Guru do software livre revela que é gay
   Blog Diversidade   │     27 de junho de 2012   │     1:09  │  0

O guru do software livre, de 61 anos, afirma que escreveu o post como uma homenagem ao inglês  Alan Turing.

Tido como o “pai da computação moderna”, Turing tem o centenário do nascimento comemorado neste ano e se suicidou em 1954 após um tratamento com injeções de hormônio feminino que era oferecido como uma alternativa à prisão por homossexualismo, crime na Inglaterra da época.

“Pode-se tentar amaciar os fatos dizendo que ‘era a lei do seu tempo’, Mas, em alguns lugares, “aquele tempo’ ainda existe. E isto me diz respeito porque eu sou, também, um homossexual”, declara Hall.

O diretor executivo da Linux International explica que não havia feito a revelação até agora para não constranger seus pais, católicos devotos falecidos no ano passado, e também por não querer relacionar sua sexualidade ao movimento do software livre.

Para Hall, a ciência da computação foi espécie de paraíso para homossexuais, por atrair pessoas bastante inteligentes e de pensamento moderno. “Muitas empresas de computação foram as primeiras a ter programas de diversidade”, lembra.

Entre elas inclusive está a Microsoft, inimiga número 1 do movimento liderado por Hall, que no começo do ano veio a público para defender a aprovação de um projeto de lei que autoriza o casamento entre pessoas do mesmo sexo no estado de Washington, onde a companhia tem sede.

O argumento da empresa é que outros estados oferecerem leis similares, o que produziria um desequilíbrio na capacidade de atrair talentos das companhias em Washington.

Em setembro de 2009, depois de uma campanha pela internet que angariou milhares de apoiadores, o então primeiro-ministro britânico Gordon Brown pediu desculpas formais públicas, em nome do governo do Reino Unido, pelo tratamento vergonhoso dado a Alan Turing.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *