Artista lança CD e DVD com músicas gay da MPB
   Blog Diversidade   │     3 de julho de 2012   │     11:53  │  0

O artista Paulo Azeviche, 22, brasiliense, formado em Comunicação Social pela Unicamp, é cantor e compositor. Participou de diversas atividades culturais proporcionadas por editais públicos, desde shows a pesquisas musicais para trilhas sonoras de curtas-metragens (Na sua Companhia, dir. Marcelo Caetano, SP, 2011 /2012, edital Petrobrás; o filme “Lampião da esquina”  Direção de Noel Carvalho e Lívia Perez no edital ProAC). Também participou das gravações do premiado filme “Bailão” de Marcelo Caetano. Azeviche é mais um artista que dedica seu profissionalismo, para divulgar e intensificar a cultura homoerotica.

Azeviche começou sua carreira em 2010 cantando em uma escola de samba dinamarquesa, em Copenhague, chamada ‘Bafo do Mundo’. Em 2011, a convite da drag queen Lohren Beauty, apresentou seu show em eventos afirmativos proporcionados pelos grupos E-jovem e AOSBRADOS. Se apresentou também em uma invasão do MST nas redondezas de Americana-SP. 

Cantou o Hino Nacional Brasileiro na abertura da Conferência Municipal LGBT de Campinas, na prefeitura da cidade.  Ainda em 2011, Azeviche integrou o quadro de atividades artísticas da II Conferência Nacional LGBT em Brasília, tendo apresentado seu show para delegados de comissões de todos os estados brasileiros.

Em 2012, deu entrevistas para a Rádio Cultura de Brasília e está preparando seu disco de estreia, viabilizado por edital de cultura – Programa de Ação Cultural (ProAC) – resgatando temas homoeróticos do cancioneiro popular. O CD se propõe a se estabelecer como documento, promovendo politização e esclarecimento, reafirmando no cenário musical, a presença do referido assunto. O repertório levantado inclui músicas de grandes compositores feitas – no caso de algumas – exclusivamente para artistas homossexuais, como a rara “Claustrofobia”, composta por Erasmo e Roberto Carlos para Edy Star, em 1974. São músicas pouco conhecidas do grande público. Além dos folclores e das músicas de compositores consagrados, o disco ainda traz composições inéditas de Paulo Azeviche com os pianistas Adriano Gorni e Felipe Magaldi, bem como músicas de compositores contemporâneos ligados a esta questão, como Luís Capucho (já gravado por Clara Sandroni, Cássia Eller, e por Ney Matogrosso – em 2012), Zé Rodrix, Paulo Coelho, Rogerio Skylab e Mathilda Kovak. O cd será lançado no segundo semestre de 2012. A ideia é desclocar essas músicas de seus contextos originais – algumas de eu-lírico feminino – para trazê-las numa voz masculina, indo na linha do gender fuck.

EP Zangão

Como prévia do que estará no disco, foi lançado um clipe para a música “Zangão”, composta por Adriano Gorni e por Azeviche, compilando abordagens estéticas inseridas no imaginário homoerótico. A música traz em sua letra frases-chave que resumem o caráter do disco, como “somos muitos na família” e “asteroides da contramão, talvez negar e resistir ou não…”. A faixa está disponível para download no site oficial de Azeviche.

Acompanhe o trabalho Paulo Azeviche: http://pauloazeviche.wix.com/

Link do video: watch?v=1hBLv-S-HWY

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *