Filme Amor Proibido “uma mistura de amor, ódio, preconceito e vingança”
   Blog Diversidade   │     13 de agosto de 2012   │     16:43  │  0

Gramado além de ser palco do Festival de Cinema, é cenário de um filme exibido na programação da 40ª edição. “Amor Proibido”, ambientando na cidade serrana, tem apresentação única no Teatro Elisabeth Rosenfeld, da Câmara de Vereadores, no dia 17 de agosto, sexta-feira, às 15h.Dirigido pelo gramadense Maciel Brum, o filme conta a historia de Paulo (Paulo Vilela), gay não assumido que divide um quarto com o amigo heterossexual Daniel (Thierry Figueira). No decorrer da trama, Paulo se apaixona por Daniel. Revoltado e surpreso ao descobrir a sexualidade do amigo, Daniel acaba se afastando dele, que, triste e magoado, resolve desabafar com sua melhor amiga Marina (Giovanna Ewbank), que, até então, sem saber que Paulo é gay, cultiva uma paixão por ele. A trama, então, passa a misturar muitos sentimentos: amor, ódio, preconceito e vingança.“Mostrar as belezas naturais de Gramado para o mundo me enche de orgulho”, comenta o diretor. Já sobre a temática em si, Maciel diz que “Amor Proibido” é universal: “O assunto do momento, não só no Brasil, mas no mundo, é a homofobia. Vivemos uma época importante neste sentido. O movimento contra o preconceito homossexual ganha cada dia mais força. E o cinema é uma grande ferramenta para conscientizar as pessoas. Todos temos direitos iguais, independente da opção sexual”, afirma o diretor.   Ambientado na cidade gaúcha, o filme será exibido na sexta (17), no teatro Elisabeth Rosenfeld da Câmara de Vereadores, às 15h.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *