   │     11:33  │  0

Travesti Madalena - Eleita com 3.035 votos em Piracica/SPEleita vereadora pelo PSDB de Piracicaba com 3.035 votos no dia 7 de outubro, a travesti Madalena, 57, foi até a polícia na terça (16/10) denunciar ameaças de morte. Os telefonemas à casa da líder comunitária começaram no dia 8 e na segunda (15/10) indivíduos num carro não identificado a fotografaram enquanto caminhava na rua.

Acompanhada de diretores da Câmara de Vereadores, ela fez um Boletim de Ocorrência no 5º DP (Distrito Policial). A polícia investiga o caso para identificar os autores.

A primeira ligação foi na segunda- feira, 8. “Ligaram na minha casa às 4h15, eu estava dormindo e quando atendi falaram ‘você pensa que vai assumir a cadeira no dia 1º de janeiro? Você não vai não’. Quis saber quem era, a pessoa não disse e começou a xingar, falar barbaridades mesmo. Eu comecei a chorar e desliguei. Tocou novamente e, quando atendi, falaram ‘você toma muito cuidado que nós não estamos brincando, estamos falando sério. Sabemos a hora que você sai do serviço, a hora que chega’, e falando barbaridades”, relatou Madalena, que também recebeu telefonemas na madrugada e no fim da tarde do dia 9.

Madalena disse que estava conversando com uma amiga na rua Governador Pedro de Toledo na tarde de segunda quando foi fotografada por pessoas num carro. A partir daí, decidiu procurar uma amiga e, depois, recorreu à Câmara de Vereadores, que disponibilizou todos os diretores para atendê-la. O diretor jurídico da casa, Robson Soares, recomendou que a líder comunitária registrasse o Boletim de Ocorrência e a levou à delegacia ao lado do diretor de cerimonial, Evandro Evangelista.

De acordo com o delegado assistente da seccional, Ricardo Fiore, as investigações preliminares vão determinar como o caso será apurado. “Serão feitas diligências para identificar a autoria dos telefonemas, e dependendo do grau de dificuldade podemos contar com o apoio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) para essa identificação. Qualquer afirmação sobre isso agora, porém, é muito preliminar”, afirmou.

É triste e vergonhoso, mais mesmo com a vítima ter recebido ameaça por várias vezes ao telefone e por uma vez ter sido perseguida e fotografada por alguém, em um carro desconhecido, ate o presente momento não se há pista sobre a veracidade ou não no acontecido, mora esta que pode custar a vida de uma pessoa, como já foi o caso de várias vítimas, a exemplo de Renildo dos Santos de Coqueiro Seco, que foi esquartejado vivo, após receber ameaça de morte, a dona de casa Nilda de Coruripe, que teve seu corpo esfacelado a golpes de facão entre outros casos. Já no judiciário a omissão é grande, vários casos esperam julgamento e grande parte deles que foram a julgamento os algozes confesso estão a solta, usufruindo de um direito, que os mesmos tiraram de suas vítimas “o direito de viver”.

Com toda esta falta de compromisso, para com a pessoa humana, vai embora toda a esperança de justiça, por parte de familiares e amigos das vítimas, ficando só a dor amarga da impunidade. Quantos Renildo teram que ser esquartejados vivo, quantos Cleiton terão que serem alvejados a bala, quantos Heli de Lima terão que ter seu abdome aberto e arrancado seus órgãos, quantos mais Anísio Uchôa terão que ser enterrado vivo entre outras formas barbara de se vingar de uma aversão maldita, fortalecida ate hoje, por uma cultura machista e sanguinolenta.

Os links abaixo é de dois álbuns onde catálogo vítimas da homofobia em todo o mundo, são mais de 2 mil fotos e o relato dos casos. Para ter acesso aos mesmos, solicite o pedido de amizade em minha rede social.

VÍTIMAS DA HOMOFOBIA 01

http://www.facebook.com/media/set/?set=a.219817454757926.53806.100001890203583&type=3

VÍTIMAS DA HOMOFOBIA 02

http://www.facebook.com/media/set/?set=a.220390814700590.53901.100001890203583&type=3

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *